A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Programa de Controle da Dengue Gerência de Vigilância Ambiental Sub Secretaria de Vigilância em Saúde Superintendência de Epidemiologia Belo Horizonte,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Programa de Controle da Dengue Gerência de Vigilância Ambiental Sub Secretaria de Vigilância em Saúde Superintendência de Epidemiologia Belo Horizonte,"— Transcrição da apresentação:

1 Programa de Controle da Dengue Gerência de Vigilância Ambiental Sub Secretaria de Vigilância em Saúde Superintendência de Epidemiologia Belo Horizonte, 15 de abril 2008

2 Porque a Dengue é um grande desafio? Infestações extensivas do vetor devido à ausência ou ineficácia de programas de controle vetorial. Sistemas inadequados de suprimento de água. Aumento na densidade populacional em áreas urbanas. Aumento de recipientes não-biodegradáveis e descarte inadequado de resíduos sólidos. Deslocamento rápido entre todos os continentes.

3 PNCD Objetivos Reduzir a infestação pelo Aedes aegypti Reduzir a incidência da dengue Reduzir a letalidade por febre hemorrágica de dengue

4 Situação da Dengue em Minas Gerais

5

6

7 Casos notificados e incidência (1) por Macrorregião 2008 Fonte: Planilha simplificada GVA/SE/SUBVS/SES-SUS-MG (dados parciais) Nota 1 – incidência por habitantes

8 Atividades desenvolvidas 1.Plano de Intensificação das Ações de Controle da Dengue 2006_2007 e 2007_2008. Repasse de 3,3 milhões reais em 2006/2007 e 3,6 milhões em Treinamento de profissionais Vídeo conferência Dr. Eric Martines Capacitações descentralizadas de agentes, médicos e enfermeiros Capacitação em Febres Hemorrágicas em 08 de abril 3.Ações de Educação em saúde e mobilização social Cartilha de mobilização social (Proj. Piloto Sete Lagoas e Uberaba) folderes e cartazes Produção vídeo da palestra Dr. Eric distribuído para todos os municípios prioritários e GRS.

9 Atividades desenvolvidas 4.Repasse de Equipamentos e insumos Repasse de veículos e maquinas UBV para municípios com transmissão Compra de litros de óleo de soja para diluir inseticida Aquisição de peças para manutenção dos equipamentos de UBV 5.Supervisão Acompanhamento sistemático dos municípios prioritários pelo nível central da SES. Acompanhamento sistemático dos municípios pelas GRS

10

11

12 Solução? Emprego de uma série de medidas concomitantes, que podem variar de um local para o outro, dependendo das circunstâncias Atualmente, atividades de prevenção e controle exigem: – formação de parcerias intersetoriais e redes de apoio – medidas ambientais sustentáveis (planejamento de serviços urbanos – distribuição eficiente e oportuna da água e saneamento básico) – participação comunitária: mudança de comportamento p/ manutenção do ambiente doméstico livre do vetor

13 Compromisso político Elemento essencial para elaborar plano eficaz de prevenção e controle da dengue Apoio governamental: –em todos os níveis (federal, estadual, municipal) Aplicação de leis adequadas e racionais: –induzir melhorias no abastecimento de águas, gestão de resíduos sólidos, eliminação de pneus usados, melhoria da qualidade dos serviços de saúde e de educação da comunidade

14 Relação entre cobertura de visitas domiciliares e transmissão de dengue % cobertura Casos notificados Introdução vírus DEN 3

15 Prevenção e controle da dengue: não existe uma única intervenção simples e infalível que impeça a propagação da doença “ Um bom gestor salva mais vidas que um bom clínico” – (Erick Martinez)


Carregar ppt "Programa de Controle da Dengue Gerência de Vigilância Ambiental Sub Secretaria de Vigilância em Saúde Superintendência de Epidemiologia Belo Horizonte,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google