A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mais Cultura nas Escolas. O que é o Programa “Mais Cultura nas Escolas? É o encontro de projetos pedagógicos de escolas da rede pública com experiências.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mais Cultura nas Escolas. O que é o Programa “Mais Cultura nas Escolas? É o encontro de projetos pedagógicos de escolas da rede pública com experiências."— Transcrição da apresentação:

1 Mais Cultura nas Escolas

2 O que é o Programa “Mais Cultura nas Escolas? É o encontro de projetos pedagógicos de escolas da rede pública com experiências culturais e artísticas diversas. É um convite à construção de processos educativos abrangentes e colaborativos – iniciativas culturais e artísticas, comunidade e escola. É resultado de uma parceria entre a Secretaria de Educação Básica (MEC) e a Secretaria de Políticas Culturais do (MinC), marcando o inicio de intersecções estratégicas entre os Planos Nacionais de Educação (PNE) e Cultura (PNC). Projeto Andarilha das Letras, Circulação Literária/ FUNARTE

3 Quais os objetivos do “Mais Cultura das Escolas”? Reconhecer e contribuir à formação de “territórios educativos” onde saber formal, saberes comunitários, prática artística e cultural trabalhem de modo integrado. [ensaios do espetáculo A barca, construído a partir da interação entre cavalo marinho e dança contemporânea Interações Estéticas] [coleta de depoimentos do Projeto Filhas da Mata - Memória das Margens do Baixo Madeira, Interações Estéticas]

4  Potencializar o diálogo entre educação, cultura e arte.  Abrir espaço a experiências particulares de aprendizado, sintonizadas com a diversidade sociocultural brasileira.  Compreender e reconhecer processos educativos (ensinar e aprender) como processos criativos e como uma prática cultural em constante transformação  Ampliar agentes responsáveis pela educação nos territórios, estimulando que participem dela a comunidade, as iniciativas e os espaços culturais.  Proporcionar aos alunos e à comunidade, vivências artísticas e culturais promovendo a afetividade e a criatividade existentes na relação de ensino e aprendizagem  Colaborar com a construção de novas concepções do que seja o processo educativo, e a prática escolar. [Projeto Parque para Brincar e Pensar, Interações Estéticas] Quais os objetivos do “Mais Cultura das Escolas”?

5 Quem participa do “Mais Cultura nas Escolas”? Cerca de 34 mil escolas municipais e estaduais da rede pública, contempladas pelo Programa “Mais Educação” em Pessoas física ou jurídica, grupos de ação artística e cultural formais ou informais, museus, bibliotecas, cinemas, pontos de cultura e outros espaços culturais. As ações podem acontecer dentro ou fora da escola, a depender do consenso acordado entre nas partes no “Plano de Atividade Cultural da Escola”. É essencial que este Plano tenha proponha diálogos com o território, com a realidade escolar e comunitária. [Rádio Interfônica, Interações Estéticas] Cavalo Marinho Boi Brasileiro na UFPE Interações Estéticas Projeto Andarilha das Letras, Circulação Literária/ FUNARTE

6 O que é o “Plano de Atividade Cultural da Escola” ? O Plano de Atividade deve dialogar com um ou mais eixos temáticos propostos pelo Programa, considerando a realidade escolar e comunitária. Elaborado conjuntamente pela escola e iniciativa cultural, deve descrever e fundamentar o projeto. Tanto as escolas como as iniciativas culturais podem candidatar-se com APENAS 1 (UMA) proposta, apresentando 1 (UM) ÚNICO Plano de Atividade. O Plano de Atividades deve prever a duração mínima 6 (seis) meses, não necessariamente contínuos, para o desenvolvimento das atividades. [Projeto Parque para Brincar e Pensar, Interações Estéticas] [Projeto Cores no Dique, Interações Estéticas]

7 Eixos temáticos do Plano de Atividade Cultural da Escola 1.Residências Artísticas Propostas abrangendo as diversas linguagens da arte contemporânea, que proporcionem convívio da comunidade escolar com o processo criativo do artista/ grupo. Devem colaborar para fazer da escola um espaço de reflexão crítica e experimentação. Projeto Livros de Artista, Interações Estéticas

8 2.Criação, Circulação e Difusão da Produção Artística Aprendizado e formação cultural compreendendo manifestações populares e eruditas atreladas às artes cênicas (circo, teatro, dança, mímica, ópera), audiovisual (cinema, vídeo, TV), música, artes da palavra (literatura em poesia e prosa, mitos, lendas, contação de histórias, dramaturgia), artes visuais (artes gráficas, pintura, desenho, fotografia, escultura, grafite, performance, instalações). Grupo Uirapuru Orquestra de Barro, Interações Estéticas Plano de Atividade Cultural da Escola: 9 eixos

9 3.Promoção Cultural e Pedagógica em Espaços Culturais Ações contínuas de formação em espaços culturais diversos: teatros, cinemas, museus, praças, bibliotecas públicas e/ou comunitárias, parques, centros culturais, pontos de cultura, entre outros. 4.Educação Patrimônial - Patrimônio Material, Imaterial, Memória, Identidade e Vínculo Social Atividades participativas de pesquisa, valorização e vivência do patrimônio cultural dos diversos segmentos da população brasileira - das expressões e culinárias aos monumentos. Podem incluir, por exemplo, produção de material didático e oficinas de transmissão de saberes tradicionais. Visita a um terreiro de umbanda, Projeto de Formação promovido pelo Ponto de Cultura Africasul Odomodé, Interações Estéticas

10 5.Cultura Digital e Comunicação Formação e aprendizado em comunicação, das técnicas mais tradicionais (orais e gestuais) até os contemporâneos “ambientes digitais”, preferencialmente fazendo uso de software livre, e diversas mídias (multimídia, rádio e TV comunitárias, vídeo clipe, vídeo arte, web arte). Devem estar orientadas à democratização da produção e acesso à cultura. 6.Cultura Afrobrasileira Formação cultural e aprendizado que valorizem e reconheçam elementos da cultura africana e afrobrasileira, atreladas à música, dança, festas, oralidade, linguagens, culinária, etc. 7.Culturas Indígenas Formação cultural e aprendizado que valorizem e reconheçam manifestações culturais indígenas em sua diversas etnias, atreladas ao canto, dança, festas, culinária, mitos e lendas, linguagens, etc. [frame de Cantadores, Projeto Cinema de Aldeia Interações Estéticas] Projeto Fanzine Mutação, Interações Estéticas Plano de Atividade Cultural da Escola: 9 eixos

11 8. Tradição Oral Propostas de formação cultural e aprendizado que valorizem transmissão oral de saberes culturais das comunidades tradicionais por mestres e griôs – costumes, memórias, contos, lendas, provérbios, línguas, orações, etc. 9. Educação Museal Práticas museológicas (identificação, pesquisa, seleção, preservação, registro, exposição e difusão) que valorizem meio ambiente e saberes da comunidade. Propostas de uso e criação de ferramentas educacionais para difusão e interpretação do patrimônio material e imaterial, experimentando a criação da memória e compreendendo-a criticamente. Projeto Raku para Lua Interações Estéticas Projeto O Claro e o Escuro na Xilo Interações Estéticas Plano de Atividade Cultural da Escola: 9 eixos

12 Quais os recursos e a abrangência do “Mais Cultura nas Escolas”? Serão selecionados 10 mil projetos, sendo 5 mil em 2013 e o restante em Cada projeto receberá entre R$ 20 mil e 22 mil, proporcionalmente calculados em relação ao número de alunos registrados no censo de Os recursos serão disponibilizados via PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola/ FNDE). O investimento total no Programa “Mais Cultura nas Escolas” é de R$ 200 milhões.

13 Como Participar do “Mais Cultura nas Escolas” 1. Acessar, respectivamente, a resolução e o manual do “Mais Cultura nas Escolas” em e 2. Escola e Iniciativa Cultural parceira devem elaborar em conjunto o Plano de Atividade Cultural da Escola contendo os tópicos indicados no roteiro. 3. Preencher os dados da escola, os dados da iniciativa cultural parceira e o Plano de Atividade Cultural da Escola na aba/módulo “Mais Cultura nas Escolas” do SIMEC/ MEC (Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação).

14 Como Participar do “Mais Cultura nas Escolas” 4. Anexar portfólio da iniciativa cultural parceira, com resumo de atividades já realizadas e respectivas comprovações/ registros. 5. O conjunto será validado pela Secretaria Municipal/ Estadual ou Distrital vinculada à escola e remetido, via SIMEC, à apreciação MEC/ MinC. 6. A prestação de contas deverá ser realizada pela escola, de acordo com os critérios estabelecidos para a execução do Programa Mais Educação em 2012, constante do “Manual de orientação para execução do PDDE Educação Integral”, disponível no sítio

15

16

17

18

19

20

21

22

23


Carregar ppt "Mais Cultura nas Escolas. O que é o Programa “Mais Cultura nas Escolas? É o encontro de projetos pedagógicos de escolas da rede pública com experiências."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google