A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Compositor colaborativo on-line.  Usuários e Público-Alvo  Cenário atual, Escopo, Cenário com o Maestro  Gerenciamento  Andamento  Planejamento 

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Compositor colaborativo on-line.  Usuários e Público-Alvo  Cenário atual, Escopo, Cenário com o Maestro  Gerenciamento  Andamento  Planejamento "— Transcrição da apresentação:

1 Compositor colaborativo on-line

2  Usuários e Público-Alvo  Cenário atual, Escopo, Cenário com o Maestro  Gerenciamento  Andamento  Planejamento  Elaboração  Primeira iteração  Arquitetura  Desenvolvimento  Dificuldades encontradas  Plano para a próxima iteração

3

4

5

6

7  Conhecimento médio de Teoria musical Conhecimento teórico

8  Conhecimento médio de Teoria musical  Faixa etária: 16 a 30 anos

9  Conhecimento médio de Teoria musical  Faixa etária: 16 a 30 anos  Compõem em conjunto

10  Conhecimento médio de Teoria musical  Faixa etária: 16 a 30 anos  Compõem em conjunto  Têm acesso à internet ( em casa, lan house ou na faculdade )

11  Conhecimento médio de Teoria musical  Faixa etária: 16 a 30 anos  Compõem em conjunto  Têm acesso à internet ( em casa, lan house ou na faculdade )  Já usam softwares sem colaboração web

12  Uma banda de Heavy metal  Integrantes Roberto(baixo) Luís(guitarra) Leandro(bateria) Elcimar(vocal) Arthur(guitarra)

13  Desktop  Armazena informações em um Arquivo.gp  Edição avançada de partituras e tablaturas  Suporte a vários canais por música  Execução da música em MIDI

14  Guitar Pro => “song.gp”  Compartilhamento: por Focaremos nas dificuldades desse tipo de colaboração “Song.gp”

15 Luís Roberto ElcimarLeandro Arthur ? !!!!!

16

17 Luís Roberto ElcimarLeandro Arthur

18

19  Composição musical

20  Na Web

21  Composição musical  Na Web  Colaborativa

22  Composição musical  Na Web  Colaborativa  Em tempo real

23  Composição musical  Na Web  Colaborativa  Em tempo real  Documento de Requisitos em:

24 Luís Roberto ElcimarLeandro Arthur

25 Luís Arthur Melhor assim, olha! Ah... Verdade! Vê assim agora! ArthurLuís

26 Roberto ElcimarLeandro Arthur Lanhouse Música pronta rapidamente! E contando com a participação de todos.

27  Horários no CIn por semana

28  Avaliação 360º  Determinação  Trabalhar Em Equipe  Entusiasmo  Disponibilidade / Disposição  Proatividade

29

30

31 TarefaPrazo inicialNovo prazoSemáforoResponsável Escopo15 de março-  Design int. usuário Cronograma15 de março-Gerente Riscos15 de março-Arquiteto Plano de Equipe 15 de março-Gerente Plano de Projeto 15 de março-Arquiteto  9 de março a 15 de março

32

33 TarefaPrazo inicialNovo prazoSemáforoResponsável Definir requisitos 19 de março20 de março  Design int. usuário Definir arquitetura 22 de março29 de marçoArquiteto Definir tecnologia 22 de março27 de marçoGerente e arquiteto Treinamento da equipe 22 de março-Arquiteto e Designer  17 de março a 22 de março Motivo: Arquiteto não teve tempo de sozinho entender o projeto como um todo para projetar a arquitetura. Plano de Mitigação: o gerente, o designer e um desenvolvedor foram alocados para ajudá-lo. Motivo: Arquiteto não teve tempo de sozinho entender o projeto como um todo para projetar a arquitetura. Plano de Mitigação: o gerente, o designer e um desenvolvedor foram alocados para ajudá-lo. Motivo: Dificuldade em escolher a melhor tecnologia gráfica para a representação de partituras, requisito crítico do projeto. Plano de Mitigação: todo o grupo foi alocado emergencialmente para testar Applets, Ajax, Flash/Flex e JavaFX Motivo: Dificuldade em escolher a melhor tecnologia gráfica para a representação de partituras, requisito crítico do projeto. Plano de Mitigação: todo o grupo foi alocado emergencialmente para testar Applets, Ajax, Flash/Flex e JavaFX

34

35 TarefaPrazo inicialNovo prazoSemáforoResponsável Definir arquitetura 29 de março-Arquiteto Definir tecnologia 27 de março-Gerente e arquiteto  23 de março a 5 de abril Tarefas remanescentes da elaboração Problema da interface Applets : Simplório Ajax : Complicado JavaFX : Suporte fracoFlash/Flex Problema da interface Applets : Simplório Ajax : Complicado JavaFX : Suporte fraco Flash/Flex

36 TarefaPrazo inicialNovo prazoSemáforoResponsável Definir arquitetura 29 de março-Arquiteto Definir tecnologia 27 de março-Gerente e arquiteto  23 de março a 5 de abril Tarefas remanescentes da elaboração Tecnologias Adotadas  Interface Gráfica: Flex  Representação Musical: MusicXML  Representa partituras  Conversível para MIDI  Banco de dados: MySQL com JDBC  Gratuito, conhecido pela equipe  Servidor: Java e Servlets  Compatível com Flex

37  23 de março a 5 de abril TarefaPrazo inicialNovo prazoSemáforoResponsável Planejar a iteração 23 de março-  Gerente Elaborar protótipo 25 de março7 de abrilDesigner e Designer Int. Us. Redefinir arquitetura 29 de março-Arquiteto Desenvol- vimento 5 de abrilPróxima iteração Desenvolvedores Testes5 de abril-Desenvolvedores Avaliar iteração 5 de abril-Gerente Motivo: Fizemos um prótotipo visual, mas tivemos uma idéia para deixar a interface mais limpa com menos botões e ainda não fizemos o protótipo novo. Plano de Mitigação: explicamos a nova idéia em reunião Motivo: Fizemos um prótotipo visual, mas tivemos uma idéia para deixar a interface mais limpa com menos botões e ainda não fizemos o protótipo novo. Plano de Mitigação: explicamos a nova idéia em reunião Andamento: 28 % Motivo: Dificuldades na comunicação do cliente Flex com o servidor Servlet. Vários requisitos estão só dependendo disso. Plano de Mitigação: três desenvolvedores que finalizaram seus módulos serão realocados Andamento: 28 % Motivo: Dificuldades na comunicação do cliente Flex com o servidor Servlet. Vários requisitos estão só dependendo disso. Plano de Mitigação: três desenvolvedores que finalizaram seus módulos serão realocados

38 Visão (Philippe Kruchten) Visão de Processos Visão de Implantação Visão de Implementação Visão Lógica Visão de Casos de Uso

39

40 Visão (Philippe Kruchten) Visão de Processos Visão de Implantação Visão de Implementação Visão Lógica Visão de Casos de Uso

41 Padrão Arquitetural Layers GUIServiços Classes UtilitáriasPersistência

42 Padrões de Projeto utilizados:  MVC – Camada de apresentação  Singleton – Camada de serviços  Command – Camada de classes utilitárias

43 MVC

44 Visão (Philippe Kruchten) Visão de Processos Visão de Implantação Visão de Implementação Visão Lógica Visão de Casos de Uso

45

46 Visão (Philippe Kruchten) Visão de Processos Visão de Implantação Visão de Implementação Visão Lógica Visão de Casos de Uso

47 Diagrama de Atividades

48  Criar/Abrir/Editar partitura na web  Funciona parcialmente no cliente, sem persistência  Estruturado no servidor, falta a comunicação  Partitura  Funciona parcialmente no cliente, sem persistência  Estruturado no servidor, falta a comunicação  Execução em MIDI  BD => MusicXML => MIDI concluído  O cliente consegue MIDI gerando MusicXML, mas Flex não toca  BD e representação de dados  BD armazena dados compatíveis com MIDI 

49  Teoria musical envolvida  Os integrantes tiveram que aprender rápido  Manipulação de MusicXML  Aprendizado de nova tecnologia  Flex  Configuração do ambiente  IDEs, variáveis, SDKs

50  Devemos continuar com JDBC no banco de dados?  Hibernate seria mais fácil?  Alguma outra tecnologia daria maior suporte à colaboração e a edições concorrentes?  Compatibilidade de dados Cliente x Servidor  Flex e Servidor Java  Comunicação  MIDI

51  6 de abril a 14 de abril TarefaInícioPrazoResponsável Planejar a iteração 4 de abril5 de abrilGerente Elaborar protótipo 6 de abril7 de abrilDesigner e Designer Int. Us. Redefinir arquitetura 6 de abril8 de abrilArquiteto Desenvolvimento6 de abril14 de abrilDesenvolvedores Testes11 de abril14 de abrilDesenvolvedores Avaliar iteração11 de abril14 de abrilGerente

52  Requisitos não implementados da Iteração 1  Múltiplos Canais  Partitura:  Armadura, alteração de fórmulas, pausas  Copiar/recortar/colar compassos (desejável)  Representar os dados do BD graficamente  Precisa da conexão cliente - servidor.  Suporte à colaboração  Edição concorrente

53

54


Carregar ppt "Compositor colaborativo on-line.  Usuários e Público-Alvo  Cenário atual, Escopo, Cenário com o Maestro  Gerenciamento  Andamento  Planejamento "

Apresentações semelhantes


Anúncios Google