A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Política Agrícola nos Países da Região RELATOS SOBRE A POLÍTICA AGRÍCOLA BRASILEIRA Buenos Aires, 28 de julho de 2005.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Política Agrícola nos Países da Região RELATOS SOBRE A POLÍTICA AGRÍCOLA BRASILEIRA Buenos Aires, 28 de julho de 2005."— Transcrição da apresentação:

1 Política Agrícola nos Países da Região RELATOS SOBRE A POLÍTICA AGRÍCOLA BRASILEIRA Buenos Aires, 28 de julho de 2005

2 O Agronegócio em 2004 foi responsável por: PIB EMPREGOS EXPORTAÇÕES Fontes: CEPEA-USP / CNA, MAPA e IPEA 30,0% 40,4% 37,0%

3 Produção de Grãos Fonte: CONAB * Estimativa (5º Levantamento de Safra) GRÃOS: algodão, amendoim, arroz, aveia, centeio, cevada, feijão, girassol, mamona, milho, soja, sorgo, trigo e triticale. ÁREA PRODUÇÃO 131,9

4 Produção de Carnes Fontes: CNA, ABEF e ABIECS FRANGO BOVINA SUÍNA

5 Produção de Café PRODUÇÃO ÁREA Fontes: USDA e EMBRAPA / CONAB (após 1996) * Estimativa

6 Produção de Cana ÁREA PRODUÇÃO Fontes: IBGE e MAPA Aumento da produtividade média no período: 20,5%

7 Produção de Frutas (em milhões de toneladas) Média = 35,0 Fontes: IBGE e FNP Frutas: abacaxi, abacate, banana, caqui, coco, goiaba, laranja, limas, mamão, maçã, manga, maracujá, melancia, melão, tangerina, uva e pêssego.

8 Ranking 2004: Produção e Exportação Fonte: USDA

9 Produção com sustentabilidade Elaboração: Revista VEJA edição 03/03/2004 Fontes: CONAB e IBGE Adaptação: MAPA Distribuição territorial - Estimativa (em milhões de ha) FLORESTA AMAZÔNICA350 PASTAGENS220 ÁREAS PROTEGIDAS55 CULTURAS ANUAIS47 CULTURAS PERMANENTES15 CIDADES, LAGOS E ESTRADAS20 FLORESTAS CULTIVADAS5 707 Outros Usos 38 ÁREAS NÃO EXPLORADAS AINDA DISPONÍVEIS PARA AGRICULTURA 106 TOTAL851

10  Disponibilidade de Terras  Tecnologia para Agricultura Tropical  Recursos Humanos Qualificados  Clima Favorável  Capacidade de Gestão  Potencial de Agroenergia  Competitividade Fatores Positivos

11 Gargalos 1.Recursos Limitados Defesa Pesquisa Investimentos Orçamento 2. Infra-estrutura e logística PPP Acordos com o Setor Privado 3. Busca de Mercados OMC Framework: longo prazo Painéis de açúcar e algodão U.E. x MERCOSUL O entrave regional Resultados imediatos ALCA Resultados imediatos Negociações Bilaterais Promoção Comercial

12 4. Marco legal para a confiança Respeito a Contratos Direito de Propriedade 5.Modernização da Máquina Pública Reforma do MAPA Articulação Intergovernamental Câmaras Setoriais Gargalos - Continuação

13 Balança Comercial Brasileira TOTAL AGRONEGÓCIO DEMAIS * julho/04 a junho/05 Fonte: MAPA

14 EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO SALDO 14,8 20,3 25,8 34,1 35,8 19,1 Balança Comercial do Agronegócio (US$ bilhões)

15 * janeiro a junho Fontes: CNA e MAPA Exportações Brasileiras: Total x Agronegócio

16 Exportações Brasileiras (em valor): Principais Mercados julho/2004 a junho/2005 Fonte: MAPA

17 Exportações Brasileiras (em valor): Principais Produtos julho/2004 a junho/2005 Fonte: MAPA

18 Missão do MAPA: Desenvolvimento sustentável do agronegócio, com estímulo à produtividade, à sanidade e à qualidade, tendo em vista a competitividade interna e externa, contribuindo para a redução das desigualdades e a inclusão social.

19 Prioridades do MAPA 1.Controle Sanitário 2.Tecnologia para o Agronegócio 3.Agroenergia 4.Qualidade dos Produtos e Agregação de Valor 5.Negociações Internacionais e Defesa Comercial 6.Interlocução com a Sociedade 7.Política Agrícola: Novos Instrumentos e Seguro Rural 8.Desenvolvimento Sustentável 9.Cooperativismo e Associativismo como Instrumentos de Inclusão Social 10.Excelência Administrativa

20 1. Controle Sanitário Visa ao controle, à erradicação e à prevenção das doenças dos animais e das pragas de vegetais; à inspeção e classificação de produtos, seus derivados, subprodutos e resíduos; e à inocuidade e à proteção ao meio ambiente, tendo como objetivo principal a garantia da saúde pública. 2. Tecnologia para o Agronegócio Processo de geração e transferência de tecnologia para o agronegócio brasileiro.

21 3. Agroenergia Produção e uso de energia renovável, obtida através da transformação da biomassa, seja de origem animal ou vegetal (cana-de-açúcar, mamona, dendê e outros). 4. Qualidade dos Produtos e Agregação de Valor Controle de resíduos e contaminantes, riscos biológicos, avaliação da matéria-prima, embalagem, coloração, odor, sabor, aliando segurança à saúde do consumidor. Incorporar atributos de sustentabilidade e características nos produtos, resultando em maior valor econômico.

22 5. Negociações Internacionais e Defesa Comercial Celebração de acordos comerciais e fitozoossanitários, verificação do correto cumprimento dos acordos assinados, combate aos apoios domésticos distorcivos ao mercado e às barreiras tarifárias e não- tarifárias, e promoção comercial. 6. Interlocução com a Sociedade Visa a estabelecer um diálogo com a sociedade e a organizar suas demandas, dando maior visibilidade e efetividade às políticas públicas para o agronegócio.

23 7. Política Agrícola: Novos Instrumentos e Seguro Rural Conjunto de instrumentos utilizados pelo poder público para propiciar os meios de que a iniciativa privada necessita para promover o crescimento mais acelerado da competitividade das cadeias produtivas do agronegócio brasileiro. 8. Desenvolvimento Sustentável Processo harmonioso do uso equilibrado dos recursos naturais, que deve ser capaz de atender às necessidades e expectativas presentes e das gerações futuras, tanto nos aspectos sociais, quanto econômicos e ambientais.

24 9. Cooperativismo e Associativismo como instrumento de inclusão social Instrumentos democráticos de união de forças de pequenos e médios produtores para melhorar suas condições de produção e comercialização de produtos agrícolas, num mercado competitivo e globalizado. 10. Excelência Administrativa Representa o estágio final buscado por uma organização, resultante dos processos de aperfeiçoamento e transformação planejados e executados. A partir da adequação de sua estrutura, o MAPA implementará uma visão de longo prazo, que articulará a gestão estratégica e a operacional; adotará processos simples, seguros e eficientes; capacitará e motivará os servidores; e integrará as ações do Ministério, do governo como um todo e da sociedade.

25 Equação da Crise Agrícola = PERDA DE RENDA =CRISE CUSTOS DEMANDASDEMANDAS + OFERTASOFERTAS PREÇOS ENDIVIDAMENTO INVESTIMENTOSINVESTIMENTOS + PRODUÇÃO SECASECA + SUCATEAMENTOSUCATEAMENTO INFRA-ESTRUTURA E LOGÍSTICA +

26 Medidas Emergenciais 1.Prorrogação de financiamentos de custeio e investimento 2.Recursos para refinanciamento de dívidas privadas: R$ 1 bilhão 3.Refinanciamento das dívidas do setor cacaueiro: R$ 250 milhões 4.Recursos para capitalização de cooperativas 5.Outras medidas relacionadas à estiagem

27


Carregar ppt "Política Agrícola nos Países da Região RELATOS SOBRE A POLÍTICA AGRÍCOLA BRASILEIRA Buenos Aires, 28 de julho de 2005."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google