A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Melhoria de Processo: O Modelo IDEAL Prof. Alexandre Vasconcelos 1/24.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Melhoria de Processo: O Modelo IDEAL Prof. Alexandre Vasconcelos 1/24."— Transcrição da apresentação:

1 Melhoria de Processo: O Modelo IDEAL Prof. Alexandre Vasconcelos 1/24

2 Melhoria de Processo: O Modelo IDEAL Modelo para Melhoria de Processo de Software, desenvolvido pelo Software Engineering Institute Consiste de 5 fases –I (Initiating) estabelecimeno da infra-estrutura inicial, regras e responsabilidades são definidas –D (Diagnosing) Determinação do gap da situação atual com relação à desejada –E (Establishing) Estabelecimento de objetivos e prioridades (elaboração do plano de ação) –A (Acting) Execução do trabalho de acordo com o plano –L (Learning) aprendizado sobre experiências e definição de melhorias para novos ciclos 2/24

3 3/24

4 Melhoria de Processo: O Modelo IDEAL: Fases Fase de iniciação: quando o patrocínio e a infra- estrutura de melhoria do processo de software são definidos e estabelecidos. –Atividades »Estímulo para mudança »Estabelecer o contexto »Construir patrocinio »Estabelecer a infra-estrutura 4/24

5 Melhoria de Processo: O Modelo IDEAL: Fases Fase de diagnóstico: quando avaliações são conduzidas para estabelecer a linha base de maturidade do processo de software e um conjunto de recomendações de melhoria é comunicado à organização. –Atividades: »Caracterizar o estado atual »Desenvolver recomendações 5/24

6 Melhoria de Processo: O Modelo IDEAL: Fases Fase de estabelecimento: quando a infra-estrutura de melhoria do processo de software é construída, incluindo a formação de equipes de trabalho nos processos e a definição de estratégias de melhoria do processo de software e planos táticos. –Atividades: »Estabelecer prioridades »Desenvolver estratégia »Planejar ações 6/24

7 Melhoria de Processo: O Modelo IDEAL: Fases Fase de ação: quando as melhorias são implementadas. –Atividades »Criar solução »Executar e Testar solução »Refinar solução »Implementar solução 7/24

8 Aplicação: Reforma do Prédio do SEI Prof. Alexandre Vasconcelos 8/24

9 Aplicação Estímulo para Mudança (Iniciação) Paredes sujas, manchadas, rachadas e arranhadas Má imagem para o SEI 9/24

10 Aplicação Estabelecimento do Contexto (Iniciação) Inúmeras pessoas trabalhando, algumas em horário integral Impossibilidade de proibição prolongada de acesso Necessidade de realizar reforma de maneira mais rápida e economicamente possível 10/24

11 Aplicação Construção do Patrocínio (Iniciação) Dono do prédio (patrocinador) –Com base nos termos de acordo no aluguel - o prédio deveria ter sido pintado a cada cinco anos 11/24

12 Aplicação Estabelecimento da Infra-estrutura (Iniciação) O esforço foi dividido em 4 equipes, coordenadas pelo gerente de serviço do prédio: –Grupo de limpeza –Responsáveis pelos telefones –Equipe de suporte computacional –Equipe de serviços do prédio 12/24

13 Aplicação Caracterização do Estado Atual (Diagnóstico) Prédio não era pintado nem limpado a mais de 10 anos Paredes e tetos sujos, rachados e/ou furados Necessidade de limpeza de todos os espaços e que reparos fossem realizados 13/24

14 Aplicação Desenvolver Recomendação (Diagnóstico) Limpar e pintar o prédio durante o expediente normal de negócios 14/24

15 Aplicação Estabelecimento de Prioridades (Estabelecimento) Saúde e conveniência dos empregados Interromper as operações o mínimo possível Qualidade do trabalho - a qualidade da limpeza e da pintura não podia ser comprometida por nenhuma razão 15/24

16 Aplicação Desenvolver Estatégia (Estabelecimento) Pintura realizada durante horário de descanso dos empregados Pintura de secagem lenta deveriam ser feitas nos finais de semana Limpeza e pintura da sala deveriam ser programadas com os empregados e não poderiam durar mais de 3 dias Funcionários responsáveis por embalar seus próprios pertences Deveriam ser pintadas 6 salas por dia 16/24

17 Aplicação Planejamento de ações (Estabelecimento) Mudança e limpeza, 15 de janeiro Pintura, 16 de janeiro Nova mudança, 17 de janeiro Área comum e pinturas com tinta de secagem lenta, fim de semana, 19 de janeiro 17/24

18 Aplicação Criar Solução (Ação) Desenvolver procedimento usado para pintar uma única sala Pintar o restante seria uma técnica iterativa e incremental 18/24

19 Aplicação Execução e teste da solução Primeira semana: “Solução com um projeto piloto ” 3 falhas principais: –coordenação entre a equipe de suporte computacional e a equipe de limpeza (conflitos de horário) –pouca disponibilidade de caixas para embalar os pertences –o movimento constante dos itens no prédio 19/24

20 Aplicação Refinamento da Solução mudança feita pela equipe de suporte computacional foi às 9:00 AM ao invés de 12:00 PM, evitando contato com a equipe de limpeza grande número caixas extras equipamentos de som (fones) e atividades extras para evitar estresse aos funcionários 20/24

21 Aplicação Implementação da Solução Esta fase pode ser repetida mais de uma vez Pintura do prédio inteiro de acordo com o procedimento revisado pelas atividades anteriores Todos os envolvidos sabiam do progresso da execução do serviço a partir dos feedbacks dados ao Gerente de Serviço 21/24

22 Aplicação Analisar e Validar Comparar os resultados do esforço da melhoria com seus objetivos Coletar e analisar as lições aprendidas do esforço –A questão das caixas para a embalagem poderia ter sido mais bem assegurada, como também a questão do equipamento computacional. documentadas para uso em esforços subseqüentes de natureza similar. 22/24

23 Aplicação Propor Ações Futuras Instalação do tapete novo, usando um procedimento similar à pintura com pequenas adaptações com base nas lições aprendidas –Ameaça mais séria à alergia do que a pintura 23/24

24 Referências Kautz, Karlheinz; Hansen, Henrik; Thaysen, Kim. Applying and adjusting a Software Process Improvement Model in Practice: The use of the IDEAL Model in a Small Software Enterprise, ACM-ICSE 2000, Limerick, Ireland Börjesson, Ana; Mathiassen, Lars; Making SPI Happen: The IDEAL Distribution of Effort; IT University, Gothenburg, Sweden. IEEE- HICSS´03 24/24


Carregar ppt "Melhoria de Processo: O Modelo IDEAL Prof. Alexandre Vasconcelos 1/24."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google