A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANO DE TRABALHO DOCENTE O plano é o lugar da criação pedagógica do professor, onde os conteúdos receberão abordagens contextualizadas histórica, social.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANO DE TRABALHO DOCENTE O plano é o lugar da criação pedagógica do professor, onde os conteúdos receberão abordagens contextualizadas histórica, social."— Transcrição da apresentação:

1 PLANO DE TRABALHO DOCENTE O plano é o lugar da criação pedagógica do professor, onde os conteúdos receberão abordagens contextualizadas histórica, social e politicamente, de modo que façam sentido para os alunos nas diversas realidades regionais, culturais e econômicas, contribuindo com sua formação cidadã. (DCEs, p 75)

2 PLANO DE TRABALHO DOCENTE O plano de trabalho docente é, portanto, o currículo em ação. Nele estará a expressão singular e de autoria, de cada professor, da concepção curricular construída nas discussões coletivas. (DCEs, p 75)

3 PLANO DE TRABALHO DOCENTE A partir da proposta pedagógica curricular, o professor elaborará seu plano de trabalho docente, documento de autoria, vinculado à realidade e às necessidades de suas diferentes turmas e escolas de atuação. (DCEs, p. 26)

4 PLANO DE TRABALHO DOCENTE No plano se explicitarão os conteúdos específicos a serem trabalhados no semestre letivo, bem como as especificações metodológicas que fundamentam a relação ensino/aprendizagem, além dos critérios e instrumentos que objetivam a avaliação no cotidiano escolar. (DCEs, p. 26)

5 PLANO DE TRABALHO DOCENTE O que expressa o PTD? - O posicionamento filosófico, político, pedagógico e profissional. - A coerência do trabalho docente (para que ensinar, o que ensinar, a quem ensinar, como ensinar, por que avaliar, como avaliar, o que avaliar)

6 PLANO DE TRABALHO DOCENTE PTD – rígido ou flexível? - Não pode ser um documento rígido, pois o processo de ensino está sempre em movimento. - Deve conter previsões possíveis. - Flexível – permitindo a reorganização.

7 PLANO DE TRABALHO DOCENTE Dimensão legal: - Aparece no Artigo 13, II e IV da LDB nº 9394/96 como Plano de Trabalho que deve ser feito pelo professor.Isso justifica o termo Plano de Trabalho Docente.

8 ESTRUTURA DO PLANO DE TRABALHO DOCENTE O PTD deve conter: 1. Dados gerais 2. Justificativa 3. Conteúdos estruturantes 4. Conteúdos básicos 5. Conteúdos específicos

9 ESTRUTURA DO PLANO DE TRABALHO DOCENTE 6. Encaminhamento metodológico 7. Critérios de avaliação/recuperação 8. Instrumentos de avaliação 9. Recursos didáticos 10. Socialização do conhecimento 11. Referências

10 DADOS GERAIS - Estabelecimento de ensino - Núcleo do conhecimento, atividade, título - Ano letivo,quantidade de alunos, turno, dias da semana, horário - Professor responsável

11 JUSTIFICATIVA Refere-se às intenções educativas. Expressa as intenções de mudanças no plano individual, institucional e estrutural. Está voltada ao conteúdo e não às atividades. Deve-se, portanto, justificar a escolha dos conteúdos.

12 CONTEÚDOS ESTRUTURANTES Observar a tabela anexa às DCEs.

13 CONTEÚDOS BÁSICOS Observar a tabela anexa às DCEs.

14 CONTEÚDOS ESPECÍFICOS Cabe ao professor elencar esses conteúdos, trabalhando-os de forma contextualizada e articulada com os conteúdos estruturantes e básicos.

15 ENCAMINHAMENTO METODOLÓGICO Explicitar a forma de encaminhamento das aulas, considerando o processo de ensino- aprendizagem dos alunos.

16 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO/RECUPERAÇÃO A avaliação deve ser contínua, permanente e cumulativa. Seus critérios devem definir os propósitos e a dimensão do que se avalia.Para cada conteúdo deve-se ter claro o que dentro dele se deseja ensinar, desenvolver e, portanto, avaliar. Os critérios refletem de que forma vai se avaliar um conteúdo.

17 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO/RECUPERAÇÃO É importante ter claro o que se espera que o aluno atinja com cada atividade avaliativa proposta. A recuperação de estudos deverá ser paralela, concomintante.

18 INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Explicitar quais instrumentos poderão ser utilizados. Lembrando que serão variados e deverão ser escolhidos a partir do trabalho desenvolvido. EX.: Atividades de interpretação, compreensão e análise de textos. Discussões em grupo.

19 INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Produção de cartazes. Debates. Produção de textos. Provas orais e/ou escritas. Apresentação de todas as atividades propostas em sala de aula e como tarefa de casa.

20 INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Resolução de exercícios propostos. Realização das atividades propostas, observando-se os critérios previamente estabelecidos para cada uma. Seminários. Produção de resenhas, relatórios, resumos.

21 RECURSOS DIDÁTICOS Explicitar quais recursos poderão ser utilizados no decorrer das aulas: TV pendrive, livro didático, vídeos, revistas, jornais, livros de apoio, mapas, quadro de giz, DVD, aparelho de som, material xerocopiado, laboratório de informática, laboratório de química, quadra poliesportiva, bolas, entre outros.

22 SOCIALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO Todo processo de produção do conhecimento remete a uma divulgação daquilo que foi produzido.Portanto, a Semana Cultural, Feira do Conhecimento, entre outros, se configuram no espaço para sociabilização do saber escolar.

23 REFERÊNCIAS As referências permitem perceber em que material e em qual concepção o professor vem fundamentando seu conteúdo. Fundamentar conteúdos de forma historicamente situada implica buscar outras referências, não sendo, portanto, o livro didático o único recurso.


Carregar ppt "PLANO DE TRABALHO DOCENTE O plano é o lugar da criação pedagógica do professor, onde os conteúdos receberão abordagens contextualizadas histórica, social."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google