A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MCC DO BRASIL – AR 20141 ASSEMBLEIAS REGIONAIS 2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MCC DO BRASIL – AR 20141 ASSEMBLEIAS REGIONAIS 2014."— Transcrição da apresentação:

1 MCC DO BRASIL – AR ASSEMBLEIAS REGIONAIS 2014

2 MCC DO BRASIL – AR Este é o grande momento de nossa Assembleia Regional. Aquele em que vamos assumir compromissos de ação. É o momento do AGIR.

3 MCC DO BRASIL – AR Vamos comentar brevemente algumas conclusões dos grupos acerca da necessidade da formação, constatada no VER e discernida no JULGAR...

4 MCC DO BRASIL – AR Para cumprir sua finalidade última o MCC deve assumir seu caráter missionário.

5 MCC DO BRASIL – AR Documento Final da AN Pós-Jubilar

6 MCC DO BRASIL – AR DOCUMENTO FINAL DA ASSEMBLEIA NACIONAL P Ó S-JUBILAR DE 2013 Reunidos em sua 41 ª Assembleia Nacional, os integrantes do Grupo Executivo Nacional e dos Grupos Executivos Regionais do Movimento de Cursilhos de Cristandade do Brasil, motivados e guiados pelo Esp í rito Santo para, como disc í pulos mission á rios, caminhar rumo a um novo Pentecostes, queremos partilhar com nossos irmãos e irmãs cursilhistas a nossa experiência de buscar atender aos apelos do Papa Francisco: não perder a esperan ç a, deixar-se surpreender por Deus, guardar a alegria. Ao examinar nossas realidades, constatamos que têm sido incont á veis os frutos que o MCC tem produzido na Igreja e no mundo: Na maioria dos GEDs, é clara a compreensão do Carisma do Movimento. São muitos os GEDs que contam com grande apoio dos Assessores Eclesi á sticos. H á muitas Escolas Vivenciais bem organizadas, preocupadas com a forma ç ão e frequentadas com regularidade. Os documentos elaborados pelo GEN são acolhidos, estudados e seu conte ú do é colocado em pr á tica. Reconhecemos, entretanto, que algumas dificuldades persistem – talvez porque não tenhamos sido capazes de transformar em atos e de forma respons á vel, o grande amor que sentimos pelo MCC: Embora compreendido, nem sempre o Carisma do MCC é levado a efeito, provocando desvios na sua finalidade. Não h á, no Pr é -Cursilho, suficiente empenho em selecionar candidatos adequados e prepar á -los. Nem sempre as decisões das Assembleias são adequadamente divulgadas e executadas. Nem todas as Escolas Vivenciais estão funcionando adequadamente. Desejosos de produzir mais e melhores frutos e de superar as dificuldades encontradas, analisamos as dimensões fundamentais da vida cristã e conclu í mos que devemos aprofundar a nossa forma ç ão integral – humana, teol ó gica e espiritual – para nos capacitar a atingir a finalidade do MCC. Tomamos, então, algumas decisões para tornar efetiva a dimensão da forma ç ão: Buscar, atrav é s da forma ç ão permanente, a capacita ç ão necess á ria para atuar como disc í pulos mission á rios, dentro e fora do MCC. Aprofundar o estudo dos documentos do MCC, em todos os n í veis, para corrigir distor ç ões, ser fi é is ao seu carisma, conseguir sua finalidade. Transformar a Escola Vivencial na grande ferramenta dessa forma ç ão, tornando-a:  planejada, organizada, acolhedora;  com conte ú dos voltados para o estudo dos documentos do MCC e da Igreja;  empenhada em despertar a consciência cr í tica para a transforma ç ão dos ambientes;  formadora de respons á veis para o an ú ncio querigm á tico- vivencial, nos três tempos do MCC.  capaz de desenvolver a vivência e a convivência do fundamental cristão. Cheios da esperan ç a que deve animar os cristãos na sua missão de sal, fermento e luz, invocamos o exemplo de Maria e a prote ç ão de nosso patrono São Paulo, esperando que as decisões que tomamos na qualidade de respons á veis cheguem a todos os integrantes do MCC do Brasil. Embu das Artes, 20 de outubro de 2013, Dia Mundial das Missões.

7 MCC DO BRASIL – AR Como já dissemos, a realidade tem aspectos positivos e negativos... Documento Final da AN Pós-Jubilar

8 MCC DO BRASIL – AR Ao constatar esses aspectos negativos, algumas conclusões foram óbvias... Documento Final da AN Pós-Jubilar

9 MCC DO BRASIL – AR Embora compreendido, nem sempre o Carisma do MCC é levado a efeito, provocando desvios na sua finalidade. O Espírito Santo enriquece toda a Igreja evangelizadora também com diferentes carismas. São dons para renovar e edificar a Igreja. (EG 130) Documento Final da AN Pós-Jubilar

10 MCC DO BRASIL – AR Não há, no Pré-Cursilho, suficiente empenho em selecionar candidatos adequados e prepará-los. Documento Final da AN Pós-Jubilar Sonho com uma opção missionária capaz de transformar tudo [...] e toda a estrutura eclesial se tornem um canal proporcionado para evangelização do mundo atual [...] (EG 27)

11 MCC DO BRASIL – AR Nem sempre a decisões das Assembleias são adequadamente divulgadas e executadas. Documento Final da AN Pós-Jubilar

12 MCC DO BRASIL – AR Nem todas as Escolas Vivenciais estão funcionando adequadamente. A formação dos leigos e a evangelização das categorias profissionais e intelectuais constituem um importante desafio pastoral. (EG 102) Documento Final da AN Pós-Jubilar

13 MCC DO BRASIL – AR Tornar efetiva a dimensão da formação... Documento Final da AN Pós-Jubilar Devemos procurar simultaneamente uma melhor formação, um aprofundamento do nosso amor e um testemunho mais claro do Evangelho. (EG 121)

14 MCC DO BRASIL – AR Buscar capacitação para atuar como missionários. Documento Final da AN Pós-Jubilar Para manter vivo o ardor missionário, é necessária uma decidida confiança no Espírito Santo, porque Ele «vem em auxílio da nossa fraqueza» (Rm 8, 26). (EG 280) Tornar efetiva a dimensão da formação:

15 MCC DO BRASIL – AR Aprofundar o estudo dos documentos do MCC. Um sinal claro da autenticidade de um carisma é a sua eclesialidade, a sua capacidade de se integrar harmoniosamente na vida do povo santo de Deus para o bem de todos. (EG 130) Documento Final da AN Pós-Jubilar Tornar efetiva a dimensão da formação:

16 MCC DO BRASIL – AR Transformar a EV na grande ferramenta da formação. Essa é a força da ressurreição, e cada evangelizador é um instrumento desse dinamismo.(EG 276) Essa é a força da ressurreição, e cada evangelizador é um instrumento desse dinamismo. (EG 276) Documento Final da AN Pós-Jubilar Tornar efetiva a dimensão da formação:

17 MCC DO BRASIL – AR TRABALHO DE GRUPO

18 MCC DO BRASIL – AR Como desenvolver uma Formação que capacite os Discípulos Missionários do MCC a responder às exigências do Evangelho no mundo de hoje?

19 MCC DO BRASIL – AR Quais os caminhos a percorrer e os lugares onde encontrar essa formação, principalmente dentro da estrutura do próprio MCC?

20 MCC DO BRASIL – AR Que aspectos novos – metodologia, estratégias – são necessários para essa Formação?


Carregar ppt "MCC DO BRASIL – AR 20141 ASSEMBLEIAS REGIONAIS 2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google