A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

APRESENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO CDTN EM REMEDIAÇÃO AMBIENTAL : ÊNFASE NA MINERAÇÃO E BENEFICIAMENTO DE URÂNIO DA MINA DE POÇOS DE CALDAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "APRESENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO CDTN EM REMEDIAÇÃO AMBIENTAL : ÊNFASE NA MINERAÇÃO E BENEFICIAMENTO DE URÂNIO DA MINA DE POÇOS DE CALDAS."— Transcrição da apresentação:

1 APRESENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO CDTN EM REMEDIAÇÃO AMBIENTAL : ÊNFASE NA MINERAÇÃO E BENEFICIAMENTO DE URÂNIO DA MINA DE POÇOS DE CALDAS.

2 Sumário : •Expectativas e Objetivos •Experiências e projetos em andamento •Recursos humanos e Infraestrutura •Proposta de questões para discussão

3 Expectativas e Objetivos: • Contribuir efetivamente para a solução de um problema da área nuclear, em apoio à INB. • Disponibilizar e incrementar as competências já estabelecidas no CDTN no tema do projeto. • Contribuir para a integração dos projetos e estudos em andamento, aproximando os diversos grupos de estudo e colaborando para um planejamento integrado das atividades de recuperação das áreas degradadas em Poços de Caldas. • Apresentar o projeto INCT – Instituto Nacional de Recursos Minerais, Água e Biodiversidade.

4 Experiências e projetos em andamento: • Caracterização e avaliação radiosanitária de instalações minero- industriais de minas de urânio e com material radioativo associado ao minério principal: - UTM Atividades de apoio ao licenciamento, monitoramento ambiental, estudos hidrogeológicos, direção de fluxo subterrâneo utilizando traçadores e isótopos ambientais, etc. - URA Atividades de apoio ao licenciamento, monitoramento ambiental, estudos hidrológicos, modelagem do fluxo e transporte de contaminantes, avaliação de incertezas, etc. - Minerações com material radioativo ( Vale do Rio Doce, USIN e Botuxim, ERSA, Pitinga, Bunge fertilizantes, etc.)

5 Experiências e projetos em andamento: • Caracterização, diagnóstico e estabelecimento de alternativas de recuperação de áreas degradadas em geral: - Projeto Minas Ambiente / Projeto São Tomé Revegetação de áreas degradadas e avaliação de alternativas de usos reaproveitamento do resíduos da mineração. - Recuperação de área contaminada por mercúrio em Descoberto-MG Diagnóstico detalhado da contaminação mercurial, análise de risco ambiental, estudos hidrogeoquímicos, determinação do valor de corte, determinação do coeficiente de partição e avaliação de alternativas de recuperação da área contaminada.

6 Experiências e projetos em andamento: • Desenvolvimento e otimização de processos hidrometalúrgicos na indústria e meio ambiente: - Estimativa do Potencial Poluidor de Lamas Radioativas Como Subsídio para Ações Futuras de Mitigação. - Estudo da remoção de manganês de efluentes de mineração de urânio - Proposição de Medidas Mitigadoras Via Desenvolvimento de Processos Hidrometalúrgicos para Recuperação de Urânio em Rejeitos de Mina.

7 Experiências e projetos em andamento: • Desenvolvimento e otimização de processos hidrometalúrgicos na indústria e meio ambiente: - Análise e desenvolvimento de processos mínero- metalúrgicos para redução do impacto ambiental no entorno da Represa de Três Marias. - Desenvolvimento de processo para tratamento de rejeito orgânico contendo urânio – Estudo de Caso

8 Deverão ocupar posição estratégica no Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) desenvolvendo Programas de Pesquisas consistentes e prioritários para o desenvolvimento científico e tecnológico e, particularmente, para a sociedade. (Portaria MCT Nº 429, de 17 de julho de 2008) O Instituto deve ser estruturado e funcionar como uma referência de excelência nacional na sua área de atuação, de modo a contribuir efetivamente para o desenvolvimento nacional segundo as metas definidas no (Plano de Ação : Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional (PACTI). Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia

9 INSTITUTO NACIONAL : RECURSOS MINERAIS, ÀGUA, BIODIVERSIDADE Coordenação: Profª Virgínia Sampaio T. Ciminelli (Depto. Metalurgia e Materiais - UFMG, Minas Gerais) Demais Instituições Participantes: Instituto de Ciências Biológicas, Inst. Química – UFMG – M.G CDTN – Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear – M.G. IIEGA - Inst. Int. de Ecologia e Gerenciamento Ambiental – S. P. UFV – Universidade Federal Viçosa – M.G. CEFET- Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

10 Missão/Visão do Instituto: Referência Nacional e Internacional em: • Fundamentos e modelagem de processos de extração mineral em meio aquoso; • Monitoramento, diagnóstico de qualidade e valoração de águas em áreas de mineração ; • Avaliação da contaminação, recuperação de áreas degradadas e conservação da biodiversidade em regiões mineradoras; • Proposição e utilização de metodologias inovadoras e integradoras nas áreas mínero-ambiental e conservação da biodiversidade aquática INSTITUTO NACIONAL : RECURSOS MINERAIS, ÀGUA, BIODIVERSIDADE

11 INSTITUTO NACIONAL : RECURSOS MINERAIS, ÀGUA, BIODIVERSIDADE Tarefas específicas Centro de Desenvolvimento de Tecnologia Nuclear – CDTN (i)Diagnóstico e a minimização dos impactos ambientais da mina de urânio de Poços de Caldas decorrente da geração de drenagem ácida (FOCO 1 e 2) (ii) a prevenção da geração de rejeitos de elevada toxicidade através da recuperação do urânio da água ácida (FOCO 2) (iii) a recuperação do urânio do passivo ambiental decorrente do atual tratamento desta água (FOCO 2) (iv) a recuperação das áreas degradadas visando o descomissionamento da mina (FOCO 1) (v) o estudo de rotas alternativas para obtenção de concentrado de urânio a partir do minério de Caetité, no Estado da Bahia (FOCO 2)

12 INSTITUTO NACIONAL : RECURSOS MINERAIS, ÀGUA, BIODIVERSIDADE ORÇAMENTO : R$ ,00 a ser distribuído para as seis instituições PERIODO: 2009 a 2011 prorrogável por mais 2 anos. Cooperação Internacional : Dr. Ernesto Gonzalez da Universidade Central da Venezuela, especialista em Limnologia e Biologia Aquática e Organismos indicadores; Prof. Dr. Gabriel Roldan, especialista em indicadores de contaminação e poluição - macro invertebrados bentônicos; Prof. Dr. Joan Armengol, especialista em limnologia com experiência em funcionamento de represas e biodiversidade aquática; Dr.Henri Dumont, Universidade de Ghent- Bélgica, especialista em biodiversidade aquática; Dr. Bassan Hayek (Royal Society Jordânia) especialista em impactos de poluição em ecossistemas aquáticos; Prof. K. Osseo-Asare, The Pennsylvania State University, especialista em processamento aquoso aplicado à extração de metais; Prof. Wolfgang Hoell, do Instituto de Química de Karlsruhe, especialista em desenvol. de adsorventes no tratamento de água, Alemanha; Dr. Richard Lawrence, da Lawrence Consultants, no Canadá, especialista em diagnóstico e tratamento de drenagem ácida de minas e em biohidrometalurgia, consultor em projeto de DAM vale/UFMG; Prof Antonio Ballester Peres, da Universidad Complutense de Madrid, especialista em biohidrometalurgia, membro da rede CYTED Bioreca; Dr. Marta Litter, do Centro Atómico Constituyentes da Argentina, especialista em remoção de arsênio de águas e efluentes Prof. Gotthard Seifert, do Technische Universität – Dresden, especialista em modelagem molecular de nanomateriais; Prof. Thomas Heine, da Jacobs University – Bremen, especialista em cálculo de estrutura eletrônica de sistemas com milhares de átomos; Dr Colin S. Reynolds, Freshwater Biological Association- Inglaterra, especialista em ecologia do fitoplâncton e diversidade de algas planctônicas; Bernardette Piel-Allou, Universitê de Quebéc à Montreal; Prof. Massimo Gasparon, University of Queensland; Australia Prof. Paulo Vasconcelos, University of Queesnland; Australia

13 INCT – MAB/CDTN – FOCO 1: AVALIAÇÃO DO IMPACTO DA MINERAÇÃO SOBRE A QUALIDADE DAS ÁGUAS E DO SOLO. Sub-projeto: Caracterização, monitoramento da qualidade ambiental e recuperação de áreas degradas pela mineração de urânio.

14 Situação atual: Existem áreas degradadas por atividades minerárias de urânio no Brasil, além de outras áreas onde os minerais radioativos encontram-se associados, para as quais ainda não existe uma experiência nacional consolidada visando o diagnóstico e sua recuperação. Situação Pretendida : Considera-se importante que o Brasil desenvolva esforços nesse tema de pesquisa. Para tal espera-se incrementar novas metodologias de diagnóstico, planejamento e recuperação de áreas contaminadas e lançar o embrião de um grupo de pesquisa aplicado a recuperação de áreas degradadas pela mineração de urânio. Para tal, serão contatados parceiros potenciais (nacionais e internacionais) visando a consolidação desse grupo de pesquisa.

15 Objetivos específicos : Qualidade das águas (superficial e subterrânea): Caracterização da qualidade das águas e desenvolvimento de novos indicadores, aplicados a impactos da mineração de urânio. Qualidade dos Sedimentos: Caracterização da qualidade dos sedimentos e desenvolvimento de índices de geoacumulação e fatores de contaminação, aplicados a impactos da mineração de urânio. Qualidade de solo: Caracterização da qualidade do solo de área degradada e estabelecimento de valores orientadores de gerenciamento de áreas contaminadas por material radioativo. Recuperação de áreas degradadas: Caracterização de passivos ambientais, análise de risco e proposição de alternativas de remediação.

16 INCT – MAB/CDTN – FOCO 2: DESENVOLVIMENTO DE PROCESSOS DE SEPARAÇÃO E TRATAMENTO DE EFLUENTES. Continuidade dos projetos em andamento mencionados anteriormente: - Estimativa do Potencial Poluidor de Lamas Radioativas Como Subsídio para Ações Futuras de Mitigação. - Estudo da remoção de manganês de efluentes de mineração de urânio - Proposição de Medidas Mitigadoras Via Desenvolvimento de Processos Hidrometalúrgicos para Recuperação de Urânio em Rejeitos de Mina.

17 Recursos humanos e infraestrutura (1): • O CDTN dispõe de recursos humanos em diversos campos de atuação na área ambiental (engenheiros, geólogos, hidrólogos, meteorologistas, hidrogeólogos, etc). • Em termos laboratoriais, o CDTN dispõe de boa infra-estrutura de análise física, química e radiológica de amostras de materiais diversos, inclusive com aquisição recente de ICP-MS • Destaca-se o laboratório de geoprocessamento, o qual é considerado bem equipado e capacitado. • Alguns laboratórios de análises físicas, químicas e radiológicas encontram-se com carência de pessoal e ou em manutenção.

18 Recursos humanos e infra-estrutura (2): • A infra-estrutura relativa aos equipamentos de campo conta com equipamentos de avaliação da permeabilidade e umidade do solo, trados motorizados, gamaespectrometros, bombas de amostragem de água subterrânea, sondas de monitoramento da qualidade das águas, etc. • Laboratórios de analises químicas equipados com espectrômetro de energia de raios-X (Sistema KEVEX), espectrômetros de fluorescência de Raios-X, difração de raios-X, espectrofotômetro UV-VIS monofeixe, 2 equipamentos de absorção atômica modelo AA240FS Varian GBC 932AA, Analisador termo-diferencial, microscópios de polarização, microscópios estereoscópicos, fotômetro de chama, refratômetro, colorímetro fotoelétrico, titulador automático. Estrutura laboratorial completa para análises químicas por via úmida.

19 Proposta de questões para discussão (1): 1. Oportunidade de planejamento integrado das ações futuras As necessidades e prioridades da INB deveriam orientar os trabalhos futuros. Definição da área alvo, dentre as quatro áreas caracterizadas como áreas contaminadas ou degradadas na UTM, considerando as competências existentes, os custos envolvidos e a legislação pertinente. Estabelecimento do formato de integração dos projetos (AIEA, INCT e outros) com os trabalhos da empresa responsável pela elaboração do PRAD.

20 Proposta de questões para discussão (2): 2. Grande número de trabalhos já executados na área da UTM Necessidade de consolidação dos trabalhos desenvolvidos 3. Definição dos usos pretendidos para cada uma das quatro áreas degradadas visando a elaboração do PRAD O diagnóstico ambiental poderia avaliar os usos pretendidos e indicar alternativas viáveis de uso futuro das áreas degradadas. Necessidade e oportunidade de inserção dos stakeholders locais e regionais na proposição dos usos pretendidos.


Carregar ppt "APRESENTAÇÃO DAS ATIVIDADES DO CDTN EM REMEDIAÇÃO AMBIENTAL : ÊNFASE NA MINERAÇÃO E BENEFICIAMENTO DE URÂNIO DA MINA DE POÇOS DE CALDAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google