A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XIII E TUDO COMEÇOU ASSIM...

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XIII E TUDO COMEÇOU ASSIM..."— Transcrição da apresentação:

1 PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XIII E TUDO COMEÇOU ASSIM...

2 Em dezembro de 2003 tinha completado 60 anos e desde então passei a conviver com um mal-estar de espirros, que ía e vinha, e quando vinha quase sempre era em dias impróprios, estava a serviço da Igreja, pois em março de 2004 tinha sido ordenado diácono permanente. O meu organismo deve ter enfraquecido por causa da idade, pensei. Consultei a Senhora da Providência e em abril fui ao posto de saúde da comunidade do Promorar tomar a tal Vacina da Gripe.

3 No posto, enquanto aguardava à porta do ambulatório a vez de imunizar-me contra esse mal-estar incômodo, observava as pessoas também aguardando a vez da consulta amontoadas nas portas dos consultórios médicos espalhados contiguamente pelos corredores. Homens, mulheres, jovens, velhos, crianças, mães com filho no colo, no berço, gestantes...

4 Pessoas humildes e carentes. Muitas, possivelmente desempregadas, sem plano de saúde, à mercê do tratamento público mal remunerado. A maioria sentada nos bancos. Algumas caladas e cabisbaixas; outras com ar de expectativa, preocupadas; mais outras conversando, porém, sem traços de entusiasmo no rosto... Todas desamparadas, como ovelhas sem pastor, como dizia Jesus naquele tempo.

5 De um modo geral, o semblante dessas pessoas é tenso, conseqüência dos problemas que este mundo individualista e preconceituoso está a impingir-lhes, ou melhor, a impingir-nos. È o caso da mulher que levantou de madrugada, apressada e sob chuvisco, para conseguir uma ficha de consulta para a mãe que ficou em casa gemendo de dor porque a doença já tomou conta do corpo... Da doméstica preocupada com a filha de seis anos que passou a noite inteira com febre alta, vômito e desinteria, e tem que chegar cedo na casa da patroa para fazer o café senão é demitida... Da velhinha magrela e encolhida no banco convivendo com o reumatismo... Do diabético... Do hipertenso... Da mulher cheia de hematomas no rosto porque o marido bebeu demais e tacou-lhe uma surra daquelas... Do idoso de braço na tipóia porque o neto drogado deu-lhe uma porretada com a tranca da porta... Da bela morena com nódulos malignos no seio que precisam ser extirpados... Da mocinha, estudante do primeiro grau, rosto de criança, que ficou gestante do colega de colégio...

6 Diante desse quadro, pintado como traços da agonia que assola a realidade das comunidades da Paróquia da Mãe da Divina Providência, senti-me desconfortável. Será que foi para ver isso que Nossa Senhora mandou-me vacinar-me, questionei-me.

7 S ó mesmo seu Filho para resolver tantos problemas, pois é Ele quem opera milagres, cura todos os tipos de enfermidade, expulsa espíritos maus, faz surdo ouvir, mudo falar, cego ver, paralítico pular de alegria. Transforma corações. Pois sua Palavra transmite amor, esperança, vida, paciência, paz, e essas pessoas estão precisando de tudo disso, urgentemente, principalmente de amor e esperança no coração!...

8 Aqueles rostos expressam a angústia gerada nos recônditos de cada um e que uma palavra fraterna e sincera pode amenizá-la ou mesmo extirpá-la... Concluí que é necessário proclamar urgente e permanentemente o Evangelho de Jesus Cristo, não só aos usuários desses postos de saúde, mas a todos os homens, especialmente àqueles em estado de expectativa. Consultei novamente a Senhora da Providência, meu coração alegrou-se inteiramente, e comprometi-me com esse serviço. Eliezer de Oliveira Martins Obs: O autor é diácono da Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará, Amazônia do Brasil. Esses fatos são uma adaptação dos narrados em link FONTE DE VIDA, Em Águas Profundas. Musical: Only A Memory, Yanni


Carregar ppt "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XIII E TUDO COMEÇOU ASSIM..."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google