A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Conceito de moeda A mercadoria que funciona como medida de valor e também como meio circulante é o dinheiro. A moeda é o signo do valor: ouro, prata, papel.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Conceito de moeda A mercadoria que funciona como medida de valor e também como meio circulante é o dinheiro. A moeda é o signo do valor: ouro, prata, papel."— Transcrição da apresentação:

1 Conceito de moeda A mercadoria que funciona como medida de valor e também como meio circulante é o dinheiro. A moeda é o signo do valor: ouro, prata, papel moeda. A moeda é um objeto que responde a uma necessidade social decorrente da divisão social do trabalho.

2 Funções da moeda Unidade de conta Intermediário de troca Meio de pagamento Reserva de valor A moeda de conta, ou unidade de conta contratual, é a representação intangível da moeda, a moeda como meio de pagamento é a sua representação concreta.

3 Base Monetária O que é: volume total de moedas colocada em circulação pelo Banco Central. B = PMPP + E T Onde: –PMPP = papel moeda em poder do público –E T = encaixe total E T = E c + E n, onde –E c = reserva compulsória –E n = encaixe de negócio ( caixa dos bancos + câmaras de compensação) PMC = PMP + caixa dos bancos

4 A criação de moeda escritural Os bancos comerciais são instituições autorizadas pelo BC a receberem depósitos à vista, portanto, podem criar moeda. Quando um indivíduo faz um empréstimo, o banco realiza uma operação contábil – lança no ativo o valor do empréstimo e o mesmo valor é lançado como empréstimo no lado do passivo.

5 Meios de pagamento Meios de Pagamento (MP): totalidade de ativos possuídos pelo público que pode ser utilizada a qualquer momento para liquidação de qualquer compromisso futuro ou a vista. MP = PMPP + DV bc –Onde PMPP é o montante de papel moeda em poder do público e DV bc é o total dos depósitos à vista nos bancos comerciais. MP = moeda manual + moeda escritural. Os saldos de cartões de crédito não são considerados meios de pagamentos por que são ditos como meio de se obter crédito.

6 O multiplicador monetário Dado que: MP = PMPP + DV bc e B = PMPP + E T Então: MP - DV bc = B - E T, dividindo a equação por MP, tem-se B/MP = 1 - DV bc /MP + E T /MP, dividindo e multiplicando o último termo DV bc, tem-se B/MP = 1 - DV bc /MP + E T /MP x DV bc / DV bc, denominando DV bc /MP de d e E T /DV bc de e, tem-se B/MP = 1 - d +ed ou MP = B/ 1 - d(1-e) Assim, o multiplicador é = 1/1 -d(1-e). Logo, MP = B

7 O multiplicador monetário Dado que: o multiplicador é = 1/1 -d(1-e). –Quanto maior o valor de d maior é o multiplicador –Quanto maior o valor de e menor é o multiplicador Se d = DV bc /MP, quando os bancos adotam uma postura mais agressiva de empréstimos ocorre um aumento do multiplicador. Se e = E T /DV bc, quando o banco central amplia o compulsório, ocorre uma redução no multiplicador.

8 O multiplicador bancário 45 PMPP (moeda manual) Depósitos à vista (moeda escritural) Meios de pagamento $ $ PMPP Encaixes dos bancos Base monetária

9 O multiplicador bancário Base monetária $ $ Meios de pagamento ß M A inclinação de M depende dos valores de d e e

10 Conceitos de liquidez Início do governo Sarney –M1 = PMPP + DV bc –M2 = M1 + saldo dos depósitos de poupança. –M3 = M2 + saldo dos depósitos a prazo. –M4 = M3 + saldo dos títulos federais fora do Bacen Ao longo do governo Sarney –M1 = PMPP + DV bc –M2 = M1+ saldo dos títulos federais fora do Bacen –M3 = M2 + saldo dos depósitos de poupança M4 = M3+ saldo dos depósitos a prazo. A alteração ocorreu em função do aumento da dívida pública – maior colocação de títulos federais no mercado M1 é o conceito restrito os demais são ditos como amplos.

11 Conceitos de liquidez Governo Collor –M1 = PMPP + DV bc –M2 = M1 + saldo do fundo de aplicações financeiras + saldo dos depósitos especiais remunerados + saldos dos títulos públicos ( federais, estaduais e municipais) em poder do público. –M3 = M2 + saldos dos depósitos de poupança. –M4 = M3 + saldos dos títulos privados (depósitos a prazo e letra de câmbio). –M5 = M4 + valores a ordem do Bacen Governo FHC –M1 = PMPP + DV bc –M2 = M1 + saldo das aplicações financeiras com rendimentos diários + saldo dos depósitos especiais remunerados + saldos dos títulos públicos ( federais, estaduais e municipais) em poder do público. –M3 = M2 + saldos dos depósitos de poupança. –M4 = M3 + saldos dos títulos privados (depósitos a prazo e letra de câmbio). O confisco Collor – criou os depósitos especiais, as aplicações diárias e ampliou a aceitação dos títulos públicos (estaduais e municipais)

12 O atual conceito de liquidez A mudança: o ordenamento de seus componentes que era em função do grau de liquidez passa a seguir o critério dos sistemas emissores. M1 é gerado por instituições emissoras de haveres estritamente monetário. M2 engloba o M1 e as demais emissões de alta liquidez realizadas primariamente no mercado interno por instituições depositárias - as que realizam multiplicação de crédito. M3 engloba o M2 e as captações internas por intermédio dos fundos de renda fixa e das carteiras de títulos registrados no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (SELIC). O M4 engloba o M3 e os títulos públicos de alta liquidez.

13 O atual conceito de liquidez Assume-se que as diferenças de graus de liquidez não são significativas no atual estágio de desenvolvimento do SFN. O agregado M3, ao englobar apenas as exigibilidades das instituições depositárias e os fundos de renda fixa, permite discriminar a exposição do SFN à demanda por liquidez. Dentre os títulos federais, apenas os registrados no Selic são considerados como meios de pagamento. Meios de pagamento restritos –M1 = PMPP + DV Meios de pagamento ampliados –M2 = M1 + depósitos especiais remunerados + depósitos de poupança + títulos emitidos por instituições depositárias. –M3 = M2 + quotas de fundos de renda fixa + operações compromissadas registradas no Selic. Poupança Financeira –M4 = M3 + títulos públicos de alta liquidez.


Carregar ppt "Conceito de moeda A mercadoria que funciona como medida de valor e também como meio circulante é o dinheiro. A moeda é o signo do valor: ouro, prata, papel."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google