A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Revolução Francesa 1789 Em 2008 a Revolução Francesa completa 219 anos. Movimento de inspiração Iluminista que marcou as sociedades ocidentais, seja por.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Revolução Francesa 1789 Em 2008 a Revolução Francesa completa 219 anos. Movimento de inspiração Iluminista que marcou as sociedades ocidentais, seja por."— Transcrição da apresentação:

1

2 Revolução Francesa 1789 Em 2008 a Revolução Francesa completa 219 anos. Movimento de inspiração Iluminista que marcou as sociedades ocidentais, seja por suas idéias de liberdade, igualdade e fraternidade ou pelo Terror estabelecido. Estima-se quem em 1793, em vários pontos da França, 16 mil pessoas foram guilhotinadas. Liberdade, Igualdade e Fraternidade

3 A guilhotina A guilhotina derivou do projeto de um médico humanitário, o doutor Guilliotin, que enviou a recomendação de sua fabricação à Assembléia Nacional em Pode parecer absurdo falar assim, mas achava que a sentença de morte por enforcamento ou machado causavam sofrimento no réu. Não imaginava que dali surgia uma máquina de matar em massa... O terror pareceu não ter fim... “O carrasco se detém numa aldeia, monta a guilhotina transportada em sua carroça, e procura o responsável local pela justiça revolucionária. Os condenados são perfilados e decepados um a um. O carrasco desmonta seu instrumento de execução e parte para outra aldeia, dando prosseguimento à sua insólita rotina.” João Batista Natali – Banco de Dados da Folha

4 Locke Montesquieu Voltaire Rousseau 1) Estado subordinado à sociedade 2) A lei acima de tudo e de todos 3) Direitos: vida, liberdade, propriedade e rebelião 4) A lei deve ser discutida e votada por representantes do povo 3 poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário Critica à intolerância religiosa Voto universal Revolução Francesa Idéias contra os governos absolutistas europeus Burguesia apóia estas idéias, contra o Antigo Regime

5 Alguns fatos que levaram à França ruína financeira em 1789: Guerra dos Sete Anos – 1756 a 1765; Luís XVI foi coroado rei, assumindo uma França já com altas dívidas externas – 1774; Luís XVI demite seu primeiro ministro Turgot (fisiocrata), que pretendia uma reforma na arrecadação de impostos, liberdade de comércio, abolição das desigualdes e o entendimento de que a terra era a principal fonte de riqueza – 1776; Tratado França e Inglaterra (1786) abre as portas para os produtos ingleses industrializados, arruinando os artesãos franceses. A França teria plena liberdade para comercializar os produtos agrícolas na Inglaterra; Sucessão de péssimas colheitas, ora pela geada (1777), ora pela seca (1788), provocando fome, desemprego e descontentamento; Falta pão na França, principal alimento; Cargos da administração pública nas mãos dos nobres e do clero, após seus rendimentos caírem substancialmente com a inflação, irritando a média burguesia, que costumava ocupar estes cargos. A concessão de monopólios atendia apenas a alta burguesia; Escândalo na corte, caso de Maria Antonieta e o colar de diamantes. Descrédito público do rei e da rainha.

6 Luis XVI e Maria Antonieta rei e rainha absolutos da França

7 O escândalo do colar fotos do filme “O enigma do colar”

8

9 3º Estado - O “restante” Burguesia Camponeses Sans-cullote (trabalhadores urbanos) Desempregados e Subempregados 1º Estado Clero (alto e baixo) 2º Estado Nobreza (palaciana, provincial, toga) Lema da revolução: “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”

10 Em 1787 o rei Luís XVI convocou a Assembléia dos Notáveis (nobres e clérigos) propondo que pagassem mais impostos para tirar a França da crise financeira. Os nobres e clérigos não aceitaram. Em 1788 o ministro Necker convenceu a nobreza e o rei a convocar a Assembléia dos Estados Gerais. Pretendiam fazer o 3º Estado, sempre obediente, a pagar mais impostos. A decisão foi desastrosa para a nobreza... Mais de “Cahiers de doléances”foram escritos na campanha eleitoral para os Estados Gerais, com todo tipo de reivindicações, como esta: “Que o Terceiro Estado seja representado nos Estados Gerais por deputados escolhidos por sua ordem”.

11 Palácio de Versalhes local da Assembléia Geral dos Estados

12 Assembléia dos Estados Gerais – Maio de 1789 Não podia fazer leis, pois o rei era absoluto. Servia para consultas.

13 A votação na Assembléia: 1º Estado2º Estado3º Estado Voto por estado, o 3º estado nunca vence. Assim estava determinado Voto por indivíduo. A maioria dos votos vence! Exigência do 3º Estado O rei não aceitou a proposta do 3º Estado. Membros do 3º Estado e alguns do 2º e 1º declararam-se em Assembléia Nacional Constituinte Julho/1789

14 14 de julho 1789 Queda da Bastilha Após 2 dias de tumultos, destruição da Bastilha, prisão e arsenal real, símbolo do absolutismo.

15 O Grande Medo Começa o Grande Medo 17 de julho de Motins e revoltas camponesas por toda França. O resultado foi o fim do direitos feudais. A nobreza e o clero renunciam aos seus direitos em 04 de agosto.

16 Em agosto de 1789 a Assembléia aprova a DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DO HOMEM E DO CIDADÃO Todos os homens nascem livres e iguais e, portanto, ninguém pode ser escravo nem servo de ninguém; ninguém pode ser preso por causa de suas opiniões políticas ou religiosas; a lei tem de ser a mesma para todos; a justiça tem de ser gratuita; ninguém pode ser torturado; os acusados possuem direito a um advogado e devem ser julgados em público; todos os cidadãos que tenham capacidade podem ocupar cargos no governo; o governo só pode tomar decisões que estiverem de acordo com a vontade geral da população. O povo tem o direito de resistir à opressão.

17 06 de outubro 1789 – O rei e sua família são trazidos de volta para Paris, depois da grande marcha das mulheres. 19 de dezembro – Criação dos “assignats”, bônus da dívida pública, garantidos, em boa parte, pelos bens do clero.

18 1790 – As mudanças continuam março – Assembléia mantém a escravidão nas colônias; 19 junho – Assembléia Nacional extingue a nobreza hereditária; 12 julho – Aprovada a Constituição Civil do Clero; a Igreja é despojada dos direitos e privilégios do poder temporal; 21 outubro – O estandarte tricolor da Revolução torna-se bandeira nacional. 27 novembro – Os padres são obrigados a prestar juramento à Constituição Civil do Clero.

19 Setembro de 1791, 1ª Constituição francesa: Monarquia constitucional. O rei continuaria governando, mas subordinado à uma Constituição (leis). 3 poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário ( fim da monarquia absolutista) Voto censitário (massas populares fora da decisão) Livre-comércio e livre-iniciativa para os negócios foram adotados, acabando com as restrições mercantilistas e feudais. Proibição de associações de operários e de greves. A família real foi detida em Varennes, tentando fugir com auxílio da Áustria. O rei da Prússia e o Imperador da Áustria declaram que a segurança da monarquia francesa é do interesse de todos os soberanos europeus. Foi a reação externa ao movimento libertário. Os reis absolutistas viam a França como um pesadelo.

20 As forças políticas na França revolucionária Jacobinos (junto com os girondinos, eram denomidados “esquerda”, pois sentavam-se à esquerda da mesa diretora no plenário da Assembléia Constituinte. Pequena burguesia e classe média de Paris. Defendiam uma sociedade igualitária, sendo influenciados por Rousseau. O nome vem do convento dos monges jacobinos, em que eles se reuniam. Seu principal líder foi Robespierre. GirondinosRepublicanos moderdos. Representavam os interesses da grande burguesia comercial. Tinham esse nome porque os seus representantes vinham da região da Gironda, interior da França. Surgiram durante a Assembléia Legislativa ( ) Planície ou Pântano (denominados “centros”, pois sentavam-se no meio, em frente à mesa diretora no plenário da Assembléia Constituinte. Era o maior grupo e tendia a posições políticas de centro. Opunha-se ao setor mais radical. O nome vem da tendência a posições políticas vacilantes ou “movediças” CordeliersLigados aos sans-culottes, eram republicanos e defendiam mudanças mais profundas, como a reforma agrária e o fim da propriedade privada. O nome significa “franciscanos”, assim chamados por se reunirem num convento da ordem franciscana. Principais líderes: Danton e Marat. Monarquistas constitucionais ou feuillants (denominados “direita” por se sentarem à direita da mesa diretora no plenário da Assembléia Constituinte. Defendiam a monarquia e posições políticas mais moderadas. Não desejavam grandes mudanças. O nome do grupo vem do abade Feuillant, em cujo convento eles se reuniam.

21 O povo quer mais.... Insatisfação popular aumenta, os seus desejos não são atendidos pelas novas mudanças. Somente a burguesia estava sendo favorecida. Inicia-se uma grande reação: o rei foi destituído e convocada uma Convenção, dissolvendo a Assembléia, para novas reformas que atendessem aos interesses do povo. Os “sans-cullotes” e os jacobinos lideram este movimento. Destituem o rei, voto universal e serviço militar obrigatório.

22 A Convenção Nacional 1792 – 1795 Governo Jacobino  Período em que a França foi governada por uma espécie de República, tendo a frente Robespierre.  As nações européias absolutistas entram em guerra com a França;  O rei Luís XVI foi julgado e guilhotinado, acusado de traição;  Criação do Comitê de Salvação Pública  Instala-se o Terror... Aqueles que eram considerados traidores eram julgados pelos comitês e se condenados eram guilhotinados. Mais de 300 mil pessoas foram guilhotinadas. Através do medo tentaram controlar os opositores à Revolução.  Aprovação do sufrágio universal;  Reforma agrária com as terras da nobreza;  Abolição da escravidão nas colônias francesas;

23 Maria Antonieta guilhotinada Janeiro / 1793

24 Fim da realeza francesa

25 A Marselhesa compositor: Rouget de Lisle (abril/1792) A vante, filhos da Pátria, O dia da Glória chegou. O estandarte ensangüentado da tirania Contra nós se levanta. Ouvís nos campos rugirem Esses ferozes soldados? Vêm eles até nós Degolar nossos filhos, nossas mulheres. Às armas cidadãos! Formai vossos batalhões! Marchemos, marchemos! Nossa terra do sangue impuro se saciará!


Carregar ppt "Revolução Francesa 1789 Em 2008 a Revolução Francesa completa 219 anos. Movimento de inspiração Iluminista que marcou as sociedades ocidentais, seja por."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google