A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MOBILIDADE URBANA Por: Silva J. Magaia Eng. Civil Devolvendo a Cidade aos seus Donos Centro de Conferências das TDM, Maputo, 27 de Março de 2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MOBILIDADE URBANA Por: Silva J. Magaia Eng. Civil Devolvendo a Cidade aos seus Donos Centro de Conferências das TDM, Maputo, 27 de Março de 2014."— Transcrição da apresentação:

1 MOBILIDADE URBANA Por: Silva J. Magaia Eng. Civil Devolvendo a Cidade aos seus Donos Centro de Conferências das TDM, Maputo, 27 de Março de 2014

2 1. Algumas Notícias Rápidas Roteiro 2. Um Mundo Cada X + URBANO e + Democrático 3. Consequências do Novo Paradigma 4. Desafios aos Investigadores 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano 6. Algumas Soluções Promissoras

3 1. Algumas Notícias Rápidas (1/4)

4 1. Algumas Notícias Rápidas (2/4)

5 1. Algumas Notícias Rápidas (3/4)

6 1. Algumas Notícias Rápidas (4/4)

7 2.a Um Mundo Cada Vez Mais URBANO (1/3) O Mundo em que nascemos, rural, está a tornar-se cada dia mais URBANO.

8 2.a Um Mundo Cada Vez Mais URBANO (2/3) A Maior parte da população mundial vive hoje nas Cidades e Vilas Os sintomas são:

9 2.a Um Mundo Cada Vez Mais URBANO (3/3) O Verde cede espaço ao cimento e ao BETÃO.

10 2.b Um Mundo Cada Vez Mais Democrático (1/3) O Mundo em que nascemos, fascista e Colonialista, está a tornar-se cada dia mais Democrático.

11 2.b Um Mundo Cada Vez Mais Democrático (2/3) Algumas evidências: Os Nativos já têm acesso à Cidade. Corrida São Silvestre de Maputo, Dezembro de 2005.

12 2.b Um Mundo Cada Vez Mais Democrático (3/3) Algumas evidências: • A actividade informal é reconhecida, gerando riqueza onde antes reinava a pobreza. • A periferia começa a libertar-se da dependência aos „chapas”, com a compra de carros usados.

13 3. Consequências do Novo Paradigma (1/2) • Crescimento do Parque Automóvel; • Pressão sobre as infraestruturas; • Frequentes congestionamentos; • Acidentes frequentes e graves...

14 3. Consequências do Novo Paradigma (2/2) • Escassez de Estacionamento; • Poluição (sonora, atmosférica, visual...); • Problemas de Saúde.

15 4. Desafios aos Investigadores • Efeitos na saúde, resultantes da permanência prolongada na posição de „sentado” numa viatura a baixa velocidade; • Acrescentar outras variáveis (ansiedade; deficiente repouso nocturno; inalação de gases de escape...).

16 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (1/10) • Tempos demasiado longos para percorrer curtas distâncias: Inquérito expedito: - Meio de transporte; - Origem e Destino; - Tempo de viagem; - Rota usual.

17 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (2/10) • 80% das pessoas deslocam-se em viaturas ligeiras privadas/serviço; Resultados do Inquérito • A velocidade média de deslocação é de 17 km/h; • O período de atraso em relação ao tempo ideal das rotas varia entre 40 min (para distâncias entre 10 e 15 km) e 60 min (16 a 20 km).

18 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (3/10) População & Parque Automóvel

19 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (4/10)

20 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (5/10) População & Parque Automóvel

21 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (6/10) População & Parque Automóvel • Extrema dependência de transporte privado estabelece uma relação directa entre o crescimento da população e o crescimento do parque automóvel.

22 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (7/10)

23 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (8/10)

24 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (9/10) • Se nada for feito para mudar, em 2030 as Cidades de Maputo e Matola terão viaturas ligeiras nas estradas (admitindo que 1/3 das projectadas não conseguirão sobreviver). • É o mesmo que dizer 1 viatura ligeira por cada 8 habitantes.

25 5. Consequências dos Sistemas Ineficientes de Transporte Urbano (10/10) Ou seja, km de estradas potencialmente preenchidos por viaturas ligeiras... 3m x = m

26 6. Algumas Soluções Promissoras (1/7) • Certamente a solução não são as vias de sentido único nem o alargamento das vias; • A verdadeira solução passa pela introdução de sistemas de transporte colectivo (seguros e eficientes) que desencoragem o uso de veículos privados.

27 6. Algumas Soluções Promissoras (2/7) • Cidades como Maputo e Matola podem ser requalificadas para acomodarem novos meios de transporte de massas... • Baratos, duradoiros e pouco poluentes

28 6. Algumas Soluções Promissoras (3/7)

29 6. Algumas Soluções Promissoras (4/7)

30 6. Algumas Soluções Promissoras (5/7) Planeamento Inteligente: Vauban, um novo bairro na periferia de Freiburg (Alemanha) • O bairro só tem uma única estrada larga por onde passa o transporte urbano.

31 6. Algumas Soluções Promissoras (6/7)

32 6. Algumas Soluções Promissoras (7/7) Estradas Aéreas: uma forma de convivência harmoniosa entre o Espaço, o Homem e a Estrada...

33 Obrigado!


Carregar ppt "MOBILIDADE URBANA Por: Silva J. Magaia Eng. Civil Devolvendo a Cidade aos seus Donos Centro de Conferências das TDM, Maputo, 27 de Março de 2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google