A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ARQº JOÃO VALTER TOSCANO SÃO PAULO 2012 Luiz Fernando N. M.Pedrosa MATERIAIS E RECURSOS TECNOLÓGICOS FMU – FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ARQº JOÃO VALTER TOSCANO SÃO PAULO 2012 Luiz Fernando N. M.Pedrosa MATERIAIS E RECURSOS TECNOLÓGICOS FMU – FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS."— Transcrição da apresentação:

1 ARQº JOÃO VALTER TOSCANO SÃO PAULO 2012 Luiz Fernando N. M.Pedrosa MATERIAIS E RECURSOS TECNOLÓGICOS FMU – FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

2  Projetada em 1985 pelo arquiteto João Walter Toscano, a Estação de Metrô linha 5 lilás, denominada Estação Largo 13 de Maio está inserida na região do Largo Treze, na margem do rio Pinheiros, zona Sul da Cidade de São Paulo.  Esta é uma das estações mais importantes da cidade de São Paulo, recebendo fluxos de ônibus, trólebus e automóveis que legam um grande número de passageiro para utilizar esta importante estação de Metrô.

3  A concepção dom projeto estrutural é baseado na utilização do aço cortem, por definição do cliente, possibilitando uma liberdade no desenvolvimento do projeto, criando uma distribuição espacial interessante, principalmente nas formas dos pilares e na distribuição de todo o programa ali inserido.  O sistema estrutural adotado gira entorno de um sistema misto de fundações, pilares de concreto armado para sustentação dos pórticos metálicos de aço cortem, plataformas e muro de arrimo de concreto armado.  Para o desenvolvimento do pórtico, ele foi modulado de 20 em vinte metros, sustentam um mezanino de vigas metálicas e laje de concreto, com tirantes verticais presos na viga do pórtico além de ancoragem nos tirantes horizontais, desta forma sustentando o mezanino.

4  Pórtico de aço cortem com chapas soldadas, parafusado sobre um pilar de concreto armado, com utilização de contraventamentos para dar estabilidade estrutural a estação. Estes pórticos além de estrutural, proporcionam um conceito de brise para a plataforma.

5  Detalhe da plataforma com a escada de aço galvanizado e tirantes, além do detalhe do mezanino com tirantes no sentido horizontal e vertical.

6  Vista da Estação, através da Ciclofaixa que percorre a estensão do Rio Pinheiros  Nesta vista, pode-se observar a fachada translúcida, com a inserção de placas de vidro, pórticos metálicos, funcionando como brise, além da utilização da escada metálica atirantada e contraventamentos verticais pela fachada.

7  Nestas duas imagens, é interessante entender como foi o processo de montagem da estação. Primeiro foi concretado pilares de concreto armado, de 20 em 20 metros de vão cada, para ser parafusado o perfil metálico da base do pórtico. Depois de parafusado e travado com contraventamentos no sentido longitudinal, foi parafusado uma viga metálica de 1000mm de altura.

8  As instalações elétricas da rampa de acesso, foi utilizado luminárias canaletas por toda a seção e todos os eletrodutos estão aparentes, como um dos conceitos arquitetônicos utilizado pelo arquiteto, tornando a obra sempre dissecada.

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22


Carregar ppt "ARQº JOÃO VALTER TOSCANO SÃO PAULO 2012 Luiz Fernando N. M.Pedrosa MATERIAIS E RECURSOS TECNOLÓGICOS FMU – FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google