A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Carlos Alves Diretor de Estudos e Projetos A NAV no SESAR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Carlos Alves Diretor de Estudos e Projetos A NAV no SESAR."— Transcrição da apresentação:

1 Carlos Alves Diretor de Estudos e Projetos A NAV no SESAR

2 2 Single European Sky ATM Research  Programa lançado pela UE para suportar para a implementação dos grandes objetivos do SES, sendo uma vertente tecnológica e devendo ser gerido de uma forma virada para a indústria.  Grandes objetivos :  Melhorar a segurança por um fator de 10  Triplicar a capacidade  Reduzir em 10% o impacto dos voos no ambiente  Redução dos custos em 50%

3 3 NAV no SESAR  SESAR/1 – 3 Fases Definition ( ) Development ( ) Deployment ( )  Programa de I&D com a participação de cerca de 70 companhias (16 membros fundadores e seus associados)  Orçamento até 2016: 2,1b€ (700M€ UE, 700M€ Eurocontrol e 700M€ da indústria)  A União Europeia aprovou a extensão da SJU até 31/12/2024 dando início a uma nova fase do programa - SESAR 2020.

4 4 NAV no SESAR

5  European ATM Master Plan Road Map que guia a modernização dos sistema de gestão do tráfego aéreo ligando as atividades de investigação e desenvolvimento à sua implementação. Ferramenta chave para as implementações do SESAR, contendo o planeamento coordenado das novas tecnologias e procedimentos.

6 A NAV no SESAR  Principais Drivers do ATM Master Plan 2012: Simplificar e estabelecer prioridades Preparar a fase de implementação do SESAR, com road maps precisos e conceções de negócio atualizadas Garantir a interoperabilidade a um nível global, em particular com o NextGen e os ICAO's Aviation System Blocks Upgrades (ASBU) Fortalecer a continuidade do Programa SESAR

7 NAV no SESAR  Atualmente participa na fase de desenvolvimento como membro associado da ENAIRE, contribuindo com a experiência dos seus recursos técnicos e operacionais: 42 pessoas Compromisso atual de aproximadamente horas 24 projetos.  A NAV participou como membro efetivo do consórcio de ANSP na fase de Definição (2005 – 2008)

8 A NAV no SESAR 2020  Dentro da extensão do SESAR até 2024 no quadro da colaboração com a ENAIRE, a NAV mostrou interesse e disponibilidade para participar nos projetos: PJ06 - Trajectory & Performance Based Free Routing (32 H/M) PJ14 - CNS (20 H/M) PJ17 - SWIM Infrastructures (16 H/M) PJ22 - Validation, Verification & Demo Intrastructure (9 H/M) PJ23 - Multi FAB Free Routing (19 H/M) PJ27 - Flight Object Interoperability (42 H/M) PJ01 - Enhanced Arrivals & Departures (31 H/M)

9 A NAV no SESAR 2020  Principais objetivos na participação: Manutenção da dinâmica para a inovação Influência Afirmação Conhecimento: partilha / aquisição

10 SESAR – Outros projetos  ICATS - Interoperability Cross-Atlantic Trials Em 2012 foi identificada a necessidade de realizar Flight Trails e atividades de demonstração que evidenciassem os benefícios do programa. A NAV integrou o Consórcio do projeto ICATS, que pretendeu analisar o requisitos técnicos para a interoperabilidade dos sistemas no que respeita à partilha de dados de voo entre Portugal, Espanha e os Estados Unidos, dentro deste novo conceito Flight Object.

11  AIRE - Atlantic Interoperability Initiative A NAV participou em 2 iniciativas: NAV no SESAR ONATAP implementação de rotas mais curtas entre Lisboa e África operando em espaço free route na FIR de Lisboa e de rotas diretas na FIR de Casablanca. Resultados: redução de 2:32 min por voo e de 167 Kg de combustível e de 526 Kg de CO2. DORIS (En-route/oceanic Dynamic Optimisation of the Route In flight) análise de 44 voos com o objetivo de aferir o impacto da otimização das rotas nos consumos de combustível e emissões de CO2. Resultados: 2.5% de redução de consumo de combustivel e de emissões de CO2.

12 A NAV no SESAR  Modernização é critica para se atingirem os objetivos globais mas há alguns desafios para o setor: RPAS Cyber security Soluções de rede, incluindo virtualização Pressão das companhias sobre os custos Disponibilidade de standards Capacidade da regulação para aprovar alterações

13 A NAV no SESAR Cooperação Cooperação: entre stakeholders, fornecedores e Estados Atitudes Atitudes: fazer de modo diferente  Condições de sucesso na harmonização e modernização:

14 FIM


Carregar ppt "Carlos Alves Diretor de Estudos e Projetos A NAV no SESAR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google