A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

© editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) VOLUME ÚNICO 4.ª EDIÇÃO ARMÊNIO UZUNIAN ERNESTO BIRNERBIOLOGIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "© editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) VOLUME ÚNICO 4.ª EDIÇÃO ARMÊNIO UZUNIAN ERNESTO BIRNERBIOLOGIA."— Transcrição da apresentação:

1 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) VOLUME ÚNICO 4.ª EDIÇÃO ARMÊNIO UZUNIAN ERNESTO BIRNERBIOLOGIA © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida.

2 16 O reino Protoctista (Protista) Muitos protozoários vivem livremente na natureza. Alguns, porém, associam-se a outros seres vivos. Dentre estes, muitos adotam a vida parasitária, enquanto outros vivem em uma relação de simbiose, atuando como mutualistas (benefício para ambos) ou como comensais (benefício apenas para o protozoário, sem prejuízo para o hospedeiro).

3 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) TIPOS DE PROTOZOÁRIOS

4 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Rizópodes: Os Protozoários mais simples

5 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) As amebas se alimentam por fagocitose núcleo vacúolo digestivo

6 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) A reprodução

7 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Flagelados: Mais Rápidos que as Amebas

8 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Flagelados: Mais Rápidos que as Amebas Trypanosoma gambiense, causador da doença do sono, comum na África e transmitida pela mosca tsé-tsé. Trypanosoma cruzi, causador da doença de Chagas, comum em nosso país e na América do Sul e transmitida por percevejos popularmente conhecidos como barbeiros. Leishmania braziliensis, causadora da úlcera de Bauru (“ferida brava”) e transmitida pelo mosquito-palha (birigui). Vive no interior das células da pele.

9 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Ciliados: os Protozoários mais Complexos tricocistos vacúolo pulsátil vacúolo digestivo macronúcleo micronúcleo sulco oral citóstoma (=“boca” da célula) vacúolo alimentar citoprocto (=“ânus” da célula) cílios canais do vacúolo pulsátil

10 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Ciliados: os Protozoários mais Complexos

11 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Apicomplexos (Esporozoários): Todos são Parasitas Ao contrário dos demais protozoários já estudados, os apicomplexos não possuem organelas especializadas para locomoção. Todas as espécies dessa classe são parasitas. Como exemplo, podemos citar as gregarinas, esporozoários de alguns milímetros de comprimento que parasitam o tubo digestório de minhocas, baratas, besouros e piolhos-de-cobra. Sem dúvida, os esporozoários mais importantes para o homem são as espécies de plasmódios, causadoras de malária.

12 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS

13 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Malária Causadores: Plasmodium vivax, Plasmodium malariae, Plasmodium falciparum, Plasmodium ovale. Hospedeiro definitivo (invertebrado): mosquitos do gênero Anopheles. Só as fêmeas sugam sangue humano e podem atuar como transmissoras dos parasitas. Os machos se alimentam de seiva vegetal. O sangue humano contém nutrientes essenciais para a maturação e fertilidade das fêmeas desses insetos. Hospedeiro intermediário (vertebrado): homem. Locais de parasitismo: glóbulos vermelhos do sangue, fígado e baço.

14 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Malária

15 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Prevenção da malária Controle dos insetos transmissores adultos, com utilização de inseticidas não agressivos ao meio ambiente ou de controle biológico. Controle das larvas dos pernilongos, que se desenvolvem em meio aquático doce. Tratamento adequado da água de piscina. Utilização de telas (mosquiteiros) nas janelas de residências. Não exposição nos horários em que os pernilongos são mais ativos, principalmente ao amanhecer e ao entardecer. Utilização de medicamentos antimaláricos quando se precisa viajar para regiões endêmicas, além do uso de repelentes, quando necessário.

16 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Amebíase Causador: Entamoeba histolytica. Hospedeiro definitivo (vertebrado): homem. Hospedeiro intermediário (invertebrado): não há. Local do parasitismo: intestino grosso. Podem, também, ser afetados o fígado, os pulmões e o cérebro.

17 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Amebíase

18 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Construção de uma rede de esgotos adequada, que possa destinar as fezes para lugar seguro. Controle da qualidade da água, na medida em que muitas pessoas se utilizam de água de poço que não deve, de modo algum, ser contaminada por fezes humanas. Fervura da água de locais suspeitos, correta lavagem de verduras com água não contaminada e hábitos de higiene pessoal, como lavar as mãos após o uso do sanitário e antes das refeições. Prevenção da amebíase

19 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Doença de Chagas Causador: Trypanosoma cruzi. Hospedeiro vertebrado: homem. Hospedeiro invertebrado: inseto percevejo, hematófago (alimenta-se de sangue), popularmente conhecido como barbeiro, chupança, chupão, fincão, bicudo ou procotó. Três gêneros de barbeiros são conhecidos como transmissores dos parasitas: Triatoma sp., Rhodnius sp. e Panstrongylus sp. Local de parasitismo: principalmente o coração e as paredes do esôfago e do intestino grosso (os cólons).

20 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Doença de Chagas

21 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Melhoria das condições habitacionais da população. Controle dos insetos transmissores. Inspeção do sangue utilizado para transfusões. Prevenção da doença de Chagas

22 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Giardíase Causador: Giardia lamblia. Hospedeiro definitivo: homem. Hospedeiro intermediário: não há. Local do parasitismo: intestino delgado,preferencialmente o duodeno. Pode, excepcionalmente, afetar o intestino grosso. Ciclo da giardíase: os parasitas vivem livremente na luz intestinal. Ao serem eliminados do intestino pelas fezes, encontram-se na forma de cistos. A ingestão de alimentos e água contaminados por cistos reintroduz giárdias no intestino humano. Prevenção da doença: valem as mesmas medidas descritas para a amebíase.

23 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Leishmaniose Cutâneo-Mucosa (Tegumentar Americana) Causador: Leishmania braziliensis. Hospedeiro vertebrado: homem. Hospedeiro invertebrado: inseto conhecido como birigui ou mosquito-palha, pertencente ao gênero Lutzomyia. Faz parte de um grupo de insetos conhecidos vulgarmente como flebótomos. Ciclo da leishmaniose: os parasitas se reproduzem no corpo dos insetos e são inoculados durante a picada. Os ferimentos provocados pela picada ulceram e neles os parasitas se multiplicam. Novas picadas espalham as leishmânias de pessoa a pessoa. Prevenção da doença: controle dos insetos transmissores, além de medidas que impeçam o contato dos insetos com os habitantes de regiões afetadas.

24 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Tricomoníase A tricomoníase, cujo causador é o Trichomonas vaginalis, protozoário flagelado, atualmente é considerada doença sexualmente transmissível (DST), embora raramente possa também ser transmitida por vias não sexuais como, por exemplo, objetos contaminados (toalhas, vasos sanitários etc.). Afeta os órgãos genitais (vagina, colo uterino, uretra, próstata). Na mulher, o sintoma mais comum é um corrimento esverdeado. O homem é, quase sempre, portador assintomático. Facilmente tratável.

25 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) ALGAS: AS FLORESTAS AQUÁTICAS Sob a denominação algas enquadram-se diversos grupos de protoctistas diferentes entre si, mas que mantêm uma característica em comum: são todos eucariontes, autótrofos fotossintetizantes dotados de clorofila. No meio aquático, dependendo do local onde vivem, podem constituir comunidades conhecidas como fitoplâncton e fitobentos.

26 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) ALGAS: AS FLORESTAS AQUÁTICAS

27 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Reprodução Assexuada divisão binária divisão zoosporia

28 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Reprodução Sexuada

29 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Reprodução Sexuada Ciclo reprodutivo diplonte na alga verde Caulerpa. A espécie representada é monoica (ou hermafrodita). O adulto é diploide.

30 © editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) Reprodução Sexuada A conjugação na alga verde Spirogyra.


Carregar ppt "© editora HARBRA. Direitos reservados. Reprodução proibida. 16 O reino Protoctista (Protista) VOLUME ÚNICO 4.ª EDIÇÃO ARMÊNIO UZUNIAN ERNESTO BIRNERBIOLOGIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google