A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Diagnóstico das Intoxicações por Drogas de Abuso As várias faces do êxtase Adriana Mello Barotto Centro de Informações Toxicológicas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Diagnóstico das Intoxicações por Drogas de Abuso As várias faces do êxtase Adriana Mello Barotto Centro de Informações Toxicológicas."— Transcrição da apresentação:

1 Diagnóstico das Intoxicações por Drogas de Abuso As várias faces do êxtase Adriana Mello Barotto Centro de Informações Toxicológicas de Santa Catarina – CIT/SC GETOF / DVS/ SES e HU/UFSC

2 Êxtase – 3,4- metilenodioximetanfetamina (MDMA) “Droga do amor”, XTC, E, Adam, MDM, bala Fonte:

3 ÊXTASE - MDMA Derivado de anfetamina que combina propriedades estimulantes e alucinógenas Pode conter outras substâncias (MDEA, anfetaminas, ketamina, cafeína...) Efeitos primários “positivos” – aumento da auto-estima, simpatia e empatia, melhora da comunicação e relação com as pessoas, sentimento de euforia, aumento da energia emocional e física. -“entactógeno” (?) Tolerância : aumento de efeitos indesejáveis (trismo, náusea, dores musculares, sudorese, taquicardia, fadiga, insônia) e diminuição dos efeitos “prazerosos” Ferigolo, M.; Medeiros, F.B.; Barros, H.M.T. Rev Saúde Pública, 32(5):487-95, Frare, G.L. Trabalho de Conclusão do Curso de Medicina, UFSC, 2006.

4 ÊXTASE (MDMA) - HISTÓRICO Síntese – 1912? 1914 – Merck 1965 – Shulgin (EUA)- produziu e consumiu MDMA – ”prazeroso” 1978 – auxiliar psicoterapêutico 1977 a 1984 – época de ouro da pesquisa terapêutica com MDMA 1985 – Episódio China White Até 1985 não era uma subst. Controlada e era legalmente disponível 1985 – EUA – Comissão de emergência – Categoria – Peroutka – Univ. Stanford – EUA – 39% já haviam utilizado êxtase Almeida, S.P.; Silva, M.T.A. Rev. Panamericana de Salud Pública, , 2000 Peroutka, S.J. N Engl J Med, 317: , 1987 Ferigolo, M.; Medeiros, F.B.; Barros, H.M.T. Rev Saúde Pública, 32(5):487-95, 1998.

5 ÊXTASE - HISTÓRICO Europa – Ibiza (Espanha) – “Raves” 1990 (Reino Unido) – proibição “raves” Cultura “dance clubber” Ilegalidade não diminuiu o número de usuários Almeida, S.P., Silva, M.T.A. Revista Panamericana de Salud Pública, , 2000

6 ÊXTASE - HISTÓRICO Brasil – 1994 (São Paulo) - Amsterdã - grupo seleto de pessoas em clubes noturnos “Raves” – Primeiro laboratório de êxtase em São Paulo. Atualmente – “raves” e clubes noturnos embalados por música eletrônica. Custo por comprimido entre 30 e 50 reais. Classe média e alta. Almeida, S.P., Silva, M.T.A. Revista Panamericana de Salud Pública, , 2000 Almeida, S.P., Silva, M.T.A. Rev Bras Psiquiatr, 2003;25(1):11-7.

7 ÊXTASE – MECANISMOS DE AÇÃO - Promove a liberação de serotonina (5-HT) e Dopamina - Inibe a recaptação da 5-HT, Dopamina e Noradrenalina - Diminui a atividade da Enzima Triptofano Hidroxilase (TPH) “Esgotamento intraneural de serotonina” - Afinidade por receptor alfa 2 adrenérgico, M1 colinérgico e H1 Histaminérgico. a curto prazo: Almeida, S.P.; Silva, M.T.A. Revista Panamericana de Salud Pública, , Frare, G.L. Trabalho de Conclusão do Curso de Medicina, UFSC, 2006.

8 ÊXTASE – MECANISMOS DE AÇÃO - ↓ duradouras nos níveis de 5-HT e 5-HIAA. -↓ atividade da TPH até 1 semana após sua administração – síntese de nova enzima – possível formação de um metabólito tóxico (?) neurotoxidade - problemas físicos e psiquiátricos: ↓ memória, paranóia, depressão, ataques de pânico a longo prazo : Lyles, J.; Cadet Research Reviews 42, , 2003 Almeida, S.P.; Silva, M.T.A. Revista Panamericana de Salud Pública,

9 ÊXTASE – INTOXICAÇÃO Hipertensão, taquicardia e taquipnéia. Nos casos graves: hipertermia, hipotensão e colapso cardiovascular. Midríase Arritmias Edema agudo de pulmão não cardiogênico e SARA Neurológico: excitação, agitação, anorexia, nistagmo, delírio, convulsões e coma. Edema cerebral, com hiponatremia e SIADH. Náuseas, vômitos e diarréia. Hepatotoxicidade. Sinais e sintomas Micromedex Healthcare Series – POISINDEX – 2007

10 ÊXTASE – INTOXICAÇÃO Rabdomiólise e mioglobinúria – IRA Acidose metabólica (láctica) Hipercalemia e desidratação Coagulopatia (CIVD) e trombocitopenia Palidez, diaforese e piloereção Espasmos musculares, tremores, hiperreflexia, mioclonia, opistótono, rigidez, acinesia Ansiedade, comportamento antisocial, instabilidade emocional, euforia, paranóia e alucinações. Sinais e Sintomas Micromedex Healthcare Series – POISINDEX – 2007 Frare, G.L. Trabalho de Conclusão do Curso de Medicina, UFSC, 2006.

11 ÊXTASE – AVALIAÇÃO LABORATORIAL Eletrólitos (sódio), CPK / CK-MB, gasometria arterial, função renal, função hepática, glicemia, coagulação (TAP, TTPa, plaquetas), parcial de urina. Pode-se colher 30ml de urina para a confirmação da utilização de MDMA. Essa substância pode ser detectada na urina até hs pela triagem toxicológica habitual de drogas de abuso (metanfetamina). Exames Micromedex Healthcare Series – POISINDEX – 2007

12 Complicação 1: ENCEFALOPATIA Intoxicação Hídrica e Hiponatremia Ingestão exagerada de água Secreção inapropriada do hormônio anti-diurético (ADH), mediada pela ação serotoninérgica. hypothala mus ACT H TS H FS H LHLH PRL GH ADH Ocytoci n hypophy sis Hartung, T.K.; Schofield, E.; Short, A.I.; Parr, M.J.A.;Henry, Q.J. Med, 95:431-7, Nas festas, o stress agudo e o excesso de estímulos visuais e auditivos podem contribuir para secreção do ADH.

13 Estudo: Êxtase e Secreção Inapropriada do ADH Estudo de 2006 compara usuários de êxtase (clubbers) com não usuários mostrando que há aumento na secreção de ADH e ocitocina nos usuários. Média da concentração de ADH aumentou no grupo MDMA (1.28 +/ para / pmol/l), mas diminuiu nos outros participantes (1.23 +/ para / pmol/l). Wolff, K.; Tsapakis, E.M.; Winstock, A.R.; Hartley, D.; Holt, D.; Forsling, M.L.; Aitchison, K.J. J Psychopharmacol. 20(3):400-10, 2006

14 Mecanismo de Ação ADH

15 ENCEFALOPATIA HIPONATRÊMICA Sinais e sintomas: - Cefaléia, náuseas e vômitos, astenia, confusão mental, alucinações, ↓ consciência, coma, convulsões. - Dosagem do Sódio Sérico (usualmente < 120 mEq/l) - Tomografia Computadorizada revelando edema cerebral DIAGNÓSTICO OBS: Em todo o paciente com suspeita de intoxicação por êxtase deve-se dosar a Natremia Hartung, T.K.; Schofield, E.; Short, A.I.; Parr, M.J.A.; Henry, Q.J. Med, 95:431-7, 2002

16 TRATAMENTO DA INTOXICAÇÃO HÍDRICA Restrição de água livre (água, soro glicosado) Níveis séricos de Sódio baixos, associado a um quadro clínico crítico (sinais de edema cerebral, coma, convulsões) –Iniciar infusão de NaCl a 3 % a velocidade de 1 a 2 mEq/kg/hora. –A reposição não deve ultrapassar 12 mEq/l nas primeiras 24 horas (risco de síndrome da desmielinização osmótica) Diurético de alça (furosemide) Suporte clínico avançado Hartung, T.K.; Schofield, E.; Short, A.I.; Parr, M.J.A.; Henry, Q.J. Med, 95:431-7, 2002

17 Complicação 2: HIPERTERMIA São descritas temperaturas > 43 graus celsius Hipertermia induz: rabdomiólise, mioglobinúria, insuficiência renal aguda, dano hepático e CIVD. Condições de uso favorecem a hipertermia O aumento da Temperatura parece ser dose dependente No Reino Unido 15 pessoas/ano morrem após a ingestão de MDMA e a maioria destas mortes é atribuída a conseqüências da hipertermia.. Green, A.R.; O’Shea, E.; Colado, M.I.A. European Journal of Pharmacology, 500, 3-13, 2004

18 TRATAMENTO DA HIPERTERMIA Uso de BZD, minimizar esforço, aumentar perda de calor (retirar roupas, banho de esponja e ventiladores), banhos de imersão Hidratação abundante (Soro Fisiológico) Dantrolene pode ser utilizado nos pacientes que não respondem aos BZDs e às medidas agressivas de resfriamento corporal. Dose total relatada 1-10 mg/kg Micromedex Healthcare Series – POISINDEX – 2007

19 ÊXTASE “... ainda há lacunas sobre o mecanismo de ação da MDMA, sobre a interação da MDMA com outras substâncias, sobre os motivos das diferenças nas reações individuais à droga e sobre as conseqüências do uso a longo prazo.” “É fundamental a capacitação de profissionais de saúde para intervenções médicas de emergência em casos de intoxicação e complicações do uso.” Almeida, S.P.; Silva, M.T.A. Rev. Panamericana de Salud Pública, , 2000

20 OBRIGADA!


Carregar ppt "Diagnóstico das Intoxicações por Drogas de Abuso As várias faces do êxtase Adriana Mello Barotto Centro de Informações Toxicológicas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google