A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. Qual o motivo para ter um blog? Um ótimo hobby para quem curte escrever. É forma de guardar as informações e relatos das suas trips. É veículo para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. Qual o motivo para ter um blog? Um ótimo hobby para quem curte escrever. É forma de guardar as informações e relatos das suas trips. É veículo para."— Transcrição da apresentação:

1

2 1. Qual o motivo para ter um blog? Um ótimo hobby para quem curte escrever. É forma de guardar as informações e relatos das suas trips. É veículo para transmitir seu conhecimento específico. Uma excelente forma de comunicar minhas novidades ao meu público (indicado para empresas, atletas, agências, guias, representantes de marcas, lojas, grupos escoteiros...). Ganhar algum dinheiro (SIM isso é possível! ). Uma possível forma de trabalho.

3 1.1 O que eu preciso para ter um blog? Vontade e tempo para mantê-lo atualizado. Gostar de escrever – e escrever certo. Algum conhecimento em edição de imagens e vídeo. Algum dinheiro (hospedagem do blog / registro nome). Uma câmera fotográfica – que também pode ser sua filmadora – e que não precisa ser super cara. E O MAIS IMPORTANTE: falar de um assunto que você realmente domina!

4 1.2 Começando! Escolhendo um nome Escolha um nome simples e que tenha a ver com o seu conteúdo – é claro. Use palavras relevantes no nome do seu blog – se ele fala de trilhas escolha algo relacionado, se for bike pense em alguma coisa do mundo do pedal, etc. Nada de nomes enormes ou palavras muito complicadas!

5 2. Hora de escolher as “ferramentas” Pagar para ter o meu domínio (site com nome próprio – ex. trekkingbrasil.com), ou ter um site sem custos no Blogger por exemplo (minhastrilhas.blogspot.com) ? Sites com domínio próprio costumam ter mais “respeito” – então se a sua intenção é ter algo mais profissional este é o caminho. E outro detalhe, sistemas gratuitos não aceitam qualquer tipo de monetização! Custa caro ter um domínio próprio? NÃO!

6 2.1 Opções pagas e gratuitas para seu blog WordPress.com (gratuita) Blogger.com (gratuita) Wix.com (gratuita – fácil mas não é uma boa opção) WordPress hospedado (pago - taxas mensais e uma anual) Drupal hospedado (pago - taxas mensais e uma anual) Joomla hospedado (pago - taxas mensais e uma anual) B2Evolution hospedado (pago – taxas mensais e uma anual) Qual opção eu escolho??

7 2.2 WordPress – o melhor CMS* para blogs Seja na versão paga ou na gratuita o WordPress tem as melhores opções atualmente para quem quer montar um blog, veja: Principal plataforma em uso no momento e crescendo. Constantemente atualizado. Um número enorme de plugins garante uma facilidade maior em vários itens – SEO, mapas, vídeos, podcasts, tracklogs de GPS, redes sociais, segurança, backups, etc. Nota: a versão gratuita te dá uma liberdade menor para algumas coisas, entre elas a monetização do seu blog... *CMS – Sistema de gerenciamento de conteúdo (em inglês: content management system)

8 2.3 WordPress – WP em números (dados de 2013) Mais de 72 milhões de blogs/sites usam o WP. São aproximadamente 26 mil plugins (complementos). 19% dos sites no mundo usam WordPress, alguns deles: CNN, Time, TED, Reuters, Forbes, Globo, Wired, Mashable, Ford, Sony, Samsung, Wall Street Journal... Layouts pagos e gratuitos, inclusive com versões para celulares e tablets (mobile/responsivo).

9 2.4 WordPress – Links para tutoriais Onde baixar o WordPress: Como instalar o WordPress: Algumas opções de hospedagem para seu WordPress:

10 2.4 WordPress – Links para tutoriais Sites com dicas e tutoriais:

11 3. Dicas para criar conteúdo Conteúdo é rei! E o rei está mais do que em alta hoje em dia! (Menos o Joffrey do Game of Thrones). Pesquise, rascunhe e revise – trabalhe seu texto – não tenha pressa em publica- lo! A primeira versão de um texto é sempre uma droga! Revise! Textos longos ficam melhores com o uso de fotos, vídeos e ilustrações e se forem subdivididos em tópicos para simplificar a leitura. Não publique alucinadamente, informação em excesso é ruim, planeje umas 3 postagens boas por semana – a menos, é claro, que seu foco seja atuar como um site de notícias. Escreva de forma correta! Nada de “vc, tb, qq, ctz”...

12 3. Dicas para criar conteúdo Palavras chave relacionadas com o conteúdo do texto devem estar presentes no título do artigo, bem como no corpo do texto – mas não faça um texto artificial lotado de palavras chaves só para tentar enganar o Google, acredite, ele não é tão burro assim! No final do seu artigo indique links para outros textos similares do seu blog, isso mantém o visitante no seu site. Sempre que for útil link outro texto do seu blog dentro de um artigo, assim textos complementares podem se conectar. Faça parcerias com outros sites e blogs do mesmo nicho que o seu, mas faça isso com quem tem qualidade no material publicado!

13 3. Dicas para criar conteúdo NUNCA COPIE CONTEÚDO DOS OUTROS !! Se precisar usar uma foto ou um texto de algum local peça permissão para isso e CITE a fonte sempre! É uma questão de ética e respeito. Copiar um texto e assumir a autoria dele só mostra que você é preguiçoso e não domina o assunto e por isso precisa da cópia... Respeito? *Imagem: ilikequote.com

14 4. Como trabalhar nas redes sociais? Antes de mais nada só crie contas em redes sociais que tenham relação com seu tema. Se você não vai usar vídeos não tenha um YouTube, se não tem smartphone não pense no Instagram... Ter um monte de redes sociais mas não atualiza- las é ruim! Quais redes sociais são interessantes? *Imagem: graphicsfuel.com

15 4.1 Escolhendo entre as redes sociais mais comuns Facebook: uma fanpage é recomendada para a grande maioria dos sites. Lá você tem espaço para textos, fotos, vídeos, promoções, interações com os leitores, álbuns de viagens, links, etc! Tenha uma fanpage colaborativa! Abra espaço para seus seguidores. Imagens e conteúdo estão sendo indexados no Google! Coloque um “Like Box” no seu blog. Instagram: muito bom para quem fala sobre esportes em geral, viagens e equipamentos. Fotos e vídeos de até 15 segundos. Não é uma rede para “vender”, mas para aproximar seu público de você. Twitter: uma boa forma para divulgar suas postagens do blog e trocar dicas com seus seguidores. Não deixe de retuitar artigos bons e siga quem tem relação com o seu assunto. Ótimo como SAC para as empresas!

16 4.1 Escolhendo entre as redes sociais mais comuns Pinterest: o Pinterest permite que você crie álbuns com temas específicos, assim você pode reunir fotos de um local com links para o relato no seu site; fotos e links para facas, mochilas; coleções de vestuário; bikes e peças... Uma boa opção para empresas que vendem equipamentos, blogs de viagem, blogs de bushcraft, etc. Acompanhe os quadros que lhe interessam e repine o conteúdo bom para seus seguidores! YouTube: o segundo maior site de “buscas” do mundo é o YouTube, só perde pro Google. Quando você quer um vídeo você procura onde? Uma ótima forma de levar conteúdo em forma de reviews e web séries – para empresas é uma boa maneira de demonstrar as tecnologias e materiais, equipamentos, lançamentos... Trabalhe com informações de qualidade, peça para curtirem seu canal, tenha um vídeo com boa resolução e bom áudio e não se esqueça de um bom título e uma boa descrição! Ótimo para indexação no Google!

17 4.1 Escolhendo entre as redes sociais mais comuns Google +: Apesar de fraco se comparado com o Facebook, o Google Plus é uma boa rede para compartilhar seus artigos do blog e replicar conteúdo interessante para seus leitores. A grande vantagem dele, apesar do baixo engajamento em média, é o bom posicionamento que ele oferece nos resultados de busca do Google. Portanto, mesmo que existam notícias comentando que o Google deve acabar com esta rede social eu recomendo que vocês a usem ainda assim! Pelo menos enquanto ela existir. Existem outras redes sociais além dessas que podem ser úteis em alguns casos, tais como: -Flickr e Picasa (álbuns de fotos); -Tumblr (permite a criação de “blogs de fotos”); -Vine (vídeos curtos).

18 4.2 Trabalhando as redes sociais Crie um calendário de postagens – escolha temas e crie um calendário de postagens usando estes temas – dicas, links, vídeos, downloads... Interaja com seus seguidores – responda perguntas, agradeça os elogios, atenda pedidos quando possível, aceite as críticas reais, explique dúvidas, etc. Seu blog não é uma ilha, você também não! Toda rede social tem termos de uso – leia esses termos para não ser penalizado por postar algum conteúdo proibido ou fazer alguma campanha não permitida, como promoções de “curta e compartilhe” no Facebook! Analise o que seus seguidores mais gostam e inclua isso nas suas postagens semanais.

19 4.2 Trabalhando as redes sociais Fique atento aos formatos e tamanhos de imagens usados em redes como o Facebook, por exemplo! Se adeque aos padrões e sempre use imagens de qualidade. O mesmo vale para o seu português! Quando você responde uma questão na sua fanpage ou em outra rede social, não é você que está respondendo, é o seu blog, são os valores e a cultura que ele passa que estão ali naquela resposta. Portanto atenção, ainda mais se a rede social que você está administrando for de uma empresa! Coloque botões de curtir, twittar, pinar, G+ e afins no seu blog – incentive e facilite a vida do seu leitor na hora de compartilhar o seu conteúdo.

20 4.2 Trabalhando as redes sociais Rede social é legal, mas... O foco principal é, e deve ser sempre, o conteúdo de qualidade no seu blog, afinal de contas, redes sociais deixam de existir de uma hora pra outra, e aí um belo dia aquela sua fanpage incrível e lotada de seguidores já era! Puff! Sumiu tipo ninja de filme... E você? Dançou! Ilustração:

21 5.0 (newsletter) e RSS Duas formas a mais para divulgar seu conteúdo! Usar uma newsletter é uma grande saída para levar ao seu público algum conteúdo novo que eles não viram nas redes sociais (ainda mais com a redução de visibilidade das postagens do Facebook atualmente), divulgar eventos onde seu blog vai participar, fazer promoções, etc. Uma boa ferramenta gratuita e paga para news: Uma boa ferramenta paga para news: Apesar de meio fora de uso o RSS ainda tem seus amantes (eu sou um deles). A vantagem é que o seu leitor pode usar algum aplicativo no tablet, celular ou computador e assim receber as notícias do seu site de forma simples e fácil. O WordPress tem suporte nativo ao RSS.

22 6.0 Analisando números! “Analisar é preciso!” (ditado popular de Social Media) Acompanhar os números do seu blog e até das suas redes sociais é fundamental para saber quais são os melhores horários de postagem, quais artigos rendem mais, quais menos, quantos leitores vem através de pesquisas, quantos das redes sociais, etc. Assim você consegue saber melhor quais redes sociais, assuntos, regiões e afins que rendem mais visitas para seu blog. Ferramentas para análises gratuitas: (para fanpages no Facebook) (várias redes sociais, mailchimp, seu site...) (principal ferramenta atual) Ilustração:

23 7.0 Vendendo seu peixe! Ganhando umas merrecas! Media Kit ou Mídia Kit: Blogs com mais visitas e um conteúdo bem estruturado e diversificado já podem tentar buscar anunciantes para espaços pagos no site (banners, links, etc). Para isso o ideal é montar um documento com os números, origem das visitas, público alvo, histórico do seu blog, missão, redes sociais e, é claro, os espaços disponíveis e os custos de cada espaço desses por um X período (mensal, bimestral, semestral, anual...). Defina os seus períodos, os espaços disponíveis e os valores de cada um deles!

24 7.0 Vendendo seu peixe! Ganhando umas merrecas! Media Kit ou Mídia Kit: Formatos de distribuição: preferencialmente PDF, mas também pode ser feito em slides, em páginas do site ou mesmo em vídeo! Nem muita informação, nem informação de menos! Não exagere na quantidade de páginas, mas não deixe as informações relevantes de fora! Atualize o Media Kit periodicamente com os novos números do blog e quando necessário novos valores dos anúncios. NÃO MINTA, NÃO AUMENTE OS NÚMEROS!

25 7.0 Vendendo seu peixe! Ganhando umas merrecas! Google AdSense e programas de afiliados: Para quem não tem um bom volume de visitas para justificar o investimento de um anunciante dedicado a melhor forma de tentar monetizar seu blog é através de anúncios do Google AdSense ou mesmo programas de afiliados como o Submarino, CityAds, sistemas de afiliados de lojas online de equipamentos, comissões de agências de viagem, etc...Google AdSense SubmarinoCityAds YouTube : Canais com muito volume de visitação e conteúdo próprio podem se beneficiar disso para gerar lucro, saiba como em: https://support.google.com/youtube/answer/97527?hl=pt-BR https://support.google.com/youtube/answer/97527?hl=pt-BR

26 7.0 Vendendo seu peixe! Ganhando umas merrecas! Conteúdo especial – e-books, revistas, produtos... Se o seu nível de conhecimento em uma área for realmente grande é possível até mesmo lucrar com e-books ou publicações similares, pagas. Mas isso requer muito conhecimento do assunto tratado, material realmente relevante e um bom trabalho de criação do conteúdo e da sua forma de distribuição. Outra opção é trabalhar com a venda de camisetas, canecas e outros itens menores relacionados com o nome do seu site ou com as ideias que ele passa, mas para isso você vai precisar de tempo, logística e um CNPJ para as notas fiscais!

27 8.0 Reviews e avaliações – um item delicado! Reviews ou avaliações de equipamentos e pacotes de viagem/pousadas devem ser feitos com muito cuidado por dois motivos bem simples: 1. Se forem comprados, em muitos casos não serão verdadeiros e não apontarão falhas dos equipamentos/serviços, só os pontos positivos Os seus leitores vão notar isso, e quando isso acontecer o seu principal valor será perdido: sua credibilidade!

28 8.0 Reviews e avaliações – um item delicado! Não faça avaliações como forma de ganhar dinheiro, e mesmo que o equipamento ou serviço tenha sido dado a você em troca da publicação de um artigo no seu blog ou um vídeo no seu canal do YouTube, deixe claro a quem está lhe fornecendo o equipamento/serviço que a sua avaliação será imparcial e baseada na sua experiência de uso. Acima de tudo lembre-se disso: Ética, respeito e comprometimento com a informação de qualidade são itens básicos para quem quer ter um bom conteúdo! E o conteúdo é REI.

29 Obrigado e bons ventos! Mario Nery e Elque Silva (TrekkingBrasil.com) Contatos: facebook.com/trekkingbrasil Download da apresentação em: trekkingbrasil.com/palestra-blog-asf.pps 2014


Carregar ppt "1. Qual o motivo para ter um blog? Um ótimo hobby para quem curte escrever. É forma de guardar as informações e relatos das suas trips. É veículo para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google