A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Brasil ! Terra de muitas histórias, só falta ter quem as conte. Escritor: Fernando Morais O fato de ser um país econômica e culturalmente esmagado, a pobreza.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Brasil ! Terra de muitas histórias, só falta ter quem as conte. Escritor: Fernando Morais O fato de ser um país econômica e culturalmente esmagado, a pobreza."— Transcrição da apresentação:

1 Brasil ! Terra de muitas histórias, só falta ter quem as conte. Escritor: Fernando Morais O fato de ser um país econômica e culturalmente esmagado, a pobreza do povo, a desvalorização dos professores, a ausência de uma política educacional libertadora, resultam em uma educação de faz de conta,assim, tudo contribui para que as histórias morram com aqueles que as conhecem. Sem falar que estamos criando uma geração de ficcionistas apertada em casas e apartamentos pequenos e apavorada pela violência urbana, e que se refugia desesperadamente em si escrevendo sobre o próprio umbigo. Uma geração de desatentos ao que se passa em volta. Que tal iniciarmos as mudanças fazendo a nossa parte ?

2 PARTICIPAÇÃO DA MÃO-DE-OBRA INDÍGENA NA COMPANHIA MATTE LARANGEIRA PESQUISADOR : ADELAIDO LUIZ SPINOSA VILA ORIENTADOR: DR. ANTÔNIO BRAND 1997 A 1998

3 Objetivos  Auxiliar no resgate da recente trajetória histórica dos Kaiowá-Guarani.  Levantar as relações trabalhistas que regiam a participação indígena nos trabalhos da Matte.  Detectar as fases onde a participação indígena no processo de produção da erva-mate era mais significativa

4 Problema  Inúmeras comunidades indígenas sofreram deslocamentos em função dos interesses da Companhia. Várias das atuais reservas indígenas demarcadas pelo Governo Federal entre 1915 a 1928 foram criadas em função desses deslocamentos.  Cabe verificar a abrangência da participação das comunidades indígenas como mão-de- obra em frentes de trabalho da Companhia.

5 Procedimentos  Leitura de extensa bibliografia;  Coleta de testemunhos através das técnicas de história oral; Entrevistas ( ex-administradores, ex- funcionários da companhia, lideranças indígenas, entre outros).

6 THOMAZ LARANGEIRA CHEGA NO SUL DE MATO GROSSO  1870 – Fim da Guerra com o Paraguai;  1872 – Início dos trabalhos da comissão mista de limites comandada pelo Cel. Enéias Rufino Galvão ( mais tarde presidente da província de Mato Grosso );  Thomaz Larangeira é convidado a fazer parte da comissão demarcatória;  1874 – Fim dos trabalhos demarcatórios;  Larangeira busca apoio político para obtenção da concessão de terras devolutas.

7 A CONSTITUIÇÃO DA CIA. MATTE LARANGEIRA   Larangeira obteve da Corte o arrendamento das terras da região para a exploração da erva mate por 10 anos. Porém sem poder impedir a colheita por parte dos moradores.   Resolução nº.76, revoga a possibilidade de moradores colherem erva mate, cabendo apenas a Cia. Matte Larangeira.   Proclamação da República ( decreto 520/89 amplia as concessões ).   Os aliados de Larangeira saem do poder ( Antônio Maria Coelho) e entra a família Murtinho.   1892 – Larangeira perde a exclusividade e forma um consórcio ( Larangeira e Banco Rio Branco da família Murtinho).   1895 – A Cia. Matte Larangeira recebe ha., maior arrendamento de terras devolutas do Brasil republicano. A concessão atinge diretamente o território dos Kaiowá/Guarani.

8 A DERROCADA DA CIA. MATTE LARANGEIRA  Denúncias do superintendente do Banco Rio Branco, Sr. Correa da Costa, leva o banco à Falência. Larangeira segue em busca de sócios argentinos.  Generoso Ponce, assume o estado com dura oposição de Bento Xavier que inicia um movimento com objetivo de diminuir os poderes da Cia. Matte ( não obtém sucesso ).  1926 a Cia. Matte Larangeira, por várias vezes empresta dinheiro para o Governo de Mato Grosso e assume o compromisso de construir vários prédios públicos, conseguindo a renovação das concessões.  1930 a 1945 Era Vargas (MARCHA PARA O OESTE)  “O monopólio sobreviveu durante décadas às lutas e interesses das oligarquias, mas não às mudanças do mercado externo” ( ARRUDA, 1986: 262) ( ARRUDA, 1986: 262)

9 A Exploração da Mão-de-obra indígena  Depoimentos


Carregar ppt "Brasil ! Terra de muitas histórias, só falta ter quem as conte. Escritor: Fernando Morais O fato de ser um país econômica e culturalmente esmagado, a pobreza."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google