A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O CNPq E A COOPERAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA NA AMÉRICA DO SUL XL Reunião da RECyT 22 de outubro de 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O CNPq E A COOPERAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA NA AMÉRICA DO SUL XL Reunião da RECyT 22 de outubro de 2008."— Transcrição da apresentação:

1 O CNPq E A COOPERAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA NA AMÉRICA DO SUL XL Reunião da RECyT 22 de outubro de 2008

2 PLANO DE AÇÃO 2007/2010 A COOPERAÇÃO INTERNACIONAL E O PAC EM C&T Aprofundamento da cooperação internacional, com programas temáticos orientados à inovação; Expansão e diversificação de parcerias; Maior interação com América Latina e África; Apoio a redes internacionais; Sistemas conjuntos de monitoramento e avaliação; e Novas modalidades (instrumentos, itens de financiamento)

3 - Bolsas no Brasil e no exterior; - Auxílios de curta duração (congressos, missões); - Editais Temáticos e Horizontais (pequenas despesas e equipamentos); - Editais dos Fundos Setoriais; - Convênios (institucionais, ministeriais, etc.); - Parcerias com as Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs). INSTRUMENTOS DE APOIO DO CNPq

4 Projetos conjuntos Temáticos Capacitação de Recursos Humanos 39 convênios (10 com América Latina) 24 Países Editais anuais para mobilidade de pesquisadores CIAM Redes de Nanotecnologia (França) DAADOxford IASSalamanca CESMATPos-Doc Cuba Fulbright GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência e Tecnologia Cooperação Bilateral Projetos conjuntos: - 39 convênios (10 com América Latina) - 24 Países - Editais anuais para mobilidade de pesquisadores Temáticos: - CIAM - Redes de Nanotecnologia (França) Capacitação de Recursos Humanos: - DAAD- IAS - Pós-Doc Cuba - CESMAT - Fulbright - Salamanca COOPERAÇÃO BILATERAL

5 CONVÊNIOS BILATERAIS Mobilidade de pesquisadores financiada em cooperação com agências de fomento parceiras Valor AL : R$ ,00 (16% do total)

6 Convênio CNPq / ANPCyT Convênio CNPq / Agencia Nacional de Promoción Científica y Tecnológica (ANPCyT) Assinado em 07 de março de 2008 Previsão de lançamento do primeiro Edital: 16 de junho 2008 Áreas: Nanotecnologias, Engenharias e Saúde Maior aporte de recursos: até R$ 160 mil por projeto (3 anos) NOVAS AÇÕES DE COOPERAÇÃO BILATERAL

7 O Programa CIAM tem caráter multilateral e visa o estabelecimento de ações cooperativas no Continente Americano, apoiando o intercâmbio de alto nível na área de Ciência e Engenharia dos Materiais, com ênfase em Materiais Avançados. 4° Edital conjunto – outubro de 2008 CIAM – Colaboração Interamericana em Materiais

8 Projetos conjuntos Temáticos Capacitação de Recursos Humanos 39 convênios (10 com América Latina) 24 Países Editais anuais para mobilidade de pesquisadores CIAM Redes de Nanotecnologia (França) DAADOxford IASSalamanca CESMATPos-Doc Cuba Fulbright GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência e Tecnologia Cooperação Bilateral Apoio à Ciência, Tecnologia e Inovação: - Prosul- Proáfrica - CYTED- CPLP - CERN (Suíça) - Ciências Sociais - IBAS (Índia, Brasil e África do Sul) Temáticos: - Mata Atlântica- Ciências do Mar Capacitação de Recursos Humanos: - PEC-PG- TWAS Organismos Internacionais COOPERAÇÃO MULTILATERAL

9 PEC-PG Programa de Estudantes- Convênio de Pós-Graduação Iniciativa CNPq-CAPES-MRE Formação de RH: realização de pós-graduação em IES brasileira por estrangeiros de países em desenvolvimento Cooperação educacional: exclusivamente com os países os quais o Brasil mantém Acordo de Cooperação Cultural e Educacional. Concede bolsas de Mestrado, (até 24 meses – Bolsa do CNPq) e Doutorado (até 48 meses – Bolsa da CAPES). 28 nacionalidades já contempladas EXEMPLOS DE COOPERAÇÃO MULTILATERAL

10 PEC-PG Programa Estudantes -Convênio de Pós-Graduação 205 (77% do total do PEC-PG - CNPq), sendo que para RECYT foram 23 (7%)

11 PEC-PG Programa Estudantes -Convênio de Pós-Graduação

12 Bolsas de Doutorado e Pós-Doutorado no Brasil Desde 2004 concede até 40 bolsas de Doutorado e 10 de Pós-Doutorado para jovens pesquisadores de países em desenvolvimento em instituições de pesquisa brasileiras América Latina: 10 bolsistas de Doutorado e 2 de Pós- Doutorado (aproximadamente 20% do Programa) Convênio CNPq/TWAS

13 CYTED Programa Ibero-Americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Redes Temáticas, Projetos de Pesquisas e Projetos de Pesquisa Consorciados. Investimentos de US$ 500 mil anuais.

14 PROSUL - Programa Sul-Americano de Apoio às Atividades de Cooperação em Ciência e Tecnologia Objetivo: apoiar atividades de cooperação em C,T&I entre grupos brasileiros e dos demais países sul-americanos, que contribuam para o desenvolvimento científico e tecnológico da região, mediante a geração e a apropriação de conhecimento e a elevação da capacidade tecnológica dos países, em temas selecionados por sua relevância estratégica.

15 Editais anuais: (http://www.cnpq.br/editais) Apoio financeiro a: Projetos de P&D&I; Projetos de redes temáticas; Eventos. Todas as áreas do conhecimento.

16

17

18

19

20

21 Obrigado! Assessoria de Cooperação Internacional Lucilene Velo


Carregar ppt "O CNPq E A COOPERAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA NA AMÉRICA DO SUL XL Reunião da RECyT 22 de outubro de 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google