A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

"Trabalhem com prazer, como se vocês estivessem trabalhando para Deus e não para as pessoas". Ef 6,7 Nenhuma metodologia dispensa a pessoa do catequista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: ""Trabalhem com prazer, como se vocês estivessem trabalhando para Deus e não para as pessoas". Ef 6,7 Nenhuma metodologia dispensa a pessoa do catequista."— Transcrição da apresentação:

1 "Trabalhem com prazer, como se vocês estivessem trabalhando para Deus e não para as pessoas". Ef 6,7 Nenhuma metodologia dispensa a pessoa do catequista no processo da catequese. A alma de todo método está no carisma do catequista, na sua sólida espiritualidade, em seu transparente testemunho de vida, no seu amor aos catequizandos, na sua competência quanto ao conteúdo, ao método e à linguagem. O catequista é um mediador que facilita a comunicação entre os catequizandos e o mistério de Deus, das pessoas entre si e com a comunidade (DNC 172)

2 A Catequese, primordialmente, deve possibilitar a experiência de vida e de fé dentro da comunidade. A Catequese, para ter clareza quanto à razão da missão catequética e do caminho a ser percorrido, deve ser: dinâmica; um encontro de pessoas; um encontro entre catequista e catequizandos; um encontro entre o grupo com Jesus.

3 Qual o método então, para se chegar à meta proposta, para se alcançar a Catequese? Método é o caminho ou a via para a realização de algo. Método na Catequese deve ser a interação: Fé, Vida e Comunidade; Método na Catequese deve ser a comunicação por meio da linguagem verbal e não verbal (gestos e símbolos). Método na Catequese deve conduzir para uma ação criativa e dinâmica.

4 O método usado na Catequese é o método da Igreja. Ele contempla alguns passos importantes: VER – ILUMINAR – AGIR – CELEBRAR AVALIAR. VER - Consiste na interação com a realidade pessoal, familiar e da comunidade do grupo de catequizandos. Para tanto, constitui-se de um momento que possibilita a interação fé e vida. ILUMINAR - Trata-se de confrontar as conclusões, elaboradas no Ver, com a Palavra de Deus.

5 AGIR - Ação transformadora da realidade constatada. É compromisso. É ação interior e exterior. CELEBRAR - É o feliz encontro com Deus na oração, que anima e impulsiona o processo catequético. AVALIAR – É o momento de responder : o objetivo do encontro foi alcançado? Se não foi, por quê? Houve imprevistos? O que não ficou claro e precisa ser esclarecido? Houve uma boa participação?

6

7 O que considerar ao preparar um encontro de Catequese? Três são os momentos significativos para o encontro de catequese: Antes do encontro Durante o encontro Depois do encontro

8 ANTES DO ENCONTRO: Planejar o encontro, criar intimidade com o tema. Pesquisar os acontecimentos da semana e dados da vida dos catequizandos. Escolher uma dinâmica de acordo com as idades dos catequizandos. Oferecer possibilidades de desenvolver o lúdico.

9 DURANTE O ENCONTRO: Dividir bem o tempo. Apresentar o tema permitindo espaço para intervenções e contribuições dos catequizandos. (experiência humana) Assumir a postura de acolhimento e escuta. Envolver a todos, conquistando confiança. Lidar com as diferentes idéias e contribuições. Saber valorizar a todos. Conduzir o grupo a uma convivência serena e fraterna. Favorecer a participação e o aprofundamento da Palavra de Deus

10 DEPOIS DO ENCONTRO Cada encontro deve abrir novas perspectivas para a aplicação das novas descobertas na vida e para os próximos encontros. Assumir compromisso. Avaliar o encontro

11 Como preparar um encontro de catequese à luz da Pedagogia Salesiana? Conhecendo os núcleos fundamentais da Espiritualidade Juvenil Salesiana, podemos traçar o seguinte paralelo:

12 METODOLOGIA CATEQUÉTICA ESPIRITUALIDADE JUVENIL SALESIANA AcolherEspiritualidade da alegria e do otimismo no cotidiano - sem renunciar ao compromisso e a responsabilidade. Ver a realidadeEspiritualidade do cotidiano – lugar onde a criança, o jovem reconhece a presença de Deus e vive a própria realização pessoal. Iluminar com a Palavra de DeusO Espiritualidade da amizade como Senhor Jesus – de onde nascem as razões da esperança para a vida. CelebrarEspiritualidade da comunhão eclesial – ambiente natural para o crescimento na fé, por meio dos sacramentos e da devoção mariana. AgirEspiritualidade do serviço responsável – por meio do serviço generoso.

13 VAMOS PREPARAR UM ENCONTRO DE CATEQUESE À LUZ DA REFLEXÃO APRESENTADA

14 "Trabalhem com prazer, como se vocês estivessem trabalhando para Deus e não para as pessoas". Ef 6,7 Nenhuma metodologia dispensa a pessoa do catequista no processo da catequese. A alma de todo método está no carisma do catequista, na sua sólida espiritualidade, em seu transparente testemunho de vida, no seu amor aos catequizandos, na sua competência quanto ao conteúdo,ao método e à linguagem. O catequista é um mediador que facilita a comunicação entre os catequizandos e o mistério de Deus, das pessoas entre si e com a comunidade (DNC 172)

15 Créditos: Adaptações dos sites: – Paróquia São João Bosco – Alto da Lapa


Carregar ppt ""Trabalhem com prazer, como se vocês estivessem trabalhando para Deus e não para as pessoas". Ef 6,7 Nenhuma metodologia dispensa a pessoa do catequista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google