A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Escola da Palavra - 2012. O caminho de Jesus com seus discípulos para Jerusalém Marcos 8,27-10,52 Jesus sai da Galiléia em direção a Jerusalém: medo e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Escola da Palavra - 2012. O caminho de Jesus com seus discípulos para Jerusalém Marcos 8,27-10,52 Jesus sai da Galiléia em direção a Jerusalém: medo e."— Transcrição da apresentação:

1 Escola da Palavra

2 O caminho de Jesus com seus discípulos para Jerusalém Marcos 8,27-10,52 Jesus sai da Galiléia em direção a Jerusalém: medo e insegurança dos discípulos. Jesus questiona os discípulos: quem dizeis que eu sou? (8,27.29) O ambiente vai mudando. Jesus começa a falar sobre a cruz.

3 Quem se fizer servo, se colocando a serviço dos irmãos, este vai entrar em choque com os que preferem o privilégio e a dominação. Vai sofrer, vai ser maltratado, condenado e morto. (cf. Is 50,4-9)

4 A cruz anunciada no A.T. é agora anunciada como a cruz de Jesus Mas na época em que Marcos escreve o problema da cruz é também a cruz que o povo das comunidades carregava por causa da sua fé em Jesus.

5 Carregar esta cruz era o mesmo que assumir a caminhada com Jesus, desde a Galiléia até Jerusalém. A cruz da perseguição A cruz das brigas com os irmãos judeus A cruz da incerteza A cruz dos conflitos internos; havia alguns que queriam abafar o grito dos pobres (Cf. MC 10,48)

6 Na sua vida, qual a cruz que mais pesa e mais faz sofrer?

7 Seguimento dos discípulos Diante da pergunta de Jesus, Pedro responde: “Tú és o Messias” (8,29) Jesus retorna a lhes ensinar e refere-se à sua paixão, morte e ressurreição.

8 Porque Jesus chama Pedro de Satanás? Para Pedro não é possível conceber um Cristo que sofre e morre A confusão: Pedro pensa que Jesus está possuído por um demônio, mas Jesus faz Pedro enxergar que é ele quem está possuído: Pedro está realmente pensando como os homens, e não como Deus (8,33)

9 Tomar o lugar como discípulo O discípulo não pode ir adiante daquele que o chama. O seguimento comporta humildade e aceitação da vontade do Mestre. O discípulo deve estar atento aos planos de Deus para não se opor à eles, porque podemos ser pedras de tropeços e não colaboradores. Jesus exige um conhecimento pleno e um testemunho total de sua pessoa.

10 SEGUNDO CHAMADO AOS DISCÍPULOIS E À MULTIDÃO (8,34-9,1)

11 “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga” (8,34)

12 Consequências do seguimento Quem se envergonhar de Jesus aqui na terra, ele também se envergonhará quando vier na glória de seu Pai (8,38) A liberdade neste segundo chamado: “se alguém quiser” (8,34) Quem recusa o convite de Jesus, recusa o caminho de salvação oferecido por Deus, e encaminha sua vida para a perdição. Quem quiser seguir Jesus não pode recusar a cruz.

13 O PAI REVELA A TRÊS DOS DISCÍPULOS A IDENTIDADE DE JESUS (9,2-8)

14 TRANSFIGURAÇÃO Jesus se revela a Pedro, Tiago e João A identidade de Jesus é ser “Filho amado”, e a atitude dos discípulos deverá ser a da “escuta” Novamente a incompreensão de Pedro: Jesus não pretende apenas uma acolhida material mas nas profundezas do coração. Jesus quer que os discípulos acolham a vontade do Pai e compreendam a sua paixão

15 Ao descer do monte, Jesus se queixa da falta de fé dos discípulos. A profissão de fé: “Eu creio! Ajuda minha incredulidade!” (9,24) Expulsar demônios: falta um elemento: a oração.

16 O DISCIPULO DEVE RECEBER O REINO DE DEUS COMO UMA CRIANÇA (10,13-16) O DISCIPULO DEVE RECEBER O REINO DE DEUS COMO UMA CRIANÇA (10,13-16)

17 O que vemos? Uma comunhão de vida entre Jesus e seu grupo de seguidores. Jesus ensina mas a preocupação dos discípulos é saber quem será o maior entre eles, tem outros interesses. Disputa. Jesus dá outra instrução: “Quem quiser ser o primeiro deve ser o servidor de todos.” (9,35)

18 Como acolher o Reino de Deus? Como as crianças (9,37); carente de tudo, nada pode por si mesma, confia em seus pais. Assim o discípulo que acolhe Jesus: entregar- se verdadeiramente à vontade Deus e colocar toda a sua confiança nele (6,8) Em silêncio abandona-te ao Senhor. Põe tua esperança no Senhor, confia N’ele e ele agirá.

19 Disposto a perder um de seus membros do corpo, do que pecar (9,50) Jesus quer proteger a mulher Divórcio (10,9)

20 A RIQUEZA MATERIAL IMPEDE DE SER DISCIPULO DE JESUS (10,17-31)

21 Jesus também chamou o homem rico: “vem e segue-me” (10,21), mas foi embora entristecido porque tinha muitos bens. CONTRASTE

22 REAÇÃO DE PEDRO “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos” (10,28) Terceiro anúncio: paixão, morte e ressurreição (10,22-34)

23 Cegueira dos discípulos A condição de Jesus: não só é servo e escravo, mas dará a vida em resgate por muitos (10,45). Eu vim para que todos tenham vida!!! Há um contraste entre o que Jesus ensina e o que compreendem os discípulos. Se comportam como cegos para não verem o que realmente o seguimento do Mestre exige.

24 Jesus chama mais um discípulo no caminho: Bartimeu Primeira cura: Dificuldades, duas tentativas. O mesmo aconteceu com Pedro e com tantos desde tempo de Marcos até hoje. Na segunda cura, o cego Bartimeu reconheceu Jesus. Não fez exigências como Pedro. A fé maior que o título Filho de Davi. Entre as duas curas está a instrução sobre a cruz. Significado da cruz na vida de Jesus e na vida dos discípulos.

25 Seguir Jesus não implica em desprendimento de seu trabalho, ou de seus bens, mas porque teve um encontro íntimo com Jesus, Essa experiência leva a pessoa a compreender a vontade Jesus e assumir a concretização do Reino de Deus em meio a alegrias e conflitos, carregando cada um sua cruz.

26

27


Carregar ppt "Escola da Palavra - 2012. O caminho de Jesus com seus discípulos para Jerusalém Marcos 8,27-10,52 Jesus sai da Galiléia em direção a Jerusalém: medo e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google