A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 1 Byte = 8 bits 1 Kilobyte (KB) = 1024 bytes 1 Megabyte (MB) = 1024 kilobytes 1 Gigabyte (GB) = 1024 megabytes 1 Terabyte (TB) = 1024 gigabytes 1 Petabyte.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 1 Byte = 8 bits 1 Kilobyte (KB) = 1024 bytes 1 Megabyte (MB) = 1024 kilobytes 1 Gigabyte (GB) = 1024 megabytes 1 Terabyte (TB) = 1024 gigabytes 1 Petabyte."— Transcrição da apresentação:

1 1 1 Byte = 8 bits 1 Kilobyte (KB) = 1024 bytes 1 Megabyte (MB) = 1024 kilobytes 1 Gigabyte (GB) = 1024 megabytes 1 Terabyte (TB) = 1024 gigabytes 1 Petabyte (PB) = 1024 terabytes 1 Exabyte (EB) = 1024 petabytes 1 Zettabyte (ZB) = 1024 exabytes 1 Yottabyte (YB) = 1024 zettabytes

2 2 O que é um Sistema de arquivo ( Filesystem ) Após criar uma partição, é preciso definir como os dados dentro dela serão organizados. Isto é feito através da formatação, que nada mais é do que preparar a partição criada para receber os dados e organizar eles de maneira correta. - Filesystem é a forma como os dados são armazenados, organizados e acessados no disco pelo sistema operacional. - Formatar logicamente uma partição em disco é estabelecer um filesystem.

3 - Muito usado em disquetes. Só serve para partições de até 16mb. - A maioria dos drives removíveis (PenDrives, Discos USB, Disquetes) utilizam o FAT12 (Disquete) 16 ou 32 como sistema de arquivos. 3 (Sistema de arquivos de 16 bits, por tal, só pode ser usado em partições de até 2gb.) Como eu citei acima ele utiliza 16 bits assim ele permite armazenar no máximo cluster. Mais o que é cluster? É a menor unidade de alocação de arquivos que pode ser reconhecido pelo sistema, bem voltando ao fat 16, esses clusters, como citei acima não podem ser grandes, no máximo 32k, esta é a limitação do FAT 16, e também para gravar arquivos grandes serão utilizados MUITOS cluster, e o desperdício de HD será muito grande.

4 4 - (Sistema de arquivos de 28 bits, não pode ser usado em partições de at é 2 tb, mas s ó armazena arquivos de at é 4gb.) - Esse sistema de endereçamento utiliza 28 bits, e a grande diferença é o tamanho de cada clusters, permitindo apenas 4kb para cada cluster contra 32 kb do FAT 16, ou seja em arquivos grandes ou muitos arquivos o desperdício diminui cerca de 15 a 30% comparado ao FAT 16, um exemplo seria que em arquivos de texto ocuparia 40mb, com cada arquivo de testo tendo no minimo 4kb pela limitação do cluster contra 32kb de cada arquivo de texto no FAT 16, e a capacidade máxima por arquivo no sistema Fat 32 é de 4gb. - O FAT32 (File Allocation Table ou Tabela de Alocação de Arquivos) é um sistema de arquivos que organiza e gerencia o acesso a arquivos em HDs e outras mídias. Criado em 1996 pela Microsoft para substituir o FAT16 usado pelo MS-DOS e com uma série de limitações. - O FAT32 foi implementado nos sistemas Windows 95 (OSR2), 98 e Millennium e ainda possui compatibilidade com os sistemas Windows 2000 e XP.

5 5 (Desenvolvido para superar as limitações do sistema FAT, o NTFS utiliza algumas estruturas em 64 bits (p.ex., para endereçamento de blocos -- clusters). Em teoria o NTFS poderia suportar volumes com até 16 EiB, mas a implementação atual limita um volume a 256 TiB). Oferecendo melhor segurança e recuperação a dados, a NTFS também oferece um nível de armazenamento muito maior que FAT, FAT16 ou FAT32, já que é possível adotar sistemas com até 2 Tb de armazenamento em um único disco, ou seja, é possível utilizar um disco de 1 TB inteiramente como partição NTFS, porém, com FAT32 teria que dividí-lo em várias partes para poder utilizar na íntegra.

6 6 - Sistema de arquivos mais voltado para segurança. Permite que você proteja pastas entre coisas dessa área. 64 bits (quando em uso de um windows 64 bits ele opera sem usar artifícios matemáticos) - Ele utiliza 32bits e 64, e diferente dos outros ele não utiliza clusters, os arquivos são endereçados diretamente no hd, não é dividido, assim tendo quase nenhum desperdício e a opção de utilizar NTFS pode ser escolhida na hora de instalar o windows, e somente tem esse suporte os windows NT, 2000 e xp. - Outra melhoria do NTFS seria o "Hot fix" que seria a marcação automática dos setores danificados sem utilizar os programas como o Scan Disk, outra melhoria foi a possibilidade de criptografar os arquivos podendo assim somente ser utilizados por uma pessoa.

7 7 - A diferença de uma formatação rápida para uma normal é que na normal se por acaso for encontrado um BAD BLOCK ele é isolado para que não seja gravado nada naquela área. - Em uma formatação rápida ele ignora os BAD BLOCKs e se caso tiver algum BAD BLOCK que não esteja isolado e for algum arquivo naquela área pode ser que o arquivo fique corrompido.

8 8 Velocidade Rpm. Integrated Drive Electronics - Eletrônica de Drive Integrada Padrão de discos rígidos criado em 1986 pela Western Digital a pedido da Compaq. Na época, os discos rígidos existentes (padrões ST-506 e ESDI) possuíam uma placa controladora externa ao disco. - Desta forma, a conexão do disco r í gido IDE ao micro - chamada ATA - é muito mais simples de ser feita do que dos discos existentes antes. - A porta ATA usa um conector de 40 pinos (se usar comunicação paralela, o que é mais comum) ou de 4 pinos (se usar comunicação serial, chamada SATA, que é ainda uma novidade). Na conexão ATA paralela, é possível conectar dois discos IDE por porta.

9 9 ATA, um acrónimo para a expressão inglesa Advanced Technology Attachment, é um padrão para interligar dispositivo de armazenamento, como discos rígidos e drives de CD-Roms, no interior de computadores pessoais. A evolu ç ão do padrão fez com que se reunissem em si v á rias tecnologias antecessoras, como: (E)IDE - (Extended) Integrated Drive Electronics ATAPI - Advanced Technology Attachment Packet Interface UDMA - Ultra DMA

10 10 Com a introdu ç ão do Serial ATA em 2003, o padrão ATA original foi retroativamente renomeado para Parallel ATA (ATA Paralelo, ou PATA). Este padrão apenas suporta cabos até 19 polegadas (450 mm), embora possam ser adquiridos cabos de maior comprimento, e é a forma menos dispendiosa e mais comum para este efeito. Velocidade 7200 Rpm. Serial Advanced Technology Attachment - Liga ç ão Tecnologia Avan ç ada Serial. Abreviação de Serial ATA, padrão de conexão de discos rígidos que usa comunicação em série em vez de paralela. Este padrão transfere dados a 1,5 Gbps (150 MB/s). Uma segunda versão atinge 3 Gbps (300 MB/s). Outra vantagem do padrão Serial ATA II é um recurso chamado "fila de comandos", que re-ordena os comandos de leitura de dados enviados pelo computador de forma a colocá-los na ordem que for mais rápido ler os dados do disco.

11 11 Em cada porta Serial ATA só é possível conectar um HD. Discos Serial ATA são hot swap, isto é, podem ser trocados mesmo com o micro ligado Velocidade a Rpm. Small Computer Systems Interface - Interface para Sistemas Computacionais de Pequeno Porte É um barramento para a ligação de periféricos ao computador, tais como HDs, unidades de CD e scanners que usem esta tecnologia de comunicação. É possível instalarmos até sete periféricos em uma placa SCSI de 8 bits e até quinze em uma placa SCSI de 16 bits.

12 12 Velocidade de a Rpm Serial Attached SCSI - SCSI com Conexão Serial Novo padrão SCSI onde a comunicação é feita em série, em vez de em paralela, como no SCSI tradicional. O padrão SAS permite total compatibilidade com o padrão Serial ATA (SATA). Enquanto o SATA é destinado ao mercado de desktops (usuários finais) o padrão SAS é destinado ao mercado de servidores. Este padrão tem uma taxa de transferência de 3 Gbps (300 MB/s), sendo possível a adoção de um padrão de 6 Gbps (600 MB/s) em seguida. Sua grande vantagem em relação ao padrão Serial SCSI existente atualmente (Fibre Channel, FC) é que ele permite o uso de discos de várias taxas de transmissão usando a taxa máxima do dispositivo. O padrão SAS é hot swap, isto é, permite a troca de HDs mesmo com o micro ligado.

13 13 Clube do Hardware – Hardware Curso Completo 4ª Edição – Gabriel Torres.


Carregar ppt "1 1 Byte = 8 bits 1 Kilobyte (KB) = 1024 bytes 1 Megabyte (MB) = 1024 kilobytes 1 Gigabyte (GB) = 1024 megabytes 1 Terabyte (TB) = 1024 gigabytes 1 Petabyte."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google