A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NRE Itinerante - 2009 Secretaria de Estado da Educação Departamento de Educação Básica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NRE Itinerante - 2009 Secretaria de Estado da Educação Departamento de Educação Básica."— Transcrição da apresentação:

1 NRE Itinerante Secretaria de Estado da Educação Departamento de Educação Básica

2 PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO - PPP DIRETRIZESCURRICULARESDIRETRIZESCURRICULARES Identifica, explicita e analisa os problemas, necessidades e avanços presentes na realidade social, política, econômica, cultural, educacional e suas influências nas práticas educativas da escola Expressa a opção e os fundamentos teórico- metodológico da escola Apresenta as propostas e linhas de ação, enfrentamentos e organização da escola

3 Projeto Político Pedagógico O termo é defendido pelos educadores críticos, como sendo um documento de construção coletiva da identidade da escola pública. É a própria organização do trabalho pedagógico escolar como um todo, em suas especificidades, níveis e modalidades. Pressupõe concepção de homem, sociedade, escola, educação, cultura, trabalho, tecnologia, cidadania, conhecimento, ensino e aprendizagem, avaliação; Supõe reflexão e discussão crítica da sociedade e da educação para encontrar possibilidades de intervenção na realidade. Exige e articula a participação de todos os sujeitos do processo educativo para construir uma visão global da realidade e dos compromissos coletivos. Alicerça o trabalho pedagógico escolar enquanto processo de construção contínua: nunca é pronto e acabado.

4 O Projeto Político Pedagógico não é: Um agrupamento de planos de ensino e de atividades diversas. Algo construído para ser arquivado: prova de tarefa burocrática pronta e acabada para ser encaminhado às autoridades educacionais; Tarefa específica do pedagogo, do coordenador pedagógico ou do diretor.

5 PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO - PPP DIRETRIZESCURRICULARESDIRETRIZESCURRICULARES Identifica, explicita e analisa os problemas, necessidades e avanços presentes na realidade social, política, econômica, cultural, educacional e suas influências nas práticas educativas da escola Expressa a opção e os fundamentos teórico- metodológicos da escola Apresenta as propostas e linhas de ação, enfrentamentos e organização da escola PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR - PPC O QUÊ? Conteúdos COMO? Metodologia e avaliação POR QUÊ? Fundamentos teóricos PARA QUÊ? Objetivos PARA QUEM? Educandos da escola pública

6 Proposta Pedagógica Curricular O QUÊ: conteúdos de cada área do conhecimento; COMO: metodologia de ensino e práticas avaliativas; POR QUÊ: o direito à apropriação do conhecimento produzido historicamente; PARA QUÊ: socialização e a apropriação dos conteúdos, enquanto compromisso com a emancipação das camadas populares; PARA QUEM: sujeito histórico-social construído nas determinações das relações de classe.

7 Proposta Pedagógica Curricular ELEMENTOS SUGERIDOS PARA A ORGANIZAÇÃO DA PPC 1) Apresentação geral da disciplina (justificativa) 2) Conteúdos Estruturantes, conteúdos básicos; 3) Metodologia (geral da disciplina); 4) Avaliação (geral da disciplina); 5) Referênciais.

8 Proposta Pedagógica Curricular Perguntas pertinentes 1 – Apresentação geral da disciplina Justifica porque a disciplina de Educação Física deve permanecer no currículo da Educação Básica? Descreve por que essa disciplina é importante como saber escolar e no que contribui para a formação do estudante? Faz alusão à importância histórica da disciplina? Apresenta uma concepção de disciplina de acordo com as DCEs?

9 Proposta Pedagógica Curricular Perguntas pertinentes 2 – Conteúdos Apresenta os conteúdos estruturantes conforme as DCEs? Os conteúdos básicos apresentados estão coerentes com os conteúdos estruturantes? Os conteúdos estão coerentes com a justificativa da relevância da disciplina no currículo escolar? Os conteúdos específicos elencados articulam de maneira coerente com os conteúdos básicos e com os conteúdos estruturantes?

10 Proposta Pedagógica Curricular Perguntas pertinentes 3 – Metodologia da disciplina Explicita de forma clara a metodologia e as práticas pedagógicas a serem desenvolvidas no ensino da disciplina? Está coerente com a concepção metodológica proposta na DCE? Ao longo do texto apresenta (de forma geral) os recursos didáticos e tecnológicos a serem utilizados?

11 Proposta Pedagógica Curricular Perguntas pertinentes 4 – Avaliação A concepção de avaliação está coerente com a LDB, com as DCE e com o Projeto Político Pedagógico da escola? Apresenta os critérios de avaliação organizados por bloco de conteúdos, série,...? Os critérios de avaliação apresentados estão articulados com a concepção teórico-metodológica da disciplina? Explicita, de forma geral, diferentes instrumentos de avaliação? (seminários,debates, trabalhos, discussões, provas e outros)

12 Proposta Pedagógica Curricular Perguntas pertinentes 5 – Referências Estão relacionadas as referências bibliográficas, materiais impressos/eletrônicos, utilizados na elaboração da Proposta Pedagógica Curricular? Cita as DCE?

13 PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO - PPP DIRETRIZESCURRICULARESDIRETRIZESCURRICULARES Identifica, explicita e analisa os problemas, necessidades e avanços presentes na realidade social, política, econômica, cultural, educacional e suas influências nas práticas educativas da escola Expressa a opção e os fundamentos teórico- metodológicos da escola Apresenta as propostas e linhas de ação, enfrentamentos e organização da escola PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR - PPC O QUÊ? Conteúdos COMO? Metodologia e avaliação POR QUÊ? Fundamentos teóricos PARA QUÊ? Objetivos PARA QUEM? Educandos da escola pública PLANO DE TRABALHO DOCENTE Partindo da Proposta Pedagógica Curricular Organiza o ensino e aprendizagem em sala de aula; Organiza os conteúdos específicos; Apresenta os encaminhamentos metodológicos a serem empregados; Apresenta os recursos didáticos, pedagógicos e tecnológicos a serem empregados no processo; Estabelece critérios e estratégias para avaliar o processo desenvolvido.

14 Aparece no Artigo 13, II e IV da LDB como Plano de Trabalho que deve ser feito pelo professor, isso justifica o termo Plano de Trabalho Docente. Edital de concurso para o magistério – Descrição das atividades genéricas dos professores de 5a a 8a séries do Ensino Fundamental e Médio da Rede Estadual do Paraná: Contribuir para o desenvolvimento da Proposta Pedagógica Curricular dos estabelecimentos de ensino em que atuar; Dimensão legal

15 Elaborar Plano de Trabalho Docente e trabalhar pelo seu cumprimento em consonância com a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino, com os princípios norteadores das políticas educacionais da SEED e com a legislação vigente para a Educação Nacional. É importante destacar que o Plano de Trabalho Docente parte da relação estabelecida entre o Projeto Político Pedagógico e a Proposta Pedagógica Curricular, portanto se constitui na expressão do currículo em sala de aula, que por natureza, expressa e legitima a intencionalidade da escola. Dimensão legal

16 Plano de Trabalho Docente: Tempo do Plano de Trabalho: O Plano de trabalho Docente pode ser organizado de forma mensal, bimestral, trimestral ou semestral, de acordo com a organização do trabalho pedagógico da escola.

17 Plano de Trabalho Docente Implica no registro escrito e sistematizado do planejamento do professor (Planejamento enquanto processo teórico que antecipa a ação de sistematização); Antecipa a ação do professor, organizando o tempo e o material de forma adequada; Permite uma avaliação do processo de ensino e aprendizagem; Possibilita compreender a concepção de ensino e aprendizagem e avaliação do professor; Orienta /direciona o trabalho do professor; Requer conhecimento prévio da Proposta Pedagógica Curricular; Pressupõe a reflexão sistemática da prática educativa.

18 Plano de Trabalho Docente Estrutura sugerida 1 – Conteúdos Estruturantes/ Básicos e Específicos 2 - Justificativa da escolha do conteúdo 3 - Encaminhamento Metodológico do conteúdo e recursos didáticos 4 - Avaliação: critérios e instrumentos 5 - Referências

19 CONTEÚDOS : Definidos por conteúdos estruturantes, ou seja saberes - conhecimentos de grande amplitude, conceitos ou práticas - que identificam e organizam os diferentes campos de estudos das disciplinas escolares, sendo fundamentais para a compreensão do objeto de estudo das áreas do conhecimento (Arco- Verde, 2006). O desdobramento dos conteúdos estruturantes, e conteúdos básicos e conteúdos específicos, a partir do quadro de conteúdos, será feito pelo professor em discussão com os demais professores da área que atuam na escola. O professor deve dominar o conteúdo escolhido em sua essência, de forma a tomar o conhecimento em sua totalidade e em seu contexto, o que exige uma relação com as demais áreas de conhecimento. Esse processo de contextualização visa a atualização e aprofundamento dos conteúdos pelo professor, possibilitando ao aluno estabelecer relações e análises críticas sobre o conteúdos. Cabe destacar que a contextualização não se faz pelo desenvolvimento de projetos, mas na abordagem histórica do conteúdo.

20 Estruturas do plano de trabalho docente: Conteúdos Estruturante e Básicos: observar a tabela anexa as DCE; Específicos: cabe ao professor elencar esses conteúdos, trabalhando-os de forma contextualizada e articulada aos conteúdos estruturantes e básicos; Justificativa Justificar a escolha dos conteúdos específicos(Qual a importância desses conteúdos para a formação do aluno dessa comunidade escolar).

21 Encaminhamentos metodológicos e recursos didáticos: (como fazer/ procedimentos) Descrever os encaminhamentos que serão utilizados na prática, assim como os recursos didáticos e tecnológicos para alcançar os objetivos e o processo de investigação teórica.

22 Avaliação: critérios e instrumentos A avaliaçao deve se caracterizar como um processo contínuo, permanente e cumulativo, tal qual preconiza a LDB nº 9394/96. Os critérios de avaliação devem ser definidos pela intenção que orienta o ensino e explicita os propósitos e a dimensão do que se avalia. Critérios são um elemento de grande importância no processo avaliativo, pois articulam todas as etapas da ação pedagógica; Para cada conteúdo precisa-se ter claro o que dentro dele se deseja ensinar, desenvolver e, portanto, avaliar. Os critérios refletem o que vai se avaliar e são estabelecidos em função dos conteúdos. Os instrumentos de avaliação devem ser pensados e definidos de acordo com as possibilidades teórico-metodológicas que oferecem para avaliar os critérios oferecidos. (falar do texto do grupo de estudo do ano passado) Na avaliação, deve constar a proposta de recuperação dos conteúdos.

23 REFERÊNCIAS As referências permitem perceber em que material e em qual concepção o professor fundamenta seu trabalho e conteúdo. Fundamentar conteúdos de forma historicamente situada implica buscar outras referências, não sendo, portanto, o livro didático o único recurso.


Carregar ppt "NRE Itinerante - 2009 Secretaria de Estado da Educação Departamento de Educação Básica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google