A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A IMPLANTAÇÃO DO ENSINO A DISTÂNCIA NA UNESP - O CASO CEVAP - Passado, Presente e Futuro Benedito Barraviera Professor Titular do Departamento de Doenças.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A IMPLANTAÇÃO DO ENSINO A DISTÂNCIA NA UNESP - O CASO CEVAP - Passado, Presente e Futuro Benedito Barraviera Professor Titular do Departamento de Doenças."— Transcrição da apresentação:

1 A IMPLANTAÇÃO DO ENSINO A DISTÂNCIA NA UNESP - O CASO CEVAP - Passado, Presente e Futuro Benedito Barraviera Professor Titular do Departamento de Doenças Tropicais da Faculdade de Medicina de Botucatu e Pesquisador do Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos – CEVAP – UNESP (Universidade Estadual Paulista) A IMPLANTAÇÃO DO ENSINO A DISTÂNCIA NA UNESP - O CASO CEVAP - Passado, Presente e Futuro Benedito Barraviera Professor Titular do Departamento de Doenças Tropicais da Faculdade de Medicina de Botucatu e Pesquisador do Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos – CEVAP – UNESP (Universidade Estadual Paulista)

2 O QUE SERIA O CEVAP? 1-Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos da UNESP 2-Objetivos: Promover o ensino, a pesquisa, a produção de venenos e derivados e a extensão universitária no âmbito da Toxinologia (ciência que se dedica ao estudo das toxinas de microorganismos, plantas e animais) O QUE SERIA O CEVAP? 1-Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos da UNESP 2-Objetivos: Promover o ensino, a pesquisa, a produção de venenos e derivados e a extensão universitária no âmbito da Toxinologia (ciência que se dedica ao estudo das toxinas de microorganismos, plantas e animais) 1989

3 O PORQUÊ DE UM SISTEMA DE ENSINO À DISTÂNCIA SOBRE A TOXINOLOGIA Barraviera, B. O ensino dos acidentes por animais peçonhentos nas Escolas Médicas brasileiras. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. v.25, p.203-4, O PORQUÊ DE UM SISTEMA DE ENSINO À DISTÂNCIA SOBRE A TOXINOLOGIA Barraviera, B. O ensino dos acidentes por animais peçonhentos nas Escolas Médicas brasileiras. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. v.25, p.203-4, 1992.

4 1994 Abordagem multidisciplinar 1- Temas gerais - 8 capítulos 2- Aspectos biológicos dos animais peçonhentos - 5 capítulos 3- Bioquímica dos venenos - 5 capítulos 4- Aspectos médicos dos acidentes com animais peçonhentos - 10 capítulos 5- Acidentes por animais peçonhentos de interesse veterinário - 1 capítulo 1- Temas gerais - 8 capítulos 2- Aspectos biológicos dos animais peçonhentos - 5 capítulos 3- Bioquímica dos venenos - 5 capítulos 4- Aspectos médicos dos acidentes com animais peçonhentos - 10 capítulos 5- Acidentes por animais peçonhentos de interesse veterinário - 1 capítulo

5 INAUGURAÇÃO DA UNIDADE 1 DO CENTRO DE ESTUDOS DE VENENOS E ANIMAIS PEÇONHENTOS - CEVAP CEVAP-UNESP Caixa Postal, 577 CEP BOTUCATU - SP Fone - Fax (014) CEVAP-UNESP Caixa Postal, 577 CEP BOTUCATU - SP Fone - Fax (014)

6 A primeira revista eletrônica científica do Brasil, lançada no mercado editorial em 1995, completará em 2006 doze anos de existência. 1995

7 The Journal of Venomous Animals and Toxins – ISSN – foi lançado em Março de Foi o primeiro periódico eletrônico científico do Brasil dedicado à Toxinologia. É a publicação oficial do Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos – CEVAP- UNESP. Era inicialmente uma publicação bianual, escrita em língua inglêsa e distribuída em disquetes de 3,5” para cerca de pesquisadores das Sociedades Brasileira e Internacional de Toxinologia. The Journal of Venomous Animals and Toxins – ISSN – foi lançado em Março de Foi o primeiro periódico eletrônico científico do Brasil dedicado à Toxinologia. É a publicação oficial do Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos – CEVAP- UNESP. Era inicialmente uma publicação bianual, escrita em língua inglêsa e distribuída em disquetes de 3,5” para cerca de pesquisadores das Sociedades Brasileira e Internacional de Toxinologia.

8 Esta era a capa do The Journal of Venomous Animals and Toxins. O pesquisador imprimia o periódico e montava o fascículo. Vol. 1, No. 2, p.46-97, Esta era a capa do The Journal of Venomous Animals and Toxins. O pesquisador imprimia o periódico e montava o fascículo. Vol. 1, No. 2, p.46-97, 1995.

9 3,5” distribuído no interior da capa. Este era o disquete de 3,5” distribuído no interior da capa. Vol.5, No.2, p ,5” distribuído no interior da capa. Este era o disquete de 3,5” distribuído no interior da capa. Vol.5, No.2, p

10

11 The Journal of Venomous Animals and Toxins foi o primeiro periódico eletrônico a ser selecionado pelo SciELO (Scientific Electronic Library on Line). A coleção completa está disponível no site desde 26 de Novembro de

12

13 Publicação em CD-ROM entre 2000 e 2002

14 2003

15 2003

16 2005

17 ESTATÍSTICA 2005 SITE – visitas mensais Procedência das visitas: EUA – 66%, Brasil – 22% Demais 12% (Arabia Saudita, Portugal, México, Reino Unido, etc) SITE Até o momento visitas SITE – visitas mensais Procedência das visitas: EUA – 66%, Brasil – 22% Demais 12% (Arabia Saudita, Portugal, México, Reino Unido, etc) SITE Até o momento visitas

18 VIDEOTECA SOBRE TOXINOLOGIA 19 TÍTULOS 19 TÍTULOS VIDEOTECA SOBRE TOXINOLOGIA 19 TÍTULOS 19 TÍTULOS 1996

19 VIDEOTECA SOBRE TOXINOLOGIA 19 TÍTULOS 19 TÍTULOS VIDEOTECA SOBRE TOXINOLOGIA 19 TÍTULOS 19 TÍTULOS 1996

20 DVDteca SOBRE TOXINOLOGIA 19 TÍTULOS 19 TÍTULOS DVDteca SOBRE TOXINOLOGIA 19 TÍTULOS 19 TÍTULOS 2005

21 CENTRO VIRTUAL DE TOXINOLOGIA Disponível nas línguas inglesa e portuguesa Informações disponíveis: Sobre o CEVAP The Journal of Venomous Animals and Toxins Emergências médicas – Consulte Emergências veterinárias - Consulte Outros sites nacionais e internacionais de interesse Disponível nas línguas inglesa e portuguesa Informações disponíveis: Sobre o CEVAP The Journal of Venomous Animals and Toxins Emergências médicas – Consulte Emergências veterinárias - Consulte Outros sites nacionais e internacionais de interesse

22

23

24 1997

25 CONSTRUÇÃO DE PROTÓTIPOS PARA O ENSINO NÃO PRESENCIAL, ASSOCIANDO-SE DIFERENTES MÍDIAS (Papel + Video + CD-Rom) 1-Estudo clínico do tétano 2-Acidentes com serpentes - Ofidismo 3-Acidentes com artrópodes 4-Vacinas contra vírus 5-Vacinas contra bactérias e toxinas 6-Doenças sexualmente transmissíveis CONSTRUÇÃO DE PROTÓTIPOS PARA O ENSINO NÃO PRESENCIAL, ASSOCIANDO-SE DIFERENTES MÍDIAS (Papel + Video + CD-Rom) 1-Estudo clínico do tétano 2-Acidentes com serpentes - Ofidismo 3-Acidentes com artrópodes 4-Vacinas contra vírus 5-Vacinas contra bactérias e toxinas 6-Doenças sexualmente transmissíveis 1999

26

27

28 2000

29 O que tínhamos? 1-Uma revista eletrônica científica 2-Uma videoteca (Toxinologia) 3-Um site (Centro virtual) 4-Kits (cadernos + vídeos + CDs) O que faltava? O que tínhamos? 1-Uma revista eletrônica científica 2-Uma videoteca (Toxinologia) 3-Um site (Centro virtual) 4-Kits (cadernos + vídeos + CDs) O que faltava? 2001

30 O que faltava? Algo que gerenciasse... Algo que convergisse... Algo que interagisse... Algo que administrasse... Algo que hospedasse... Faltava a Plataforma Educacional.... O que faltava? Algo que gerenciasse... Algo que convergisse... Algo que interagisse... Algo que administrasse... Algo que hospedasse... Faltava a Plataforma Educacional

31 Pró-Reitoria de Extensão Universitária Implantação do Programa de Educação Aberta, Continuada e a Distância na UNESP Políticas estabelecidas: 1-Convencimento da comunidade 2-Capacitação docente (novo paradigma) 3-Implantação de infra-estrutura 4-Apoio para construção de conteúdos 5-Disponibilização de cursos de extensão 6-Uso de novas tecnologias no ensino Pró-Reitoria de Extensão Universitária Implantação do Programa de Educação Aberta, Continuada e a Distância na UNESP Políticas estabelecidas: 1-Convencimento da comunidade 2-Capacitação docente (novo paradigma) 3-Implantação de infra-estrutura 4-Apoio para construção de conteúdos 5-Disponibilização de cursos de extensão 6-Uso de novas tecnologias no ensino

32 O CRESCIMENTO DO CONHECIMENTO EVOLUÇÃO DAS PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS DESDE 1900 O CRESCIMENTO DO CONHECIMENTO EVOLUÇÃO DAS PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS DESDE – 9.000/ano – /ano – /ano (2.465 artigos por dia)

33 O CRESCIMENTO DO CONHECIMENTO EVOLUÇÃO DAS PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS DESDE 1900 O CRESCIMENTO DO CONHECIMENTO EVOLUÇÃO DAS PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS DESDE 1900

34 No passado, o conhecimento dobrava em dois ou três séculos. Atualmente, o conhecimento dobra a cada cinco anos. Atualmente é fundamental saber que uma criança de sete anos de idade tem mais informações na memória do que um ser humano de setenta, há um ou dois séculos.

35 Como ensinar, ministrar um curso, manter-se atualizado, sobreviver frente a esta explosiva produção de conhecimento científico? DESAFIOS DESTES NOVOS TEMPOS !!!

36 O dia continua tendo 24 horas! As grades curriculares dos cursos de graduação continuam tendo o mesmo tempo disponível para os professores de 1950! O dia continua tendo 24 horas! As grades curriculares dos cursos de graduação continuam tendo o mesmo tempo disponível para os professores de 1950! DESAFIOS DESTES NOVOS TEMPOS !!!

37 Síndrome do pensamento acelerado (SPA) A síndrome SPA gera uma hiperatividade de origem não genética caracterizada por ansiedade psicomotora, inquietação e agitação do pensamento. Augusto Cury Síndrome do pensamento acelerado (SPA) A síndrome SPA gera uma hiperatividade de origem não genética caracterizada por ansiedade psicomotora, inquietação e agitação do pensamento. Augusto Cury NOSSOS ALUNOS SÃO DIFERENTES?

38 1-TV – excesso de estímulo visual e sonoro (desde a mais tenra idade) 2-Excesso de informações (rádio, tv, internet) 3-Cursinhos pré-vestibulares (mal necessário?) 4-Paranóia do consumo e da estética (dificulta a interiorização e reflexão) 5-Jogos interativos (excitam o cérebro) 6-Uso excessivo da Internet (desde criança) 1-TV – excesso de estímulo visual e sonoro (desde a mais tenra idade) 2-Excesso de informações (rádio, tv, internet) 3-Cursinhos pré-vestibulares (mal necessário?) 4-Paranóia do consumo e da estética (dificulta a interiorização e reflexão) 5-Jogos interativos (excitam o cérebro) 6-Uso excessivo da Internet (desde criança) CAUSAS DA ”SPA”

39 CONSTATAÇÕESCONSTATAÇÕES Estudos realizados para descobrir como as pessoas aprendem e recordam estimam que: Retemos na memória cerca de 20% do que vemos, 40% do que vemos e ouvimos e 75% do que vemos, ouvimos e fazemos (interagimos). Estudos realizados para descobrir como as pessoas aprendem e recordam estimam que: Retemos na memória cerca de 20% do que vemos, 40% do que vemos e ouvimos e 75% do que vemos, ouvimos e fazemos (interagimos).

40 SABE-SE QUE: Aprendemos mais rápido, compreendemos melhor e retemos mais quando nossos órgãos dos sentidos são estimulados em seus múltiplos níveis.

41 QUAIS AS ALTERNATIVAS PARA O ENSINO ATUAL? 1-Aumentar o tempo do curso de graduação? 2-Diminuir o tempo do curso básico? 3-Cortar algumas disciplinas? 4-Aumentar o tempo da especialização? 6-O aluno precisa estar presente em sala de aula? 5-Usar novas tecnologias de ensino para otimizar a construção do conhecimento? 1-Aumentar o tempo do curso de graduação? 2-Diminuir o tempo do curso básico? 3-Cortar algumas disciplinas? 4-Aumentar o tempo da especialização? 6-O aluno precisa estar presente em sala de aula? 5-Usar novas tecnologias de ensino para otimizar a construção do conhecimento?

42 EXEMPLO DE NOVA ABORDAGEM PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Assunto: Tétano - Fisiopatologia da toxina tetânica (tetanospasmina) -Em 1976 – Duas horas para explicar usando lousa e giz. -Em 1984 – Quarenta minutos utilizando um projetor de slide. EXEMPLO DE NOVA ABORDAGEM PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Assunto: Tétano - Fisiopatologia da toxina tetânica (tetanospasmina) -Em 1976 – Duas horas para explicar usando lousa e giz. -Em 1984 – Quarenta minutos utilizando um projetor de slide.

43 EXEMPLO DE NOVA ABORDAGEM PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Assunto: Tétano - Fisiopatologia da toxina tetânica (tetanospasmina) A partir de 2000 – Quarenta segundos usando o computador como computador (multimídia). EXEMPLO DE NOVA ABORDAGEM PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Assunto: Tétano - Fisiopatologia da toxina tetânica (tetanospasmina) A partir de 2000 – Quarenta segundos usando o computador como computador (multimídia). Clique aqui para ver a animação Fisiopatologia da tetanospasmina Clique aqui para ver a animação Fisiopatologia da tetanospasmina

44 COMO OS VELHOS PROFESSORES VÃO ENSINAR ESTA MOÇADA DE UM NOVO TEMPO E COM PENSAMENTO ACELERADO? O GRANDE DESAFIO !!!

45 Existe ensino a distância? Existe ensino presencial? O professor realmente ensina? O aluno ainda aprende? Precisamos de provas finais? O aluno precisa estar na sala de aula? E o professor onde deve estar? Existe ensino a distância? Existe ensino presencial? O professor realmente ensina? O aluno ainda aprende? Precisamos de provas finais? O aluno precisa estar na sala de aula? E o professor onde deve estar? QUESTÕES INDEFINIDAS

46 1-Precisamos de um novo modelo de ensino !!! 2-A ciência precisa ser reescrita dentro de um novo paradigma (associando-se mídias). 3-Os alunos precisam deixar de ser copistas e serem nossos parceiros na construção do conhecimento e da cidadania. 4-Os alunos precisam estar motivados e compromissados com a construção do seu conhecimento. 5-O tempo para as aulas precisa ser melhor aproveitado. Deve-se estudar em classe! 1-Precisamos de um novo modelo de ensino !!! 2-A ciência precisa ser reescrita dentro de um novo paradigma (associando-se mídias). 3-Os alunos precisam deixar de ser copistas e serem nossos parceiros na construção do conhecimento e da cidadania. 4-Os alunos precisam estar motivados e compromissados com a construção do seu conhecimento. 5-O tempo para as aulas precisa ser melhor aproveitado. Deve-se estudar em classe! CONCLUSÕESCONCLUSÕES

47 5-Os administradores centrais, os conselhos da academia, os professores e os servidores precisam se conscientizar que o nosso principal produto é o aluno – nosso cliente. Sem eles a ACADEMIA deixará de existir. 6-A associação de diferentes mídias na construção do conhecimento (papel, vídeo, CD, DVD, Internet) é imperativa e inadiável. Precisamos exercitar todos os órgãos dos sentidos e de preferência em sala de aula! 5-Os administradores centrais, os conselhos da academia, os professores e os servidores precisam se conscientizar que o nosso principal produto é o aluno – nosso cliente. Sem eles a ACADEMIA deixará de existir. 6-A associação de diferentes mídias na construção do conhecimento (papel, vídeo, CD, DVD, Internet) é imperativa e inadiável. Precisamos exercitar todos os órgãos dos sentidos e de preferência em sala de aula! CONCLUSÕESCONCLUSÕES

48 7-Os alunos não precisam e não querem ser ensinados. Eles querem ter a liberdade de pensar, de errar e acertar, de construir o seu conhecimento... 8-Os professores precisam se conscientizar que eles não são mais o centro do poder, do conhecimento, da verdade... Eles precisam a partir de agora ser o tutor, o orientador, o organizador, o norte do aluno... A informação está disponível em todo lugar Os alunos não precisam e não querem ser ensinados. Eles querem ter a liberdade de pensar, de errar e acertar, de construir o seu conhecimento... 8-Os professores precisam se conscientizar que eles não são mais o centro do poder, do conhecimento, da verdade... Eles precisam a partir de agora ser o tutor, o orientador, o organizador, o norte do aluno... A informação está disponível em todo lugar.... CONCLUSÕESCONCLUSÕES

49 9-Os professores precisam sair do palco, sair da telinha e estar entre os alunos, orientando, sugerindo, discutindo, organizando, apoiando, ajudando a construir Os professores precisam parar de competir com os alunos e entender que estamos na era do conhecimento. A partir de agora “O sucesso do aluno será o sucesso do professor”! 9-Os professores precisam sair do palco, sair da telinha e estar entre os alunos, orientando, sugerindo, discutindo, organizando, apoiando, ajudando a construir Os professores precisam parar de competir com os alunos e entender que estamos na era do conhecimento. A partir de agora “O sucesso do aluno será o sucesso do professor”! CONCLUSÕESCONCLUSÕES

50 Não são os mais fortes da espécie que sobrevivem, nem os mais inteligentes, mas sim os que respondem melhor às mudanças !!! CONCLUSÕESCONCLUSÕES Charles Darwin Charles Darwin

51 O homem é, por princípio, um poderoso agente provocador de mudanças no ambiente. Mas oferece, paradoxalmente, fortes resistências às mudanças de si mesmo !!! J. C. Caspari CONCLUSÕESCONCLUSÕES

52 A verdadeira dificuldade não está em aceitar idéias novas, mas em escapar das idéias antigas !!! John M. Keynes John M. Keynes CONCLUSÕESCONCLUSÕES

53 ...MAS VOLTANDO À PROPOSTA INICIAL......e o caso CEVAP o que deu?...o que teríamos construído até 2005?...o que temos oferecido até agora?...o que nos reserva o futuro?...MAS VOLTANDO À PROPOSTA INICIAL......e o caso CEVAP o que deu?...o que teríamos construído até 2005?...o que temos oferecido até agora?...o que nos reserva o futuro?

54 Campus - Fazenda Lageado Complexo do CEVAP 6 prédios – R$ ,00 Campus - Fazenda Lageado Complexo do CEVAP 6 prédios – R$ ,

55 CURSOS A DISTÂNCIA OFERECIDOS ATUALMENTE 1-Acidentes com animais peçonhentos 2-Vacinas contra vírus, bactérias e toxinas 3-Doenças sexualmente transmissíveis 4-Como produzir um periódico eletrônico científico CURSOS A DISTÂNCIA OFERECIDOS ATUALMENTE 1-Acidentes com animais peçonhentos 2-Vacinas contra vírus, bactérias e toxinas 3-Doenças sexualmente transmissíveis 4-Como produzir um periódico eletrônico científico

56 COMO MINISTRAMOS UM CURSO A DISTÂNCIA? O curso “Vacinas” 1-Site aberto e próprio de divulgação na Internet (propaganda, conteúdo e inscrições) 2-Ambiente fechado de interação com os alunos (mais conteúdos, chats, dúvidas, webconferências e avaliações) COMO MINISTRAMOS UM CURSO A DISTÂNCIA? O curso “Vacinas” 1-Site aberto e próprio de divulgação na Internet (propaganda, conteúdo e inscrições) 2-Ambiente fechado de interação com os alunos (mais conteúdos, chats, dúvidas, webconferências e avaliações)

57 EXEMPLO DE CONTEÚDO CONTRUÍDO PARA SER OFERECIDO A DISTÂNCIA “A construção do conteúdo para ser ministrado não presencial deve ter uma identidade própria e é totalmente diferente da apresentação para o ensino presencial”. 2-CD-ROM + Fascículo (correio) Vamos ver o CD rodando... VacinasVacinas EXEMPLO DE CONTEÚDO CONTRUÍDO PARA SER OFERECIDO A DISTÂNCIA “A construção do conteúdo para ser ministrado não presencial deve ter uma identidade própria e é totalmente diferente da apresentação para o ensino presencial”. 2-CD-ROM + Fascículo (correio) Vamos ver o CD rodando... VacinasVacinas

58 SITES DISPONÍVEIS 1-Centro Virtual de Toxinologia do CEVAP 2-The Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases 3-Centro Virtual de Ensino 4-Home page sobre Vacinas SITES DISPONÍVEIS 1-Centro Virtual de Toxinologia do CEVAP 2-The Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases 3-Centro Virtual de Ensino 4-Home page sobre Vacinas

59 FERRAMENTAS E SERVIÇOS 1-TeleHomEcare – Tele-atendimento em animais peçonhentos 2-Ambiente virtual de ensino (Plataforma) 3-Sala de aula virtual FERRAMENTAS E SERVIÇOS 1-TeleHomEcare – Tele-atendimento em animais peçonhentos 2-Ambiente virtual de ensino (Plataforma) 3-Sala de aula virtual

60 CONCLUSÕES FINAIS 1-Em decorrência do crescimento explosivo do conhecimento a ciência precisa ser reescrita associando-se diferentes mídias. Só assim, conseguiremos formar estes jovens com pensamento acelerado! 2-A política das Universidades deveria ser: Reescrever a ciência para os seus cursos de graduação e oferecer às demais como cursos de extensão universitária. 1-Em decorrência do crescimento explosivo do conhecimento a ciência precisa ser reescrita associando-se diferentes mídias. Só assim, conseguiremos formar estes jovens com pensamento acelerado! 2-A política das Universidades deveria ser: Reescrever a ciência para os seus cursos de graduação e oferecer às demais como cursos de extensão universitária.

61 REFERÊNCIASREFERÊNCIAS 1-Barraviera B. Editoração eletrônica científica – apostando em uma nova mídia. Fundibio, Botucatu, 1997, 222p. 2-Sarmento e Souza MF, Cataneo A, Barraviera B. Evaluation of the impact of printed matter, video, and multimedia on the learning-teaching process in Tropical Diseases. J. Venom. Anim. Toxins, 7, 2, , Barraviera B, Sarmento e Souza MF. Uso de novas mídias no ensino da Medicina Tropical. In: Medicina Tropical, Cimerman S & Cimerman B., Atheneu, São Paulo, p.661-5, Sarmento e Souza MF, Ferreira ASSB, Martinez JC, Barraviera B. The impact of multimedia on teaching Tropical Medicine. J. Venom. Anim. Toxins incl. Trop. Dis. 10, 2, , Barraviera B. Editoração eletrônica científica – apostando em uma nova mídia. Fundibio, Botucatu, 1997, 222p. 2-Sarmento e Souza MF, Cataneo A, Barraviera B. Evaluation of the impact of printed matter, video, and multimedia on the learning-teaching process in Tropical Diseases. J. Venom. Anim. Toxins, 7, 2, , Barraviera B, Sarmento e Souza MF. Uso de novas mídias no ensino da Medicina Tropical. In: Medicina Tropical, Cimerman S & Cimerman B., Atheneu, São Paulo, p.661-5, Sarmento e Souza MF, Ferreira ASSB, Martinez JC, Barraviera B. The impact of multimedia on teaching Tropical Medicine. J. Venom. Anim. Toxins incl. Trop. Dis. 10, 2, , 2004.

62 “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina” Cora Coralina Cora Coralina

63 Pela atenção, Muito obrigado!!! Pela atenção, Muito obrigado!!! Esta aula está disponível no endereço eletrônico abaixo: Site: Esta aula está disponível no endereço eletrônico abaixo: Site:


Carregar ppt "A IMPLANTAÇÃO DO ENSINO A DISTÂNCIA NA UNESP - O CASO CEVAP - Passado, Presente e Futuro Benedito Barraviera Professor Titular do Departamento de Doenças."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google