A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Roberto A Lotufo Diretor Executivo Inova Unicamp A experiência da Agência de Inovação da Unicamp Workshop para Avaliação dos Núcleos de Apoio ao Patenteamento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Roberto A Lotufo Diretor Executivo Inova Unicamp A experiência da Agência de Inovação da Unicamp Workshop para Avaliação dos Núcleos de Apoio ao Patenteamento."— Transcrição da apresentação:

1 Roberto A Lotufo Diretor Executivo Inova Unicamp A experiência da Agência de Inovação da Unicamp Workshop para Avaliação dos Núcleos de Apoio ao Patenteamento e dos ETT Potencialidades Face a Lei de Inovação 20 de outubro de 2005, Rio de Janeiro RJ

2 Unicamp, 2004 Criada em Alunos Alunos de graduação Alunos de graduação formados Alunos de pós-graduação dissertações de mestrado 739 teses de doutorado 20 Unidades de ensino e pesquisa 57 Cursos de graduação 127 Cursos de pos-graduação Professores – 95,2% Doutorado Parcial: 43 (2,4%) Completo: 187 (10,4%) Integral: 1.559(87,2%)

3 Por professor, por ano –1 artigo internacional –1.2 aluno de graduação formado –1 aluno de mestrado formado –0.5 aluno de doutorado formado Propriedade intelectual, por ano (global) –60 patentes depositadas –24 patentes licenciadas (2004) Convênios, por ano (global) –150 contratos de pesquisa colaborativa Indicadores Acadêmicos da Unicamp Indicadores Interação Universidade-Empresa

4 Publicações Científicas da UNICAMP

5 Interação Universidade – Empresa >250 convênios com empresas nos últimos 3 anos P&D –Embraer, CSN, EMS Sigma-Pharma, Embrapa, Cargill –Petrobrás, CPFL, Duke Energy, AES, MinasGás, Light –Villares Metals, Usiminas, Corning –CPqD, Ericsson, Telefônica, –Motorola, Metron, Itautec, Genius, Celéstica –Eaton, Bosch, Caloi, Mahle, Thyssenkrupp, Embraco –Intel, Microsoft, IBM –Cristália, Bristol, Roche, Pfizer, Novartis, Glaxo, Janssen, Aventis, Scherin > 200 convênios com organizações públicas federais, estaduais e municipais nos últimos 3 anos: –Min. da Agricultura, Min. Educação e Cultura, Receita Federal, Infraero, Min. Minas e Energia, Min. Ciência e Tecnologia, Marinha, TSE, IBGE, Incra, BNDES, MDIC, UNESCO, Secr. C&T ESP, Prefeituras, etc.

6 Segundo maior patenteador INPI Fonte: Eduardo M e Albuquerque “Estatísticas de Patentes”, Indicadores Fapesp, 2004

7 Patrimônio Intelectual da Unicamp IFGW contribui com 20 patentes depositadas

8 Agência de Inovação da UNICAMP Entrou em operação em ago/set 2003 Órgão da Reitoria Missão: Fortalecer as parcerias da Unicamp com empresas, órgãos de governo e demais organizações da sociedade, criando oportunidades para que as atividades de ensino e pesquisa se beneficiem dessas interações contribuindo para o desenvolvimento econômico e social do País.

9 Diretorias Diretoria Executiva Diretoria de desenvolvimento de parcerias Diretoria de propriedade intelectual Diretoria de estímulo à criação de incubadoras e Parque Tecnológico

10 Principais Atividades/Programas Propriedade Intelectual – Registro e Licenciamento Workshop de Parceria Inova nos Municípios PIT – Programa de Investigação Tecnológica Estímulo à Criação de Empresas de Base Tecnológica Incamp – Incubadora da Unicamp Pré-incubação nas Empresas Juniores Desenvolvimento e Implantação do Parque Científico e Tecnológico de Campinas

11 Workshops de Parceria 2 workshops: I : UNICAMP II: empresa Caderno de resumos de propostas

12 Diretoria de Propriedade Intelectual 1989 a 2003: –276 patentes depositadas, –49 concedidas no Brasil, –3 contratos (7 patentes) de licenciamento 2004 –Banco de patentes (organização e seleção) –publicado na Internet (jan04) –Melhoria na busca de anterioridade e escrita da patente –50 novos depósitos –Política de Propriedade Intelectual –Grande esforço de licenciamento –Realizados 10 contratos (22 patentes) de licenciamento 2005 (de jan a 30 setembro) –50 novos depósitos de patentes –19 patentes licenciamentas

13 Portfolio (www.inova.unicamp.br)

14

15 Alguns Licenciamentos Anestésicos para aplicação em medicina e odontologia. Tecnologia para recobrimento de stents. Processo de obtenção de cera de torta de filtração de cana de açúcar. Método e dispositivo para teste de surdez de origem genética. Tratamento de efluentes de indústrias. Placa para retenção de humanos em veículos Sistema de automatização de análises químicas. Cereal matinal de castanha-do-brasil com mandioca obtido por extrusão. Produção de nanocompósitos de termoplásticos. RFID - Receptor de Rádio Frequência.

16 I nova Unicamp: Resultados Em 25 meses de atuação: –100 contratos efetivados; (1 por semana) –41 patentes licenciadas; (1,6 por mes) –131 pedidos de patente (1,2 por semana) –19 registros de marcas; –18 registros de SW; –Contato com cerca de instituições.

17 A equipe da Inova (até julho 2005) 4- Agentes de negócios (*) 2- Auxiliares de negócios 3- Analistas técnicos de patentes (buscas de anterioridade, avaliação da patenteabilidade, redação) 3- Incubadora 2- Jurídico (contratos, legislações, impugnações, contextações) 1- Financeiro/Contábil 2- Comunicação/eventos 3- Informática 3- Assessores 2- Gestão da operação equipe fixa mínima: 1 agente de negócios Resto pode ser tercerizado

18 Avaliação pós-graduação pela CAPES Unidades de Ensino e Pesquisa com licenciamento Nota máxima é 7: (6) Faculdade de Engenharia Mecânica (6) Faculdade de Engenharia de Alimentos (6) Instituto de Biologia (7) Instituto de Química (5) Faculdade de Ciências Médicas (7) Centro de Biologia Molecular e Eng. Genética Inovação na Universidade está relacionada com Qualidade Acadêmica

19 Publicação Artigos x Patentes Depósitos Patentes: –Instituto Química: 48,6% –Fac. Eng. Mecânica: 12,1% Publicações em Periódicos Internacionais –Instituto Química: 3,07/ano-pesquisador –Instituto Física: 2,86 –Fac. Eng. Mecânica: 0,96

20 N. de patentes depositadas/Unidade UNIDADE Nº DE PATENTES % Inst. Química ,29 Fac Eng Mecânica50 13,26 Fac Eng Elétrica Compt33 8,75 Fac Eng Alimentos27 7,16 Inst. Física 24 6,36 Fac Eng Agrícola 20 5,30 Fac Odontologia14 3,71 Fac Ciências Médicas12 3,18 Inst Biologia 10 2,65 Centro Bio Mol Genética 05 1,32 Fac Eng Química05 1,32 Fac Educação Física02 0,54 Centro Ens Sup e Tec 02 0,54 Centro P Quim Bio Agr 02 0,54 Inst Mat Est Comp Cient 01 0,27 Fac Eng Civil 01 0,27 Edg. Leuenroth 01 0,27 Núcleo Int Com Sonora 01 0,27 TOTAL ,00

21 Autores: F.Eng.Alimentos/UNICAMP –Park, Scamparini, Sato e Alencar Título: Processo de extração e transformação de isoflavonas glicosiladas de soja em isoflavonas agliconas Patente depositada em 2001 –INPI PI Publicado revista FAPESP nov/2001nov/2001 Licenciado em maio 2004 Empresa: Steviafarma Produção em outubro 2005 Importância Licenciamento

22 Isoflavonas Agliconas

23 Bunge desenvolve com Unicamp pigmento especial para tintas, à base de nanopartículas; mercado potencial chega a US$ 5 bilhões Desenvolvido no Instituto Química, Licenciado para Bunge 1996 Biphor, pigmento branco para tintas à base de água, fabricado a partir de nanopartículas de fosfato de alumínio. o Biphor poderá substituir o dióxido de titânio, atualmente o único pigmento branco utilizado pela indústria Vantagens: 1) não agride o meio ambiente, 2) mais barato e 3) maior desempenho Em cinco anos, estima-se que o Biphor substitua o dióxido de titânio em 10% do mercado. Licenciamento BiPHOR Reportagem Jornal da Unicamp, 3 a 9 de outubro de 2005: aquiaqui

24

25 Gargalo da interação universidade- empresa Diferentes culturas e missões –Universidade: disseminação e avanço do conhecimento –Empresa: Competitividade e sustentação financeira Conflitos: –sigilo –tempo disponível –pesquisar ensinando x pesquisar rápido –natureza da pesquisa desenvolvimento, pq. aplicada e pq básica

26 Mitos da interação universidade-empresa Financiamento da Pesquisa na Universidade: –Nos EUA: indústria financia menos de 8% da pesquisa na universidade Motor do desenvolvimento tecnológico do país –Desenvolvimento Tecnológico é assunto de empresas

27 Importância da Interação Universidade – Empresa Contribuição para a universidade: –Melhoria do ensino e da pesquisa –Desafios trazidos pela Sociedade –Influência nas emendas das disciplinas e temas de pesquisa –Experiência dos alunos Contribuição para a empresa: –Acesso a tecnologia de ponta –Identificação de talentos

28 Vantagens no patenteamento (na universidade) Melhoria da Pesquisa - busca bibliográfica também no banco de patentes Ensino de alunos a patentear Estímulo à Inovação Atração de financiamento privado Maior visibilidade dos resultados pesquisa Método formal de relacionamento com empresas Pouca interferência com ambiente acadêmico: –Pesquisador não precisa ser negociador ou entender de mercado, a Inova faz isto Maior facilidade de comercialização, quando comparado com projetos de pesquisa colaborativa Baixo custo (depósito no Brasil, INPI)

29 Bases de Patentes Bases públicas de consulta de patentes –Escritório americano: USPTO: (www.uspto.org) –Escritórios europeus (www.espacenet.com) Epoline (www.epoline.org) Bases comerciais de patentes –Derwent Innovation Index: (http://isiknowledge.com) –disponibilizada para comunidade brasileira de pesquisa pela Fapesp e pela Capes.

30 Longo tempo de concessão: –USA: 1 – 3 anos; –Israel: 2 – 8 anos; –Europa: 3 – 6 anos; –Japão: 4 – 8 anos; –Brasil: anos. Licenciamento é feito antes da concessão da patente. Concessão da Patente

31 Patentes Nacionais x Internacionais Custo patente nacional é muito maior custos de patente internacional Prática na Unicamp –Deposita-se no INPI –1 ano para comercializar no Brasil –Parceiro empresarial deposita internacionalmente se interessar

32 Programa Investigação Tecnológica – Motivação Reunião entre pesquisador e empresário, Muitas perguntas não respondidas: –Qual estágio de desenvolvimento da tecnologia –Prova de conceito –Aplicações, condições da aplicação –Legislação –Qual é o tamanho do mercado –Investimentos necessários Diligência da Inovação (Instituto Inovação) Custo: R$ 12 a R$ 20 mil quando feito por profissionais Adaptado para ser feito por estudantes (com treinamento) –Missão da universidade –Baixo custo; Larga escala

33 Empresas Juniores 17: universidade com maior número de empresas juniores

34 VellyFarm Agricef, BCS, R.Marum Incubadora da Unicamp Empresas Incubadas

35 Incubadora da Unicamp Empresas Graduadas

36 “Filhas da Unicamp” > 90 companies R$700 mi –IT: 40 –Biotech: 10 –Lasers & optics: 13 –Eng, Food, Cons.:27 fibras ópticas

37 Contatos –Banco de Patentes da Unicamp –Workshops de Parceria –Fale Conosco –Equipe


Carregar ppt "Roberto A Lotufo Diretor Executivo Inova Unicamp A experiência da Agência de Inovação da Unicamp Workshop para Avaliação dos Núcleos de Apoio ao Patenteamento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google