A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Economia de Dom Pedrito Acadêmicos: Mariane Richardt Langbecker, Jhovana Amanda Siqueira Campus Dom Pedrito UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Economia de Dom Pedrito Acadêmicos: Mariane Richardt Langbecker, Jhovana Amanda Siqueira Campus Dom Pedrito UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA."— Transcrição da apresentação:

1 Economia de Dom Pedrito Acadêmicos: Mariane Richardt Langbecker, Jhovana Amanda Siqueira Campus Dom Pedrito UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA

2 Dados Gerais do Município  PIB: O produto interno bruto representa a soma, em valores monetário, de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região, durante um período determinado. O PIB de Dom Pedrito é R$ ,780 mil, segundo o IBGE/2008.  PIB per capita: Dividindo o valor do PIB pela população de um país, obtém-se um valor médio per capita. O PIB per capita do municipio é R$ ,31, segundo o IBGE/2008.

3  IDH: O índice de desenvolvimento humano é uma medida comparativa usada para classificar os países pelo seu grau de desenvolvimento humano e para ajudar a classificar os países como desenvolvidos, em desenvolvimento e subdesenvolvidos. A estatística é composta a partir de dados de expectativa de vida ao nascer, educação e PIB per capita, recolhidos a nível nacional. O IDH de Dom Pedrito é 0,783, segundo o PNUD/2000, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.

4 Principais Atividades Econômicas Pecuária Agricultura Fruticultura Comércio Indústria

5 Pecuária  Com um rebanho municipal de aproximadamente 420 mil cabeças de bovinos e 150 mil de ovinos.  O município é um importante polo produtor de genética, onde se destacam as raças Angus, Hereford e Braford, além de cavalos Crioulos.  Nosso município está inserido dentro da região que obteve certificado de Denominação de Origem “Pampa Gaúcho”, sendo único do Brasil neste segmento.  O sistema de produção de carnes é baseado no pastoreio em campos nativos e pastagens implementadas através da integração com a agricultura.

6 Agricultura  Dom Pedrito plantou aproximadamente hectares de soja na safra 2012/2013, sendo o principal produto cultivado no município atualmente.  O Arroz foi o principal produto do município ocupando normalmente uma área de 50 mil hectares, e obtendo um produtividade média de kg/ha, sendo uma das mais altas do país.  Toda produção de arroz irrigado do município possui licença ambiental emitida por órgãos de fiscalização do governo.  A área média das lavouras do município é de aproximadamente 240 hetares, e a água para irrigação basicamente, cerca de 80%, provém de reservatórios particulares.

7 Fruticultura  O município de Dom Pedrito possui destaque nacional pelo desenvolvimento tecnológico de sua agropecuária, mas recentemente produtores rurais, entidades ligadas ao setor primário e a Prefeitura Municipal promovem a introdução de novas culturas.  A diversificação de culturas, além de contribuir com novas fontes de receita ao município, gera emprego e renda a comunidade.  Os fatores climáticos tem uma importância significante para a introdução e desenvolvimento de certas culturas. Dias longos no período de verão, com até 14 horas de luz é uma característica altamente favorável a cultura de frutas.

8  Outro fator importante é a amplitude térmica, que chega a alcançar em média 13,6 °C na região, influenciando na melhor aparência e sabor de frutos.  O solo, apesar de se apresentar com características distintas, de acordo com cada região do município, é reconhecido por sua aptidão agropecuária.

9 Dentre as espécies frutíferas estão sendo implantadas destacam-se:  Uvas viníferas: com mais de 100 ha de área já implantados, clima diferenciado para a atividade, especialmente pelos verões secos, invernos rigorosos. A vitivinicultura de Dom Pedrito veio para ficar, e pela qualidade dos vinhos e potencial da atividade na região, será em breve uma das principais fontes de emprego e renda do município.  Melancia: soma 800 ha em Dom Pedrito e se apresenta como a maior área com fruticultura no município, gerando na nossa região diversos empregos durante a manutenção da cultura e na colheita. Caracteriza-se por atividade de cunho empresarial, exercida especialmente no distrito de Torquato Severo. Os frutos são comercializados para os grandes centros consumidores do centro do país.

10  Morango: é outra cultura que apesar da área não ser expressiva (em torno de 1ha), vem demonstrando uma ótima aparência de fruto e sabor destacado. A produção tem mercado local e as perdas são bastante reduzidas.  Pessegueiro: espécie que vem sendo pesquisada na Unidade da Fepagro Dom Pedrito, onde algumas cultivares chegaram a produzir em média 3000 kg por planta, além de constituírem um ótimo aspecto e de fruto e sabor acentuado.  Mandioca: cultura que vem sendo desenvolvida pela Emater junto com a frente programática do Governo Estadual direcionada para públicos especiais, com objetivo cultivo de mandioca para subsistência. Este trabalho de auto consumo abrange produtores de assentados.

11 Comércio  O comercio no município, em sua grande maioria é representado por lojas de vestuário que são influenciados e tem como grande concorrência o Grupo Barbarela, que detém um forte publico no município.  Outros tipos de comércios também tem destaque como farmácias, pizzarias e restaurantes.  O salário varia de R$ 700,00 a R$ 850,00, dependendo do estabelecimento e da função desempenhada pelo colaborador.

12 Indústria  Em destaque neste setor está o Engenho Coradini, que tem sua origem datada de 1955, fundado pela sociedade entre dois irmãos em Cachoeira do Sul – RS.  O Engenho Coradini entrega ao mercado anualmente, 1,2 milhão de fardos de arroz, que para serem produzidos demandam aproximadamente 60 mil toneladas de arroz em casca.  O arroz industrializado atualmente representa 20% da produção do município. E das 60 mil toneladas/safra, 40% é produção própria e oriunda de outras empresas rurais que fazem parte do grupo.

13  Os empregos diretos e indiretos gerados na indústria e no campo chegam a 200 postos de trabalho.  O Engenho Coradini é hoje um dos mais modernos engenhos de beneficiamento de arroz do Brasil, sendo um dos pioneiros no setor a conquistar certificação HACCP Codex Alimentarius.

14  Outro destaque no município é a Guatambu Estância do Vinho, que iniciou em 2003 o cultivo de uvas viníferas, com mudas importadas da França e da Itália. Em 2007 firmaram um contrato com a Embrapa Uva e Vinho para a caracterização da região como produtora de vinhos.  A Guatambu estância do vinho hoje é uma referência à região, por levar além do nome da região, o bioma Pampa, o nome do município à níveis internacionais através de concursos e claro a qualidade dos vinhos produzidos aqui, agregando valor a região que se encontra em desenvolvimento na área de vitivinicultura.

15 Referências &search=||infogr%E1ficos:-informa%E7%F5es-completas a=147&CodSecao=31 ra_Vinhos_Finos- Um_Estudo_de_Caso_no_Municipio_de_Dom_Pedrito_RS.pdf

16 Obrigado pela atenção!


Carregar ppt "Economia de Dom Pedrito Acadêmicos: Mariane Richardt Langbecker, Jhovana Amanda Siqueira Campus Dom Pedrito UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google