A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Processamento Linguístico e Memória de Trabalho: Efeitos na Compreensão on-line em Distúrbio Específico de Linguagem Talita Fortunato-Tavares, Debora Befi-Lopes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Processamento Linguístico e Memória de Trabalho: Efeitos na Compreensão on-line em Distúrbio Específico de Linguagem Talita Fortunato-Tavares, Debora Befi-Lopes."— Transcrição da apresentação:

1 Processamento Linguístico e Memória de Trabalho: Efeitos na Compreensão on-line em Distúrbio Específico de Linguagem Talita Fortunato-Tavares, Debora Befi-Lopes e Claudia R. F. de Andrade Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Apoio Financeiro: CAPES

2 OBJETIVO Investigar os efeitos de diferentes demandas de memória de trabalho no processamento linguístico on-line de crianças com DEL. Crianças com DEL e seus controles participaram em uma tarefa no computador de seleção de figuras a partir de estímulos auditivos (sentenças) apresentada e testada através do software computacional E-Prime. Manipulações linguísticas (complexidade sintática) nas sentenças alvo criaram duas diferentes condições de memória de trabalho: curta e longa. Exemplo de sentença alvo: O pai na frente do avô [de camisa amarela] está se coçando. Os tipos de erros foram controlados para todas as sentenças alvo: H – erro hierárquico (falta de hierarquia sintática) D – erro preposicional (diferente preposição) R – erro reverso (estruturação sintática reversa) MÉTODO Fortunato-Tavares, T; Befi-Lopes, D; Andarde, C.R.F.

3 RESULTADOS Crianças com DEL apresentam limitações no processamento de memória de trabalho que excederam aquelas apresentados por crianças controle em situações de maior demanda. Repeated measures ANOVAs revelaram uma significante interação entre grupo e tipo de erro selecionado tanto para a demanda curta de memória de trabalho (F(3,28)=5,675,p=0.003) quanto para a longa (F(3,28)=6.487,p=0.002). Ambos os grupos apresentaram erros mais complexos sintaticamente em condições de longa se comparado as condições de curta demanda de memória de trabalho. Processamento linguístico foi um fator causal mais importante do que memória de trabalho na compreensão on-line de crianças com DEL. CONCLUSÃO Fortunato-Tavares, T; Befi-Lopes, D; Andarde, C.R.F.


Carregar ppt "Processamento Linguístico e Memória de Trabalho: Efeitos na Compreensão on-line em Distúrbio Específico de Linguagem Talita Fortunato-Tavares, Debora Befi-Lopes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google