A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1ª Reunião com pais – 2012 Coord. Espnd. Elizabeth Aparecida Olímpia da Silva Coord. Geral Geralda da Cunha Teixeira Ferraz Goiânia, 11 de fevereiro de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1ª Reunião com pais – 2012 Coord. Espnd. Elizabeth Aparecida Olímpia da Silva Coord. Geral Geralda da Cunha Teixeira Ferraz Goiânia, 11 de fevereiro de."— Transcrição da apresentação:

1 1ª Reunião com pais – 2012 Coord. Espnd. Elizabeth Aparecida Olímpia da Silva Coord. Geral Geralda da Cunha Teixeira Ferraz Goiânia, 11 de fevereiro de 2012 Ensino Fundamental – 6º ao 9º ano

2 Maria das Neves da Cunha Teixeira Diretora Geralda da Cunha Teixeira Ferraz Coordenação Geral Elizabeth Olimpia Coordenadora Pedagógica Divina da Cunha Teixeira e Silva Serviço de Psicologia Educacional Elisângela da S. Mota Português Guilherme Augusto de Sousa Matemática Marcelo José Mendes Aratum Inglês e Artes Bruna Caponi Borba Ciências Silviclene Gaspar Santos Geografia, História e Artes Kátia Martins Mendonça Educação Física

3 Orientações Gerais Orientações Gerais Apresentação da equipe pedagógica e auxiliar administrativa Apresentação da equipe pedagógica e auxiliar administrativa Apresentação do Projeto Político Pedagógico – 2012 Apresentação do Projeto Político Pedagógico – 2012 Informes finais Informes finais

4 Orientações Gerais Horários; Agenda; Controle de tarefas; Acompanhamento em casa; Comunicação com a Coordenação; Educação Infantil ao 1º ano – Coord. Ana Flávia 1ª fase do Ensino Fundamental 2º ao 5º ano – Coord. Thatyane Pimentel 2ª fase do Ensino Fundamental 6º ao 9º ano – Coord. Elizabeth Olímpia

5 Orientações Gerais: CONDIÇÕES FÍSICAS FAVORÁVEIS: Para conservar a saúde do(a) aluno(a) em boas condições; ☻ Cuidar dos problemas físicos que podem e prejudicam a aprendizagem; ☻ Cuidar da higiene pessoal; ☻ Ambiente de estudo com luminosidade, arejado, preferencialmente em silêncio e mobiliado;

6 Orientações Gerais ORGANIZAÇÃO DO TEMPO DE ESTUDO ☻ Estudar um pouco todos os dias; ☻ Distribuir um tempo por disciplina diariamente; ☻ Elaborar um cronograma de horário de estudo.

7 Orientações Gerais TORNANDO O ESTUDO MAIS PRODUTIVO: ☻ Estudar mais a disciplina que menos gosta; ☻ Reduzir o fantasma de tirar nota baixa, PENSAMENTO POSITIVO; ☻ Tentar buscar interesse e sentido nos conteúdos, para que serve? ☻ Fazer da escola um espaço para orientação. Estudo mesmo é individualizado. O professor tira as dúvidas, traz elementos, mas não é o único responsável pela aprendizagem.

8 Apresentação das Equipes Equipe Auxiliar:  Equipe Administrativa Equipe Pedagógica Orientação Psicológica Educacional: Equipe Gestora

9 MetodologiaProjetosAvaliação Apresentação do P.P. P 2012 A alegria não chega apenas no encontro do achado, mas faz parte do processo da busca. E ensinar e aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria. Paulo Freire

10 Metodologia O “Orientar Centro Educacional” preocupado com a formação de um aluno crítico e consciente, propõe ações que favorecem o ensino-aprendizagem. Os conteúdos serão vivenciados concretamente de forma interdisciplinar, através de:  Conteúdo sistematizado (livros adotados); ☻ Aula Expositiva; Leituras diversas: texto, revista, jornais, livros literários, gibis; ☻ Produção de textos / poesias / música; Dramatização de histórias;

11 Metodologia ☻ Interpretação da história através de desenhos; Produção de cartazes; Produção de jornais; Produção de livros literários; Visitação a biblioteca; Filmes; Confecção e interpretação de Mapas; Confecção e interpretação de gráficos; Confecção dos sólidos geométricos; Confecção de maquetes; Experiências científicas; Produção de charges; ☻ Trabalhos manuais (dobraduras); Pesquisa; Visita a: museus / parques / cinemas / fazendas / bosques / cidades históricas/supermercados/feiras culturais/ teatro, Concursos de redação; Debates; Eventos comemorativos; Produção e resolução de situações problemas.  Projetos;  Orientação Individualizada (professores, coordenação, orientação psicológica);

12 Paulo Freire Vygotsky Emília Ferreiro Piaget Metodologia " O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança descobrir. Cria situações-problemas". Jean Piaget "... A minha contribuição foi encontrar uma explicação segundo a qual, por trás da mão que pega o lápis, dos olhos que olham, dos ouvidos que escutam, há uma criança que pensa" Emília Ferreiro O saber que não vem da experiência não é realmente saber. Lev Vygotsky Educar é impregnar de sentido o que fazemos a cada instante! Paulo Freire PRÁTICA- TEORIA- PRÁTICA COLETIVO (MEIO) – INDIVIDUAL (sócio-construtivismo) INDIVIDUAL-COLETIVO (MEIO) - construtivismo Alfabetização significativa e contextualizada

13

14 Valores Humanos Linguística Conhecimento Relação-Afetivo Temas transversais Projetos

15 LINGUÍSTICA Mural Rádio-escola Mala de leitura Jornal

16 CONHECIMENTO Informática; Atividades extraclasse; Datas comemorativas; Festa junina; Exibição cultural; Feira de Ciências; Simulado (6º ao 9º ano); Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica; Olimpíada Brasileira de Foguetes; Projeto Sustentabilidade (Meio Ambiente);

17 RELAÇÃO-SÓCIO AFETIVO RELAÇÃO-SÓCIO AFETIVO; Ação Integradora; Escola de pais; Bullying; Páscoa solidária; Acolhida; Interclasse; Projeto de vida; Orientação sexual;

18 TEMAS TRANSVERSAIS; Meio ambiente e saúde; Pluralidade cultural; Orientação sexual; Trabalho e consumo

19 TEMA GERADOR: VALORES HUMANOS 1º trimestre Conceituação o Dinâmicas o Cartazes o Acolhidas o Rádio Orientar o Ação integradora o Apresentação teatral: O lixo pode ser luxo

20 TEMA GERADOR: VALORES HUMANOS 2º trimestre: Divulgação o Orientar News o Folder o Desenhos o Atividades de sala e casa o Dinâmicas

21 TEMA GERADOR: VALORES HUMANOS 3º trimestre: Feira de Ciências o Pesquisas o Experiências o Exposição

22 TEMA GERADOR: VALORES HUMANOS 4º trimestre: Fechamento do projeto/ integração entre a escola/ comunidade o Exibição Cultural, Ação Integradora e Ação de Graças o Apresentações teatrais o Musicais o Poesias o Histórias

23 “ Na avaliação inclusiva, democrática e amorosa não há exclusão, mas sim diagnóstico e construção. Não há submissão, mas sim liberdade. Não há medo, mas sim espontaneidade e busca. Não há chegada definitiva, mas sim travessia permanente em busca do melhor. Sempre !” LUCKESI, Avaliação

24 Qualitativa  A cada trimestre o professor elabora um relatório individual sobre o desenvolvimento do aluno durante o trimestre. Após é vistoriado pela coordenação pedagógica que encaminha para o professor (a) padrinho de cada turma onde é feita uma síntese que é encaminhado à secretaria onde é feito a formatação que será impressa no boletim e entregue aos pais na reunião trimestral. Avaliação

25 Quantitativa  T → Trabalho trimestral Valor:5,0  P → Participação Valor:1,0  C → Comportamento Valor:1,0  Tr → Tarefas Valor:2,0  Ap → Apresentação Pes.e Mat Valor: 1,0 Soma: 10,0 A → Avaliação Valor: 10,0  Média Trimestral → (Prova+Av. diária) / 2=>7,0 Avaliação

26 Serviço de Psicologia Educacional Psicóloga Divina da Cunha Teixeira e Silva Em dias e horários pré estabelecidos com o Grupo Gestor, a Psicóloga Divina reunirá com as coordenadoras, onde receberá a demanda elencada por elas, quanto às necessidades dos educandos. Após o plano de trabalho será executado, seguindo atendimento individual no consultório psicológico da escola, acompanhamento e retorno em momento de estudo interdisciplinar. Atendimento aos pais para devidos encaminhamentos, se o caso requer.

27 INFORMES FINAIS: Cursos Livres: - Inglês - Karatê - Balé - Música Consultório - Psicopedagoga Lílian

28 Mensagem final A educação não pode ser delegada somente a escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre! Educação de ENSINO é com a escola. Educação de VALORES é com os pais.


Carregar ppt "1ª Reunião com pais – 2012 Coord. Espnd. Elizabeth Aparecida Olímpia da Silva Coord. Geral Geralda da Cunha Teixeira Ferraz Goiânia, 11 de fevereiro de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google