A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Potenciais evocados auditivos com estímulos de fala: aplicabilidade e limitações no diagnóstico diferencial dos transtornos de linguagem Laboratório de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Potenciais evocados auditivos com estímulos de fala: aplicabilidade e limitações no diagnóstico diferencial dos transtornos de linguagem Laboratório de."— Transcrição da apresentação:

1 Potenciais evocados auditivos com estímulos de fala: aplicabilidade e limitações no diagnóstico diferencial dos transtornos de linguagem Laboratório de Investigação Fonoaudiológica em Potenciais Evocados Auditivos e em Fonologia do Curso de Fonoaudiologia da FMUSP Financiamento: CAPES Autores: Isabela Crivellaro Gonçalves Haydée Fiszbein Wertzner Alessandra Giannella Samelli Fernanda Cristina Leite Magliaro Carla Gentile Matas

2 Objetivos e Métodos  Objetivos: (1) caracterizar os achados dos PEATE com os estímulos clique e de fala em crianças com diagnóstico de transtorno fonológico e (2) determinar a aplicabilidade e limitações do PEATE com estímulo de fala no diagnóstico diferencial do transtorno fonológico.  Métodos: 36 crianças com limiares auditivos normais, entre sete a 11 anos  PEATE com clique e estímulo de fala (orelha direita)  18 com transtorno fonológico (GE) e 18 em desenvolvimento típico (GC). Análise dos dados Qualitativos Análise dos dados Quantitativos Alterado Normal Latência, Amplitude ANOVA / ANCOVA Correlação de Pearson Teste Exato de Fisher PCC-R

3 Resultados e Conclusões PEATE com clique:  Quanti:  significantes entre os grupos para as latências das ondas I, III e V; latências maiores no GE (dentro da normalidade);  Sensitividade de 0% e especificidade de 100% para a detecção do TF. PEATE com estímulo de fala:  Quanti:  significantes entre os grupos para a latência das ondas V e A;  Quali: ocorrência significantemente maior de resultados alterados no GE;  Sensitividade de 56% e especificidade de 94,4% para a detecção do TF. Crianças com TF: alterações no PEATE com estímulo de fala  atraso na condução do impulso elétrico  comprometimentos na via auditiva nesta região. PEATE com estímulo de fala: aplicabilidade e limitações  ferramenta válida na identificação de alterações no processamento de estímulos de fala (sílaba /da/) em crianças com TF.  NÃO foi capaz de refletir as diferenças entre as crianças com TF, manifestadas por meio de índices comportamentais.


Carregar ppt "Potenciais evocados auditivos com estímulos de fala: aplicabilidade e limitações no diagnóstico diferencial dos transtornos de linguagem Laboratório de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google