A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AMÉRICA E SEUS POVOS 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AMÉRICA E SEUS POVOS 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR1."— Transcrição da apresentação:

1 AMÉRICA E SEUS POVOS 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR1

2 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa (...) Presa nos elos de uma só cadeia, A multidão faminta cambaleia, E chora e dança ali! Um de raiva delira, outro enlouquece, Outro, que martírios embrutece, Cantando, geme e ri! (...) NAVIO NEGREIRO – CASTRO ALVES Imagem: Johann Moritz Rugendas (1802–1858) / Negros no porão de um navio negreiro / New York Public Library Digital Gallery / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR2

3 Escravidão Submissão de um indivíduo a outro, independente da sua vontade. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR3

4 Como a escravidão negra no Brasil tomou proporções marcantes na história da sociedade, ficou no imaginário coletivo a referência quase que automática da palavra escravidão ligada exclusivamente ao tráfico de negros da África. No entanto, a primeira opção da coroa portuguesa foi a utilização da mão de obra dos povos indígenas, para colonizar efetivamente suas terras na América através do seu sistema de administração (Capitanias Hereditárias e Governo Geral). Também houve no Brasil a escravização de pessoas brancas, embora em número bem menor do que os outros tipos de escravos (negros e índios). HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR4

5 O processo de integração indígena ao mundo colonial Os europeus inseriram-se na relações intertribais. Na condição de aliados ou inimigos(...) A conquista e a colonização passaram a ser também história dos índios que nela participaram intensamente, atribuindo a elas significados próprios (...) ALMEIDA, Mª Regina Celestino de HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR5

6 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Victor Meirelles (1832–1903) / Primeira Missa no Brasil, 1860 / Museu Nacional de Belas Artes / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR6

7 Os jesuítas tiveram participação crucial na tentativa de integração dos povos nativos na realidade colonial cristã. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Benedito Calixto (1853–1927) / Anchieta e Nóbrega na cabana de Pindobuçu, 1927 / Acervo do Museu Paulista / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR7

8 As entradas e bandeiras tiveram papel fundamental na expansão das fronteiras coloniais na América Portuguesa e no apaziguamento dos índios nas chamadas guerras justas. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Benedito Calixto (1853–1927) / Retrato de Domingos Jorge Velho, 1903 / Acervo do Museu Paulista (São Paulo) / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR8

9 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem disponível em: /bandeirantes-nem-herois-nem-viloes.html 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR9

10 GUERRA JUSTA Eram consideradas guerras justas os conflitos entre colonizadores e indígenas que se opusessem à catequese e ao processo de expansão da colônia, interferindo, assim, diretamente nos interesses da metrópole. Uma forma de burlar a proibição da Igreja de escravizar os povos nativos, pois eles deveriam ser convertidos a fé cristã e não escravizados. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR10

11 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Theodor de Bry (1528–1598) / Drake Expedition near Río de la Plata, 1578 / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR11

12 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Jean-Baptiste Debret (1768–1848) / Soldados índios da Província de Curitiba escoltando selvagens, 1834 / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR12

13 O tráfico de negros como escravos para o Brasil se deu ainda no século XVI. Em carta enviada ao rei de Portugal, Duarte Coelho já citava a importância e a necessidade de trazer negros escravos para a colônia como forma eficiente de colocar em prática o processo de ocupação do território americano. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem disponível em: rafias/duarte-coelho/ rafias/duarte-coelho/ 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR13

14 Ao contrário do senso comum, que nos faz imaginar o tráfico como sendo algo desorganizado e amador; soando mais como aventura do que profissionalismo, a literatura atual nos mostra que o tráfico de escravos configurou-se numa organização altamente estruturada e que contava com a participação de vários reinos africanos nessa empreitada. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR14

15 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Autor desconhecido / Arab slave traders and their captives along the Ruvuma (Rovuma) river (in today's Tanzania and Mozambique), 1866 / public domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR15

16 O tráfico possuía planejamento. Devemos lembrar que os escravos eram mercadorias muito valiosas. Portanto, perder uma “peça” se constituiria em prejuízo para o traficante. Algumas embarcações contavam com a presença de médicos e suprimentos mínimos para garantir a sobrevivência da tripulação e da carga. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR16

17 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Autor desconhecido / The inspection and sale of a Negro, 1854 / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR17

18 Com a proibição do tráfico por diversas nações ao redor do mundo, o transporte de escravos tornou-se ainda mais arriscado. Patrulhas inglesas vigiavam o Atlântico em busca de traficantes negreiros. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR18

19 ROTAS DO TRÁFICO NO ATLÂNTICO HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR19

20 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Veja o mapa mostrando o fluxo dos escravos no século XVIII em: yb5I/AAAAAAAABsk/gZz2OSEKw-k/s1600/mapa_sec_XVIII.jpg 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR20

21 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Cvdr / Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR21

22 Resistência Oposição, reação, recusa de submissão à vontade de outrem... HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR22

23 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem disponível em: resistencia-dos-escravos.htm 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR23

24 Liberdade Faculdade de escolher seu caminho e de que maneira trilhá- lo. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Tropenmuseum of the Royal Tropical Institute (KIT) / Anel de ferro para os pés do preso / Creative Commons Attribution- Share Alike 3.0 Unported. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR24

25 A VIDA DOS ESCRAVOS NOS ENGENHOS COLONIAIS. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR25

26 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Jean baptiste Debret / Mercado de escravos da rua do Valongo, Rio de Janeiro séc XIX / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR26

27 OS ESCRAVOS DENTRO DA CASA GRANDE HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Jean-Baptiste Debret (1768–1848) / Família brasileira e escravos / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR27

28 AMAS DE LEITE Era comum, nas casas-grandes dos engenhos, as negras servirem de amas de leite para os filhos dos senhores. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Autor desconhecido / João Ferreira Villela Artur Gomes Leal com a ama-de-leite Mônica, 1860 / Museu Afro Brasil (São Paulo) / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR28

29 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Autor desconhecido / Slaves working in 17th-century Virginia, 1670 / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR29

30 A expectativa de vida de um escravo, durante seu trabalho na lavoura da cana de açúcar, era de, aproximadamente, 10 anos. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Aristocratas senhor de engenho Homens Livres senhor de terras sem engenho, ferreiro, carpinteiro, capataz, etc. Escravos “mão e pés do senhor” A Sociedade do Açúcar 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR30

31 Principais formas de castigo para os escravos que se rebelassem. HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR31

32 HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Jean-Baptiste Debret (1768–1848) / Pelourinho / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR32

33 ESCRAVOS CASTIGADOS HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Jean-Baptiste Debret (1768–1848) / Escravos presos pelos pés / Public Domain. 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR33

34 INSTRUMENTOS DE TORTURA HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa Imagem: Linda Spashett (Storye book) / Algemas e chaves antigas / Creative Commons Attribution 3.0 Unported 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR34

35 SUGESTÃO DE LEITURAS A ESCRAVA ISAURA – Bernardo Guimarães MENINO DE ENGENHO – José Lins do Rego MOLEQUE RICARDO – José Lins do Rego O GUARANI – José de Alencar HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR35

36 SUGESTÃO DE FILMES A MISSÃO – Roland Joffé AMISTAD – Steven Spielberg 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR36

37 BIBLIOGRAFIA -ALMEIDA, Maria Regina Celestino de – Os índios na História do Brasil ª Ed. Editora FGV, Rio de Janeiro. -CARVALHO, Marcus J. M. de. Liberdade: rotinas e rupturas do escravismo no Recife, Recife: Editora Universitária da UFPE, FREYRE, Gilberto. Casa-Grande & Senzala. 34. ed. Rio de Janeiro: Record, 1998, cap. IV. -REIS, João José; GOMES, Flávio dos Santos; CARVALHO; Marcus J. M. O Alufá Rufino: tráfico, escravidão e liberdade no Atlântico Negro (c – c. 1853). São Paulo: Companhia das Letras, HISTÓRIA, 7º Ano do Ensino Fundamental Escravidão na América Portuguesa 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR37


Carregar ppt "AMÉRICA E SEUS POVOS 14/12/2014WWW.NILSON.PRO.BR1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google