A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Demonstração Observação Assimilação Reprodução“Liderança é a arte de influenciar pessoas... pela personalidade irradiada, interpenetrada e fortalecida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Demonstração Observação Assimilação Reprodução“Liderança é a arte de influenciar pessoas... pela personalidade irradiada, interpenetrada e fortalecida."— Transcrição da apresentação:

1 Demonstração Observação Assimilação Reprodução“Liderança é a arte de influenciar pessoas... pela personalidade irradiada, interpenetrada e fortalecida pelo Espírito Santo.” (J. Oswald Sanders) Discipulado é infusão de vida!

2 Liderança é p oder de influência, quanto mais o Espírito Santo influenciar a vida do líder, mais ele influenciará a vida de seus liderados.

3 Liderança é um c hamado divino, uma escola de líderes pode dar preciosas ferramentas para o exercício da liderança, mas jamais formará um líder.

4 “ Liderança cristã é uma vocação em que há uma perfeita mistura de qualidades divinas e humanas, ou um trabalho harmonioso entre o homem e Deus destinado ao ministério e benção das demais pessoas”

5 Um dos principais segredos de Jesus é que ele praticava o que falava: “... relatando todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar.” (At 1.1 ARA)

6 “ O discipulado cristão é um relacionamento mestre e aluno, baseado no modelo de Cristo e seus discípulos, no qual o mestre reproduz tão bem no aluno a plenitude da vida que tem em Cristo, que o aluno é capaz de treinar outros para ensinarem a outros.” (Keith Phillips)

7 D iscipulado é a reprodução da imagem de Cristo. Reproduzir significa produzir novamente e para que isso aconteça, o discipulador precisa manter um relacionamento com Cristo e então reproduzi-lo.

8 “ Discipulado não é uma série de estudos bem elaborados, transmitidos em reuniões formais. É u m investimento de tudo o que somos em Cristo na vida de outras pessoas.” (Keith Phillips)

9 Os componentes essenciais do discipulado são: M orte de si mesmo e R eprodução.

10 “Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, produz muito fruto. Quem ama a vida perde-a, mas aquele que odeia sua vida neste mundo preservá-la-á para a vida eterna.” (Jo ARA)

11 HIERARQUIA UNIVERSAL APÓS A QUEDA Trindade Anjos Bons Anjos Maus Homem Decaído RESTAURADA Trindade Homem Regenerado Anjos Bons Anjos Maus

12 HIERARQUIA DO SER HOMEM NÃO REGENERADO alma (senhor) espírito (mordomo) corpo (empregado) HOMEM REGENERADO espírito(senhor) alma (mordomo) corpo (empregado)

13 “Morte do eu” é um processo que se inicia na regeneração e perdura por toda a vida do cristão, onde o espírito humano prevalece sobre sua alma por causa da vida de Deus, concedida pelo Espírito Santo que habita nele. Não significa a aniquilação dos elementos que compõem a alma (intelecto, vontade e emoções) e sim a vitória diária contra um componente nocivo contido nela chamado c arne. Antes, o homem era refém de si mesmo, “fazendo a vontade da carne e dos pensamentos”; agora ele tem o E spírito Santo e quanto mais se submete a Ele, mais consegue subjugá-la.

14 A “carne” pode ser definida como a soma total dos instintos do homem, não como vieram das mãos do Criador, e, sim, como são na realidade, pervertidos e feitos anormais pelo pecado. (Myer Pearlman)

15 RREPRODUÇÃO DDOMÍNIO AALIMENTAÇÃO AAQUISIÇÃO AAUTOPRESERVAÇÃO INSTINTOS NATURAIS DO SER HUMANO

16 ANOEVANGELISTA O QUE FAZ DISCÍPULOS

17

18 CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES SOBRE LIDERANÇA PRIORIDADES NA VIDA DO MINISTRO Cuidado pessoal Cuidado com a família Cuidado com os liderados Cuidado com as tarefas “Tem cuidado de si mesmo e da doutrina. Continua nestes deveres; porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes.” 1Tm 4.16 ARA

19 CUIDADO COM A ALMA CUIDADO FÍSICO Saúde Alimentação Repouso Equilíbrio das prioridades Prática do perdão Manter a pureza nas motivações

20 Comunhão com Deus Nutrição com a Palavra de Deus Para que isso aconteça é necessário manter a vida devocional a qualquer preço CUIDADO ESPIRITUAL RESERVA PESSOAL Fração para ministração

21 1.NOSSAS DECISÕES AFETAM OUTRAS PESSOAS Cada tropeço da liderança traz sofrimento e dor para os que estão subordinados ao ministério.

22 SÓ PODEMOS INFLUENCIAR AS PESSOAS ATÉ O PONTO QUE NÓS MESMOS CHEGAMOS A palavra “segue-me”, proferida por Jesus, indica que o líder vai primeiro e seus liderados o seguem. Exigir que as pessoas façam aquilo que nós mesmos não fazemos é uma versão contemporânea do farisaísmo. Quanto mais medíocre o líder, mais medíocres os liderados. Quando o líder se acomoda, as pessoas que querem ir além ficam insatisfeitas, não podemos ser pedra de tropeço. O líder que busca a excelência acaba influenciando os liderados a fazerem o mesmo.

23 3 SEM DISCIPULADO NÃO HÁ POSTERIDADE O líder precisa se preocupar em deixar um legado. Todas as ferramentas utilizadas no evangelismo e discipulado podem ser aplicadas na preparação de um novo líder. O convívio e ensino de Jesus transformaram a vida dos discípulos, também infundindo neles o desejo de continuarem seu legado, ao ponto de morrerem pela causa.

24 4 NÃO DELEGAR PODE MATAR O líder centralizador acaba ficando muito sobrecarregado e com o tempo pode sofrer esgotamento espiritual, mental ou graves problemas de saúde. O ditado “quer bem feito, faça você mesmo” demonstra uma visão míope, presunçosa e orgulhosa

25 “Liderança é a habilidade de reconhecer as habilidades especiais e as limitações dos outros, combinada com capacidade de colocar cada pessoa no trabalho em que ela renderá o melhor possível”. Oswaldo Sanders

26 5 A DIREÇÃO É RSPONSABILIDADE DO LÍDER É necessário ter cuidado para não ser manipulado por pessoas generosas em seus dízimos e ofertas, por acharem que a Igreja é sustentada por elas. Quem sustenta a Igreja é o Espírito Santo. Quem traça as diretrizes para a Igreja é o l íder e Deus cobrará isso dele. É necessário firmeza e a firmeza é questão de conteúdo. Devemos ouvir as pessoas e refletir, mas a tomada deve se basear em nossas convicções e na direção de Deus

27 6 A LIDERANÇA SEMPRE RECONHECE E RESPEITA AUTORIDADE Todo o mal que praticamos para com o nosso l íder, mais tarde será praticado conosco ao assumirmos um ministério pastoral. Quanto mais submisso somos, mais autoridade espiritual recebemos de Deus.


Carregar ppt "Demonstração Observação Assimilação Reprodução“Liderança é a arte de influenciar pessoas... pela personalidade irradiada, interpenetrada e fortalecida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google