A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS É o ambiente onde as instituições desempenham a função de intermediação financeira (multiplicador monetário)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS É o ambiente onde as instituições desempenham a função de intermediação financeira (multiplicador monetário)"— Transcrição da apresentação:

1 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS É o ambiente onde as instituições desempenham a função de intermediação financeira (multiplicador monetário) A intermediação financeira desenvolve-se de forma segmentada: Mercado Monetário Mercado de Crédito Mercado de Capitais Mercado Cambial A moeda de troca entre esses mercados é a TAXA DE JUROS Mercado Financeiro Alexandre Assaf Neto Atlas

2 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS MERCADO MONETÁRIO Envolve as operações de curto e curtíssimo prazos, visando o controle da liquidez monetária da economia Papéis emitidos com reduzidos prazos de resgate e alta liquidez –BACEN: para a execução da política monetária do Governo Federal (Bônus Banco Central) –Tesouro Nacional: para o financiamento do orçamento público (Notas e Letras do Tesouro Nacional) –Estados e Municípios –CDI, CDB e RDB e Debêntures –Precatórios.

3 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS SISTEMAS DE CUSTÓDIA E LIQUIDAÇÃO DE TÍTULOS (SELIC E CETIP) BACEN – 1979 e 1986; Sistema que controla e liquida financeiramente as operações de títulos públicos e privados; Objetivam promover a boa liquidação das operações do mercado monetário, propiciando segurança e autenticidade aos negócios realizados; Selic em D0 e Cetip em D1; Taxa diária da Selic (overnight) permite as instituições financeiras adquirir e vender títulos; Tida como taxa livre de risco da economia; Importante referencial para a formação dos juros de mercado; Taxa da Cetip ligeiramente maior que a Selic (Risco do Título).

4 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS TÍTULOS PÚBLICOS Representativos da dívida pública federal, estadual e municipal. TIPOS DE TÍTULOS PÚBLICOS LETRAS DO TESOURO NACIONAL Negociados com deságio; Emitidos, normalmente, com prazo mínimo de 28 dias. LETRAS FINANCEIRAS DO TESOURO Taxa media da Selic; Papéis atraentes com prazos de emissão definidos pelo TN.

5 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS NOTAS DO TESOURO NACIONAL Rendimentos pós-fixados; Juros pagos periodicamente; Prazo mínimo de emissão é de três meses; Emissões com prazos e rendimentos diferentes. BÔNUS DO BANCO CENTRAL Curto prazo (28, 35, 42 e 49 dias); Utilizados nos leilões de títulos públicos do BACEN; Rendimentos pré-fixados. LETRA DO BANCO CENTRAL Taxa media da Selic; Papéis atraentes com prazos de emissão definidos pelo TN; São ativos quase-moeda. NOTAS DO BANCO CENTRAL Curto prazo (28, 35, 42 e 49 dias); Utilizados nos leilões de títulos públicos do BACEN; Rendimentos pré-fixados.

6 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS MERCADO ABERTO Mercado onde os títulos públicos são transacionados com o objetivo de controle da liquidez monetária BACEN ii´ Instituições Financ. Instituições Financeiras LeilãoVenda Mercado Primário Mercado Secundário Open Market Overnight Dealers Venda com compromisso de recompra

7 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS BANCOS COMERCIAIS Multiplicador Monetário Agente monetário das Autoridades Monetárias DEPÓSITOS A VISTA: recursos captados que podem ser sacados pelos depositantes mediante a emissão de cheque. Tipicamente não remunerados, constituem-se na forma mais vantajosa de captação dos bancos. DEPÓSITOS A PRAZO: recursos captados através dos instrumentos denominados CDB, RDB e outros. EMISSÃO DE TÍTULOS PÚBLICOS; DEPÓSITOS COMPULSÓRIOS: recolhimento ao BACEN de parcelas do volume de recursos captados pelo sistema bancário.

8 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS CERTIFICADO DE DEPÓSITO BANCÁRIO - CDB Obrigação de pagamento futura de um capital aplicado em depósito a prazo fixo Destina-se ao financiamento de capital de giro das empresas Emissão em função do volume de crédito demandado pelas empresas Pode ser transferido por meio de endosso, sendo, portanto negociável no mercado RECIBO DE DEPÓSITO BANCÁRIO - RDB Obrigatoriamente nominativos e intransferíveis Variações nas taxas de juros pagas

9 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS CERTIFICADOS DE DEPÓSITOS INTERFINANCEIROS - CDI Títulos emitidos pelas IF que atuam no Mercado Interfinanceiro, de forma restrita, comprando ou vendendo dinheiro Taxas definidas diariamente em função do volume de negócios realizados Taxas baseadas nas taxas de juros reais e nas taxas da inflação Taxas amplamente divulgadas pela imprensa Tida como uma taxa básica do mercado financeiro

10 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS RESPONSABILIDADES DOS BANCOS COMERCIAIS Equilibrar as contas de débito e crédito das diversas transações financeiras realizadas  Mercado Interfinanceiro  acerto de liquidez Quando não for possível fechar a posição de caixa no mercado, as instituições podem recorrer ao BACEN por meio das operações de redesconto de liquidez = CUIDADO = operação de caráter punitivo

11 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS MERCADO DE TÍTULOS DE DÍVIDA EXTERNA Papéis emitidos pelas economias mundiais como conseqüência de negociações de dívidas com credores privados externos e organismos financeiros internacionais (FMI e Banco Mundial); O principal papel da dívida externa do Brasil é o BOND (após 1994 Bradies Bonds) - C-bonds, Par bonds, etc. Bonds são títulos de renda fixa que prometem pagar a seus investidores determinado fluxo futuro de rendimentos; Não são nada mais que notas promissórias emitidas sem garantias reais que pagam juros periódicos ou um montante fixo ao final do prazo de emissão.

12 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS MERCADO DE CRÉDITO – PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS Suprir as necessidades de caixa de curto e médio prazos dos vários agentes econômicos; Operações são tipicamente realizadas pelos bancos comerciais e múltiplos. PRINCIPAIS PRODUTOS EMPRÉSTIMOS DE CURTO E MÉDIO PRAZOS Desconto Bancário Contas Garantidas Créditos Rotativos Hot Money - CDI Empréstimos Capital de Giro Empréstimos Pagamento Tributos Vendor Resolução 63 / 4131 Crédito Direto ao Consumidor Assunção de Dívidas ACC / ACE Commercial papers Export notes

13 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS COMMERCIAL PAPERS Constitui-se numa nota promissória de curto prazo emitida por uma sociedade tomadora de recursos para financiar seu capital de giro A garantia do título é o próprio desempenho da empresa A maior vantagem é o custo muitas vezes inferior às taxas de juros praticadas nos empréstimos bancários, principalmente em função do emitente poder colocar diretamente o título no mercado EXPORT NOTE Cessão de créditos provenientes de contratos de exportação de bens e serviços firmados por empresas brasileiras Transfere a um investidor os direitos provenientes da exportação realizada, recebendo em troca o correspondente em moeda nacional Título negociável no mercado financeiro

14 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS SERVIÇOS BANCÁRIOS Forma que o sistema bancário tem de financiar os custos fixos de suas agências e obter ganhos através do FLOATING; Floating: retenção temporária de recursos de terceiros, proporcionando ganhos financeiros provenientes da aplicação de valores até a data de entrega a seus proprietários. Saldos e Extratos DOC´s Acessos Eletrônicos Requisições Avulsas Caixas Eletrônicos Cartões de Crédito Cobranças

15 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS MERCADO CAMBIAL É o segmento financeiro em que ocorrem operações de compras e vendas de moedas internacionais conversíveis Quem opera no mercado cambial? Agentes econômicos que realizam transações com o exterior, tais como: –Operadores de comércio internacional –Instituições Financeiras –Investidores –Bancos Centrais Que tipo de Operação? –Pagto. Importação e Recbto. Exportação –Amortização de compromissos com credores estrangeiros –Empresas multinacionais remeter/receber capital e dividendos –Turistas

16 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS Transacionar divisas Inst. Financeiras Operadores de Câmbio Corretoras de Câmbio CC = Intermediários Aproximar as partes interessadas em negociar divisas e municiar de informações sobre o mercado Agentes Econômicos Compra e Venda de Moedas

17 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS TAXAS INTERNACIONAIS DE JUROS LIBOR – London Interbank Offered Rate Taxa de juros interbancária do mercado de Londres Taxa de referência para operações com prazo médio de 02 anos Normalmente acrescida de um spread nas operações brasileiras PRIME RATE Taxa de juros cobrada pelos bancos americanos de seus clientes classificados como preferenciais Normalmente acrescida de um spread nas operações brasileiras Normalmente o risco de uma operação pode ser calculado pela diferença entre a prime rate + spread e a taxa de juros dos títulos emitidos pelo Governo dos EUA (livre de risco)

18 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS OPERAÇÕES FUTURAS Negociação da moeda no presente em paridade e quantidade, ocorrendo a entrega efetiva no futuro. Importador realiza operação a prazo. Quais as opções que possuí para liquidar a operação? Aguardar a data da liquidação => risco cambial moeda exportador; Adquirir moeda de pagamento no mercado cambial futuro a uma taxa definida no momento da compra. Irá existir alguém na outra ponta realizando a operação contrária, isto é, vendendo crédito de divisas no futuro, a uma taxa predeterminada.

19 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS ARBITRAGEM DE CÂMBIO É a possibilidade de obter ganho financeiro em diferentes mercados cambiais. Moeda é adquirida em um mercado onde seu preço for mais baixo e vendido em outro, que opera com um preço mais elevado. No Brasil: R$1,85 = US$1,00 Nos EUA: US$1,00 = R$1,78 Calcular as paridades em relação a moeda forte. Esse desajuste nas taxas de câmbio costuma ser temporário.

20 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS EURO 1992, na Holanda, pelo Tratado de Maastricht 1999 o Euro é adotado oficialmente como Moeda Comum da Europa sob a forma escritural 2002 o Euro passa a circular fisicamente, sendo extinta s as moedas nacionais (marco alemão, peseta espanhola, franco francês, etc.) Exigido rigorosos ajustes de políticas econômicas: Déficit orçamentário não pode exceder a 3% do PIB de cada país Redução das taxas de inflação Surgimento do Banco Central Europeu – Frankfurt, com a missão definir e executar a política monetária do continente e administrar as reservas de todas as operações financeiras da União Européia.

21 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS EURO A adoção de uma moeda única é justificada principalmente: Pelo apoio e facilidades que dará às relações comerciais e financeiras dentro do próprio continente europeu; Pela redução de custos originada da extinção de despesas com pagamentos de comissões cambiais; Por permitir maior comparabilidade entre os preços das diversas economias; Pela ampliação da força política e econômica da Europa no mundo; Pela maior integração européia, visto que todas as decisões econômicas, a partir da Unificação Monetária, terão de ser tomadas em conjunto.

22 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS MERCADO DE CAPITAIS – PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS Papel mais relevante no processo de desenvolvimento econômico; Grande municiador de recursos permanentes para a economia; Esta estruturado para suprir as necessidades de investimentos dos agentes econômicos, por meio de diversas modalidades de financiamentos a médio e longo prazos para capital de giro e capital fixo.

23 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS PRINCIPAIS AGENTES Instituições financeiras não bancárias: –Bancos de investimentos –Bancos de desenvolvimento –Sociedades de crédito, financiamento e investimentos –Sociedades de arrendamento mercantil –Cooperativas de Crédito –Sociedades de Crédito Imobiliário –Associações de poupança e empréstimo

24 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS PRINCIPAIS AGENTES Instituições componentes do sistema de poupança e empréstimo: –Caixa Econômica Federal; –Sociedades de Crédito Imobiliário; –Associações de poupança e empréstimos; –Bancos Múltiplos. O funding (captações) é identificada principalmente pelas cadernetas de poupança e pelos fundos provenientes do FGTS.

25 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS PRINCIPAIS AGENTES Instituições Auxiliares –Bolsas de Valores; –Sociedades Corretoras; –Sociedades Distribuidoras; –Agentes autônomos de investimentos.

26 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS PRINCIPAIS PRODUTOS Financiamento de Capital de Giro: –Bancos comerciais, múltiplos e de investimentos; –Necessidades do Ativo Circulante; –Prazo: 06 a 24 meses; –Amortizações: Prestações ou Americano; –Garantias; –Recursos próprios ou captados (depósito a prazo). Commercial Paper; Linhas de Financiamento para o Desenvolvimento Econômico; Operações de repasse de recursos externos (Res. 63 / 4131); Arrendamento Mercantil (financeiro, lease-back e operacional);

27 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS PRINCIPAIS PRODUTOS Oferta pública de ações e Debêntures; Securitização de Recebíveis; Bonds (Títulos de Dívidas Internacionais); Rating das Dívidas (Standard & Poor´s, Moody´s e Fitch Ratings); Warrants e Títulos Conversíveis; Forfaiting (Factoring sobre um título de exportação); Caderneta de Poupança.

28 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS DR - Depositary Receipts Forma de captar recursos no mercado internacional mediante o lançamento de recibos de depósitos lastreados em ações –ADR = negociados nos Estados Unidos –IDR ou GDR = negociados em outros países –BDR = emitidos por companhias sediadas no exterior e negociados no Brasil O lastro fica custodiado em instituição financeira e o DR é emitido por um banco depositário no exterior O recibo pode ser trocado a qualquer momento pelas ações custodiadas no banco depositário Possibilidade de ter as ações negociadas em outros países Melhora a liquidez dos papéis

29 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS DR - Depositary Receipts - CATEGORIAS Nível I e Nível II –emitidos com base em ações existentes, negociadas e custodiadas –negociados no mercado de balcão –negociadas em Bolsa de Valores e no Nasdaq –não há captação efetiva de novos recursos –não há alteração na posição patrimonial da sociedade Nível III –emitidos com base em efetiva oferta pública de ações –negociados em Bolsas de Valores ou no Nasdaq –há captação efetiva de novos recursos –há alteração na posição patrimonial da sociedade


Carregar ppt "ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA MERCADOS FINANCEIROS É o ambiente onde as instituições desempenham a função de intermediação financeira (multiplicador monetário)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google