A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UD IV – ASSUNTO 1. – A 1ª GUERRA MUNDIAL OBJETIVOS: -Identificar a 1ª Guerra Mundial como resultado da competição entre as nações imperialistas. - Identificar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UD IV – ASSUNTO 1. – A 1ª GUERRA MUNDIAL OBJETIVOS: -Identificar a 1ª Guerra Mundial como resultado da competição entre as nações imperialistas. - Identificar."— Transcrição da apresentação:

1

2 UD IV – ASSUNTO 1. – A 1ª GUERRA MUNDIAL OBJETIVOS: -Identificar a 1ª Guerra Mundial como resultado da competição entre as nações imperialistas. - Identificar as fases e os blocos envolvidos na guerra. -Discutir as principais transformações mundiais após a Primeira Guerra Mundial -Relacionar o crescimento econômico americano à Primeira Guerra Mundial. 1

3 2 1ª GUERRA MUNDIAL ( ) Assassinato de Francisco Ferdinando – estopim da Guerra

4 3 Antecedentes Conferência de Berlim Incidente de Fachoda – ª Crise Marroquina – Conferência de Algeciras – ª Crise Marroquina – invasão alemã do Porto de Agadir Crises Balcânicas – 1912 e 1913

5 CONFERÊNCIA DE BERLIM: DIVISÃO DA ÁFRICA E DA ÁSIA EM 1884/1885. INCIDENTE DE FACHOA: foi um episódio ocorrido entre 1898 e 1899, quando França e Reino Unido decidiram construir ferrovias para conectar suas colônias africanas. O cenário do confronto foi a cidade de Fachoda, hoje no Sudão do Sul, cidade que é situada na interseção das linhas FrançaReino Unido ferroviasFachodaSudão do Sul

6 1ª CRISE MARROQUINA (1905):foi uma crise internacional ocorrida entre março de 1905 e maio de 1906 pelo estatuto do Marrocos. A Alemanha tentou usar a questão da independência do Marrocos para aumentar os atritos entre a França e o Reino Unido, bem como para promover os interesses comerciais dos alemães no Marrocos. Conseguiram seu objetivo declarado de garantir a independência de Marrocos, mas falharam em atrair o apoio diplomático para as suas posições na conferência internacional resultante.crise internacional Marrocos AlemanhaFrançaReino Unido

7 CONFERÊNCIA DE ALGECIRAS (CIDADE AO SUL DA ESPANHA): Na Conferência de Algeciras (1906), a independência marroquina foi confirmada, mas a França obteve o controle da polícia e do banco estatal do Marrocos, com apoio da Grã-Bretanha. A crise fortaleceu a aliança anglo-francesa e deixou a Alemanha, e não a França, humilhada e isolada.Conferência de Algeciras

8 2ª CRISE MARROQUINA: foi uma crise internacional ocorrida em 1911 que quase culminou em um conflito armado entre Alemanha e França, o que poderia ter ocasionado a Primeira Guerra Mundial três anos antes da mesma.crise internacional1911AlemanhaFrançaPrimeira Guerra Mundial O incidente começou quando, em maio de 1911, a França enviou tropas ao Marrocos para sufocar uma revolta popular contra o sultão Abd al-Hafid. Diante da possibilidade dos franceses anexarem o Marrocos, a Alemanha enviou em julho uma canhoneira ao porto marroquino de Agadir, uma região estratégica tanto por si só (é o melhor porto na região entre Gibraltar e Ilhas Canárias) quanto pela situação do domínio francês no Marrocos.MarrocossultãoAbd al-HafidMarrocoscanhoneiraAgadirGibraltar Ilhas Canárias

9 A ativa diplomacia europeia também conseguiu a resolução da crise, que culminou com a assinatura de um acordo franco-alemão - o Tratado de Fez - em que a Alemanha deu à França carta branca em relação ao Marrocos, no qual o Império Alemão não teria direito de discutir, tudo isso em troca de uma parte significativa do Congo francês (conhecido como Neukamerun) que seria cedido para a Alemanha para este país inflar os territórios do Império Colonial Alemão. Pelos acordos assinados com a França, a Espanha também adquire a obrigação de exercer um protetorado no Marrocos. Tratado de FezCongo francês Neukamerun Império Colonial Alemãoum protetorado no Marrocos

10 A Primeira Guerra Balcânica, também conhecida como Primeira Guerra dos Bálcãs (português brasileiro) ou Balcãs (português europeu), foi um conflito militar que durou de outubro de 1912 a maio de 1913 e colocou a Liga Balcânica (Sérvia, Montenegro, Grécia e Bulgária) contra o Império Otomano.português brasileiroportuguês europeuconflito militar Liga BalcânicaSérviaMontenegroGrécia BulgáriaImpério Otomano

11 2ª CRISE DOS BALCÃS: conflito entre a Bulgária de um lado contra seus antigos aliados da Liga Balcânica - Sérvia, Grécia e Montenegro - somados a Romênia e o Império Otomano de outro. O resultado desta guerra tornou a Sérvia, um importante aliado da Rússia, em uma potência regional dos Bálcãs, alarmando a Áustria-Hungria e indiretamente tornando-se mais uma causa para a Primeira Guerra Mundial. BulgáriaLiga BalcânicaSérviaGrécia MontenegroRomêniaImpério OtomanoSérvia RússiaBálcãsÁustria-HungriaPrimeira Guerra Mundial

12 PAZ ARMADA As grandes potências iniciaram um processo de aumento do poderio militar. Ocorreu uma verdadeira CORRIDA ARMAMENTISTA Cada grupo tentava superar o outro em armamentos

13 Política das alianças Os países começam a formar alianças militares. Tríplice Aliança = ALEMANHA, IMPÉRIO AUSTRO-HÚNGARO E ITÁLIA*. Tríplice Entente = INGLATERRA, FRANÇA E RÚSSIA (A Itália mudou de lado em 1915)

14 13 CAUSAS DA 1ª GUERRA MUNDIAL Imperialismos – disputas por mercados consumidores e por fontes de matérias primas. Pan-germanismo, Pan- eslavismo, francofonismo e Anglofonismo.

15 “O escritor austríaco Stefan Zweig ( ) conta um episódio significativo a que assistiu, na Primavera de 1914, num cinema da cidade francesa de Tours:

16 Quando no ecrã surgiram as imagens dos imperadores da Alemanha e da Áustria- Hungria rebentou na sala obscurecida uma tempestade de assobios e uma enorme pateada. Toda a gente gritava e apupava, homens, mulheres e crianças manifestavam a sua hostilidade como se tivessem sido ofendidos pessoalmente. Fiquei horrorizado, fiquei horrorizado do fundo do coração. Senti, de facto, quando o envenenamento pela propaganda do ódio, prosseguida durante anos, tinha conseguido ganhar terreno.” Stefan Zweig, Recordações dum Europeu

17 Em 1914, a maioria dos países em guerra acreditava que a guerra seria breve. Vamos ler os documentos que se seguem referentes à euforia da guerra.

18 A euforia da guerra na Alemanha “ No dia 1 de Agosto, a ordem de mobilização despertou por toda a Alemanha um entusiasmo indescritível. Todos, militares ou civis, homens ou mulheres, conscientes de que o direito estava do seu lado, sentiam que tinham obrigação de participar na defesa da pátria ameaçada (…). Nos rostos lia-se a decisão de vencer. Grupos de soldados cantavam velhas canções alemãs. Era uma tropa orgulhosa, alegre, segura de si, sólida, constituída por milhares de heróis disciplinados.” Kronprinz, Recordações da guerra

19 A euforia da guerra na França: “Quando escutamos os sinos perguntamos todos o que seria…O guarda florestal deu-nos a notícia: «É a guerra, é a guerra!» No dia seguinte, toda a gente começou a compreender que, afinal, a guerra era mesmo real. Todos os homens válidos receberam a convocatória (…). Muitos riam: «Oferecem-nos umas férias em pleno Verão, a nós que nunca as tivemos! É preciso aproveitar.»” Emilie Carles, Une soupe aux herbes sauvages

20 FATORES RESPONSÁVEIS PELA GUERRA MUNDIAL 1- Disputas imperialistas -Alsásia-Lorena: França X Alemanha -Região dos Balcãs Sérvia X Áustria Rússia X Áustria Rússia X Alemanha -Províncias Irridentas Itália X Áustria

21 20 Política das Alianças (Tríplice Aliança formada em 1882 e Tríplice Entente, formada em 1907) Revanchismo francês Corrida Armamentista Projeto naval alemão. CAUSAS DA 1ª GUERRA MUNDIAL

22 2- Sistema de Alianças TRÍPLICE ALIANÇA: Alemanha + Itália + Império Austro-Húngaro TRÍPLICE ENTENTE: Inglaterra + França + Rússia O Kaiser, propaganda militar humorística francesa.

23 22 Competições industriais

24 23 Competições industriais

25 24 MAPA DAS ALIANÇAS

26 O ASSASSINATO DE FRANCISCO FERDINANDO 1914 em Sarajevo um terrorista sérvio assassina o arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austro- húngaro. A Áustria-Hungria declarou guerra à Servia; a Rússia declarou guerra à Áustria-Hungria e então todas as nações das duas alianças declararam guerra entre si.

27

28 A política de alianças As rivalidades entre os Estados europeus levaram à formação de Alianças (as alianças foram formadas antes da guerra deflagrar). Alemanha, Império Austro-Húngaro e Itália (em 1915 a Itália abandona esta aliança e integra a Tríplice Entente) Tríplice Aliança França, Rússia e Inglaterra Tríplice Entente - Aliados (ou Triplo Entendimento)

29 Acontecimento que conduziu à 1.ª Guerra Mundial: Assassinato do Arquiduque Francisco Fernando em Sarajevo (Bósnia) Herdeiro do trono Austro- Húngaro O Império Austro- Húngaro fazia parte da Tríplice Aliança O Arquiduque foi assassinado por membros de uma organização sérvia. Por este motivo o Império Austro- Húngaro declarou guerra à Sérvia. Mas a Sérvia era aliada da Rússia que pertencia à Tríplice Entente. A Rússia mobiliza as suas tropas contra o Império Austro- Húngaro. As alianças entram assim em confronto (surgem declarações de guerra entre vários países)

30 29 Condutores da guerra 1 Pres. Woodrow Wilson Tzar Nicolau II Kaiser Guilherme II

31 30 Condutores da Guerra 2 Rei Victor Emmanuel III Lord Kitchener Loyd George Clemenceau

32 31 Características da guerra 1

33 32 Características da guerra 2 Guerra de Trincheiras

34 33 Características da guerra 3 Uso de gás mostarda nas batalhas de Ypres

35 34 Características da Guerra 4

36 35 Características da guerra 5

37 36 Principais Batalhas Tenemberg – 1914 Marne – 1914 Ypres (três) – 1914 e 1915 Gallípoli Verdum – 1916 Submarina – 1914 a 1918 Jutlândia

38 37 Batalha de Jutlândia Esquadra Inglesa contra a Esquadra Alemã Explosão do HMS Queen Mary

39 38 Características da guerra 6

40 39 Propagandas da guerra

41 40 Fases da guerra Primeira Fase: (1914) Esse período caracterizou-se por movimentos rápidos envolvendo grandes exércitos. Certo de que venceria a guerra em pouco tempo, o exército alemão invadiu a Bélgica, e depois de suplantá-la, penetrou no território francês até as proximidades de Paris.

42 A GUERRA DE MOVIMENTO Exércitos se deslocam e invadem as áreas inimigas. A Alemanha invade a Bélgica A França reage (Batalha de Marne) A Alemanha tenta invadir a Rússia A luta fica equilibrada

43 42 Fases da guerra Primeira Fase: (1914) Os franceses contra-atacaram e, na Primeira Batalha do Marne, em setembro de 1914, conseguiram deter o avanço alemão.

44 43 Fases da guerra Segunda Fase: ( ) Na frente ocidental, essa fase foi marcada pela guerra de trincheiras: os exércitos defendiam suas posições utilizando-se de uma extensa rede de trincheiras que eles próprios cavavam. Na frente oriental, o exército alemão impunha sucessivas derrotas ao mal- treinado e muito mal-armado exército russo.

45 44 Fases da guerra Segunda Fase: ( ) Mesmo militarmente superior, a Alemanha não teve fôlego para conquistar a Rússia. Em 1915, a Itália, que até então se mantivera neutra, traiu a aliança que fizera com a Alemanha e entrou na guerra ao lado da Tríplice Entente.

46 GUERRA DE TRINCHEIRAS Conflito muito lento Muito equilíbrio e imobilidade dos soldados Muito sofrimento para os soldados

47

48

49 SOLDADOS MENINOS

50

51 50 Fases da guerra Ao mesmo tempo que foi se alastrando, o conflito tornou-se cada vez mais trágico. Novas armas, como o canhão de tiro rápido, o gás venenoso, o lança- chamas, o avião e o submarino, faziam um número crescente de vítimas.

52 51 Fases da guerra Terceira fase: ( ) Em 1917, primeiro ano dessa nova fase, ocorreram dois fatos decisivos para o desfecho da guerra: a entrada dos Estados Unidos no conflito e a saída da Rússia.

53 52 Fases da guerra Terceira fase: ( ) Os Estados Unidos entraram na guerra ao lado da Inglaterra e da França. Esse apoio tem uma explicação simples: os americanos tinham feitos grandes investimentos nesses países e queriam assegurar o seu retorno.

54 53 Fases da Guerra Outras nações também se envolveram na guerra. Turquia e Bulgária juntaram- se à Tríplice Aliança, enquanto Japão, Portugal, Romênia, Grécia, Brasil, Canadá e Argentina colocaram-se ao lado da Entente. A saída da Rússia da guerra está relacionada à revolução socialista ocorrida em seu território no final de O novo governo alegou que a guerra era imperialista e que o seu país tinha muitos problemas internos para resolver.

55 54 Fases da Guerra A Alemanha, então, jogou sua última cartada, avançando sobre a França antes da chegado dos norte- americanos à Europa. Entretanto, os alemães foram novamente detidos na Segunda Batalha do Marne e forçados a recuar.

56 55 Fases da guerra A partir desse recuo, os países da Entente foram impondo sucessivas derrotas aos seus inimigos. A Alemanha ainda resistia quando foi sacudida por uma rebelião interna, que forçou o imperador Guilherme II a abdicar em 9 de novembro de 1918.

57 O FIM DA GUERRA A ENTRADA DOS ESTADOS UNIDOS DESEQUILIBROU A LUTA. ALEMANHA DESGASTADA ACEITA A DERROTA EM 1918 É ASSINADO O TRATADO DE PAZ = O TRATADO DE VERSALHES

58 57 Fases da guerra Assumindo o poder imediatamente, o novo governo alemão substituiu a Monarquia pela República. Dois dias depois rendeu-se, assinando um documento que declarava a guerra terminada.

59 58 Os quatorze pontos de Wilson A rendição alemã e a assinatura do Tratado dos “Quatorze Pontos para a Paz” não selaram definitivamente as questões abertas com as conseqüências da guerra. Algumas potências ainda buscavam um tratamento mais rigoroso às nações derrotadas na guerra, principalmente a Alemanha.

60 Abolição da diplomacia secreta; Liberdade dos mares; Eliminação das barreiras econômicas entre as nações; Redução dos armamentos nacionais; Redefinição da política colonialista, levando em consideração o interesse dos povos colonizados; Retirada dos exércitos de ocupação da Rússia;Rússia Restauração da independência da Bélgica ;Bélgica Restituição da Alsácia-Lorena à França;Alsácia-LorenaFrança

61 O Tratado de Versalhes Pesadas penas para a Alemanha sai humilhada e com sede de vingança

62 O Tratado de Versalhes Devolução de Alsácia-Lorena Criação do “corredor polonês” Redução do exército alemão a 100 mil homens Indenização de 269 milhões de marcos (33 bilhões de dólares)

63 O MUNDO APÓS A PRIMEIRA GUERRA Crise pelo mundo todo Instabilidade Econômica e Política Nascimento de governos autoritários (nazifascismo) Europa Enfraquecida Estados Unidos tornam-se a maior potência do Mundo Criação da Liga das Nações

64 63 Os quatorze pontos de Wilson A rendição alemã e a assinatura do Tratado dos “Quatorze Pontos para a Paz” não selaram definitivamente as questões abertas com as conseqüências da guerra. Algumas potências ainda buscavam um tratamento mais rigoroso às nações derrotadas na guerra, principalmente a Alemanha.

65 Abolição da diplomacia secreta; Liberdade dos mares; Eliminação das barreiras econômicas entre as nações; Redução dos armamentos nacionais; Redefinição da política colonialista, levando em consideração o interesse dos povos colonizados; Retirada dos exércitos de ocupação da Rússia;Rússia Restauração da independência da Bélgica ;Bélgica Restituição da Alsácia-Lorena à França;Alsácia-LorenaFrança

66 Reformulação das fronteiras italianas; Reconhecimento do direito ao desenvolvimento autônomo dos povos da Áustria-Hungria;Áustria-Hungria Restauração da Romênia, da Sérvia e de Montenegro e direito de acesso ao mar para a Sérvia;RomêniaSérvia Montenegro Reconhecimento do direito ao desenvolvimento autônomo do povo da Turquia e abertura permanente dos estreitos que ligam o Mar Negro ao Mediterrâneo;TurquiaMar NegroMediterrâneo Independência da Polônia; Criação da Liga das Nações, ou Sociedade das naçõesLiga das NaçõesSociedade das nações

67 66 Os quatorze pontos de Wilson Em 28 de junho de 1919, as principias nações vencedoras do conflito reuniram-se no Palácio de Versalhes, em Paris, para novas negociações de paz.

68 67 Articuladores do Tratado de Versalhes Lloyd George (ENG), Vittorio Orlando (ITA), Georges Clemenceau (FRA) e Woodrow Wilson (EUA) reunidos para o Tratado de Versalhes.

69 68 Tratados do pós-guerra Tratado de Versalhes (Conferência de Paris) Tratado de Saint-German Tratado de Sykes Picot Tratado de Brest-Litóviski Tratado de Neuly Tratado de Trianon Tratados de Sèvres e Lausanne

70 Tratado de Saint-German Celebrado em 10 de setembro de 1919 pelos Aliados, vitoriosos,Aliados de um lado, e, de outro, pela nova República da Áustria, na cidadeRepública da Áustria de Saint-Germain-en-Laye, França,Saint-Germain-en-LayeFrança após o término da Primeira GuerraPrimeira Guerra Mundial Mundial. O acordo declarava dissolvida a Monarquia Austro-Húngara.Monarquia Austro-Húngara

71 Tratado de Sykes Picot (1916) foi um ajuste secreto entre os governos do Reino Unido e daReino Unido França que definiu as suas respeti-França Vas esferas de influência no OrienteOriente MédioMédio após a Primeira GuerraPrimeira Guerra Mundial Mundial. Os limites estabelecidos pelo acordo ainda permanecem na maior parte da fronteira comum entre a Síria e o Iraque1SíriaIraque1

72 Tratado de Brest-Litóviski foi um tratado de paz assinado entre o governo bolcheviquebolchevique russorusso e as Potências CentraisPotências Centrais pelo qual era reconhecida a saída russa da Primeira GuerraPrimeira Guerra Mundial Mundial.

73 Tratado de Neuly: reconhecimento da Iugoslávia pela Bulgária. Tratado de Trianon:Destinava-se a regular a situação do novo EstadoEstado húngaro que substituiu o Reino da Hungria, parte doReino da Hungria antigo Império Austro-HúngaroImpério Austro-Húngaro

74 Tratados de Sèvres e Lausanne As sua cláusulas consagravam a perda, pela Turquia, não apenasTurquia da Palestina, Síria, Líbano e Meso-PalestinaSíriaLíbanoMeso- potâmiapotâmia, mas também praticamente de todos os territórios turcos na Europa (com excepção de ConstanConstan tinoplatinopla) e da região de Esmirna, am-Esmirna bas entregues à Grécia.Grécia

75 74 Imposições à Alemanha TRATADO DE VERSALHES O tratado de Versalhes estabelecia que a Alemanha era obrigada a: - restituir a Alsácia e a Lorena à França; - ceder as minas de carvão do Sarre à França por um prazo de 15 anos; - ceder suas colônias, submarinos e navios mercantes à Inglaterra, França e Bélgica;

76 75 TRATADO DE VERSALHES - pagar aos vencedores, a título de indenização, a fabulosa quantia de 33 bilhões de dólares. -reduzir seu poderio bélico, ficando proibida de possuir força aérea, de fabricar armas e de ter um exército superior a 100 mil homens. -O serviço militar foi abolido.

77 TRATADO DE VERSALHES  Devolução da Alsácia-Lorena (FRA);  Perda de todas as colônias;  Perda de 1/7 do território;  Indenização aos vencedores;  Limitação do exército em 100 mil homens;  Proibição de fabricação de navios de guerra;  Proibição de se unir novamente com a Áustria; “O caos da Alemanha do após- guerra de 1918 (G. Grosz) (desenhista alemão)”

78 77 Consequências da guerra Considerando-se humilhados pelo Tratado de Versalhes, os alemães passarão a nutrir um ódio sobretudo a França, e os países que o derrotaram. A primeira guerra trouxe outras consequências como: - declínio da Europa, que foi duramente atingida pelo conflito.

79 78 -Ascensão dos Estados Unidos, que a partir de então tornaram-se uma das grandes potências. -intensificação dos problemas que contribuíram para a implantação do socialismo na Rússia. -Aparecimento de regimes políticos autoritários, como o nazismo e fascismo.

80 PROF VICENTE - 1ª GUERRA MUNDIAL ( ) 79 EUROPA ANTES E DEPOIS DA GUERRA

81 80 EUROPA DEPOIS DA GUERRA

82 81 11 milhões de mortos (destes, 8 milhões eram combatentes). Fim dos impérios Russo, Austro- Húngaro, Alemão e Otomano. Surgimento de novos Estados:

83 82 - Do desmembramento do Império Austro-Húngaro: Áustria, Hungria, Tchecoslováquia e Iugoslávia (nome oficial da “Grande Sérvia”, criado em 1931). - Do desmembramento do Império Russo: URSS, Finlândia, Polônia, Lituânia, Letônia e Estônia.

84 83 Crise econômica generalizada, com especial gravidade na URSS, Itália e Alemanha. Surgimento dos regimes totalitários, tanto de esquerda (comunismo) como de direita (fascismo). Ascensão dos EUA à posição de maior potência mundial.

85 84 Criação da Sociedade das Nações ou Liga das Nações – um dos poucos itens dos “14 Pontos” que foram aproveitados. Existência de minorias étnicas com tendência separatista em vários países da Europa Central e Oriental, criando graves focos de tensão.

86 PRINCIPAIS CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA  Desaparecimento dos velhos impérios europeus: o russo, o turco, o austríaco, o alemão.  Alta de preços, desvalorização da moeda, crise de produção generalizada na Europa.  Crescimento artificial da economia norte- americana, o que culminou na crise de  Queda da população europeia (8 milhões de mortos, 20 milhões de feridos).

87  Crise do liberalismo, tanto no plano econômico como no plano político: surgem os regimes fascistas e socialistas.  Formação de novos países na Europa: Tchecoslováquia, Hungria, Iugoslávia, Polônia, Finlândia, Estônia, Letônia, Lituânia.  Criação da Liga das Nações

88

89 Revisando HISTÓRIA, 9° Ano Ensino Fundamental Primeira Guerra Mundial

90 1. (USP) O assassinato do herdeiro do Império Austro-Húngaro, em Sarajevo, veio complicar a situação europeia e ocasionou a eclosão da I Guerra Mundial. O personagem em questão era (A) O Kaiser Guilherme (B) Francisco Ferdinando (C) Lloyd George (E) Lênin (D) Nicolau Romanov CORRETO HISTÓRIA, 9° Ano Ensino Fundamental Primeira Guerra Mundial

91 2. (PUC) O fim da I Guerra Mundial trouxe, entre outras consequências: (A) A unificação política do Oriente Médio, sob a liderança do Egito. (B) A simplificação do mapa político da Eurásia pelo desaparecimento de numerosos pequenos Estados. (C) A ampliação do território alemão, em detrimento da Polônia. (D)O aparecimento de numerosos novos Estados, em virtude da desintegração dos Impérios Otomanos, Austro-Húngaro e Russo. (E) E a denominação da Alemanha pelas forças de ocupação aliadas. CORRETO HISTÓRIA, 9° Ano Ensino Fundamental Primeira Guerra Mundial

92 3. (SEC) Presidente dos Estados Unidos durante a Guerra de 1914 – 1918: (A) Flanklin Roosevelt (C) Churchill (B) Woodrow Wilson (D) Theodore Roosevelt (E) George Bush CORRETO HISTÓRIA, 9° Ano Ensino Fundamental Primeira Guerra Mundial


Carregar ppt "UD IV – ASSUNTO 1. – A 1ª GUERRA MUNDIAL OBJETIVOS: -Identificar a 1ª Guerra Mundial como resultado da competição entre as nações imperialistas. - Identificar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google