A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ossos da Órbita e da Cavidade Nasal

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ossos da Órbita e da Cavidade Nasal"— Transcrição da apresentação:

1 Ossos da Órbita e da Cavidade Nasal
Tecnologias de Informação e Anatomia I Docentes Paulo Gomes e Miguel Saúde Ossos da Órbita e da Cavidade Nasal Discentes do 1ºAno de Cardiopneumologia: Ana João Tavares, Margarida Santos, Liandra Pinto e Pedro Silva

2 Órbita Figura 1. Órbita. (http://ahc.sapoadsl.pt/iframeosteofacecavorb.html)

3 Características Gerais
Relativamente a medidas, a órbita apresenta: Profundidade: entre os 42 aos 50 mm; Largura na base: 40 mm; Altura: 35 mm. O seu interior é formado pelo balão ocular, o nervo óptico, a musculatura extraocular, artéria, veia e nervo e glândula lacrimal. A sua profundidade oscila entre os 42 aos 50 mm sendo a sua largura na base em média de 40 mm, e a sua altura cerca de 35 mm.

4 Ossos constituintes da Órbita
Esfenóide Zigomático Frontal Etmóide Maxilar superior Lacrimal Palatino Dos sete ossos constituintes da órbita, três deles pertencem aos ossos do crânio (esfenóide, frontal e etmóide) e os restantes 4 pertencem aos ossos da face (zigomático,, maxilar superior, lacrimal e palatino). Têm a forma aproximada de uma pirâmide quadrangular, sendo a sua base formada pelos ossos frontal, zigomático e maxilar. Figura 2. Ossos que compõe a Órbita. (http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/8d/Orbital_bones.png)

5 Paredes da Órbita A órbita é constituída por quatro paredes: Superior;
Inferior; Medial; Lateral. Parede superior (2 ossos): asa menor do esfenóide e osso frontal. Parede inferior (3 ossos): zigomático, maxilar e palatino. Parede medial (4 ossos): maxilar, lacrimal, etmóide e esfenóide. Parede Lateral (2 ossos): asa maior do esfenóide e zigomático.

6 Ângulos da Órbita À semelhança das paredes, também os ângulos da órbita são quatro: Ângulo supero-interno com buraco etmoidal anterior e posterior; Ângulo infero-interno; Ângulo supero-externo; Ângulo infero-externo. Ângulo supero-interno: situa-se entre o tecto da órbita e a parede interna; Ângulo infero-interno: pouco delimitado; Ângulo supero-externo: Anteriormente encontramos o rebordo da apófise orbitária externa do frontal e posteriormente a porção rectilínea da fenda esfenoidal. Ângulo infero-externo: Da frente para trás, está a fenda esfeno-maxilar, que é alongada, e alargada anteriormente e estreita posteriormente.

7 Periósteo da Órbita Membrana fibrosa delgada e resistente;
Constituído por: Duplo Pedículo: Supero-Interno; Infero-Externo. Pedículo Óptico; Pedículo Esfenoidal.

8 Periósteo da Órbita Conformação Exterior: Face Superior;
Face Inferior; Face Externa; Face Interna.

9 Aberturas da Órbita Fissura Orbitária Superior atravessada por:
Nervo Lacrimal, Nervo Frontal, Nervo Troclear e Veia Oftálmica Superior; Nervo Nasociliar, Nervo Oculomotor e Nervo Abducente; Veia Oftálmica Inferior. Canal Óptico pelo qual passam: Nervo Óptico; Artéria Oftálmica; Nervos Simpáticos.

10 Aberturas da Órbita Forame etmoidal; Canal nasolacrimal;
Canal zigomaticofacial; Canal zigomaticotemporal.

11 Figura 3. A Órbita e os seus “componentes”.
(http://www.auladeanatomia.com/osteologia/craniocomoumtodo.htm)

12

13 Ossos da Cavidade Nasal
Figura 4. Cavidade Nasal (http://www.buyamag.com/ear_nose_models.php)

14 Nariz O nariz divide-se em duas partes: Nariz externo; Cavidade nasal.

15 Nariz Externo Tem forma piramidal; Situa-se no plano medial da face;
Contempla: Faces laterais denominadas por asa do nariz; Narinas.

16 Cavidade Nasal A cavidade nasal divide-se em direita e esquerda por um septo nasal. Figura 5. Septo Nasal. (http://br.merial.com/vacinologia/definitions/PtoT/PtoT5.htm)

17 Septo Nasal Constituído por osso e cartilagem:
Cartilagem para a parte da frente do nariz; Osso: à volta. Estende-se desde as narinas até à parte posterior da garganta.

18 Septo Nasal Constituído por: Lâmina perpendicular do osso etmóide;
Vômer; Cartilagem do septo nasal. Lâmina perpendicular do osso etmóide: a lâmina é muito fina e desce a partir da lâmina crivosa do osso etmóide; Vômer: osso fino e plano, este forma a parte postero-inferior do septo e articula com a lâmina perpendicular do osso etmóide e com a cartilagem do septo nasal;

19 Conchas da Cavidade Nasal
Duas Superiores; Duas Médias; Duas Inferiores. Formam cavidades que proporcionam rápido aquecimento, humidificação e libertação de poeiras do ar. Conchas ou Cornetos Nasais – existem nas laterais da cavidade Nasal São sempre duas - uma de cada lado da cavidade

20 Conchas Nasais Figura 6. Conchas Nasais.
(http://medical-dictionary.thefreedictionary.com/Superior+nasal+concha)

21 Cavidade Nasal Dorso imóvel do nariz:
Ossos do nariz, processos frontais das maxilas e a parte nasal do osso frontal. Parte que constitui o tecto da boca: Ossos do palato duro do disco horizontal, osso palatino e posteriormente pelo processo palatino da maxila anterior. Ponte ou Dorso Ímovel

22 Faces da Cavidade Nasal
Face Superior; Face Inferior; Face Anterior; Face Posterior; Face Lateral; Face Medial. Face superior: Articula com o bordo da incisura etmoidal do osso frontal, apresenta semi-células que conjuntamente com as semi-células no bordo da incisura etmoidal do osso frontal formam as células etmoidais; Face inferior: Articula com a parte média do bordo superior da maxila e apresenta um meato nasal médio; Face anterior: Articula com a face posterior do osso lacrimal; Face posterior: Articula com a face anterior do corpo do esfenóide; Face lateral (lâmina): Contribui para a formação da parede medial da cavidade orbital; Face medial. NOTA: Mucosa: importante revestimento das estruturas da cavidade nasal.

23 Bibliografia Britannica - The online Encyclopedia. (s.d.). Obtido de concha. H. Ferner, J. S. Altas de Anatomia Humana Sobotta Volume I . Harold Ellis, B. L. (1999). Human Sectional Anatomy. Oxford: Butterworth Heinemann. Lisboa, F. d. (s.d.). Obtido de bio/Folhas/CRANEO.pdf. Luiz, R. (s.d.). Anatomia 1 - Preparação Exame. Madeira, P. D. (s.d.). Aula de Anatomia 1 - Faculdade de Medicina do Porto (FMUP). Miche Dufour, E. M. (2004). Anatomia do aparelho locomotor (Cabeça e Tronco). Richard L. Drake, A. W. (2008). Gray's Atlas Anatomy. Canada: Book Aid International. Santana, V. (2001). Anatomia de La Cabeza. Madrid: Editora Médica Panamericana.


Carregar ppt "Ossos da Órbita e da Cavidade Nasal"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google