A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo de Paleoceanografia / Paleoclimatologia e Ambiente DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA MARINHA Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação - INETI.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo de Paleoceanografia / Paleoclimatologia e Ambiente DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA MARINHA Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação - INETI."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo de Paleoceanografia / Paleoclimatologia e Ambiente DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA MARINHA Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação - INETI (Ex IGM, Futuro LNEG) Biodiversidade e Alterações Climáticas: O PASSADO COMO A JANELA DO FUTURO!

2 Arquivos Naturais de Clima Rudiman, 2002

3 ESCALA TECTÓNICA - O CLIMA DO CENOZÓICO Zachos et al 2001

4 ESCALA ORBITAL - o CLIMA DO QUATERNÁRIO

5 TEMPERATURA E GASES DE ESTUFA VARIAÇÕES NOS ÚLTIMOS 450,000 anos VARIAÇÕES NOS ÚLTIMOS 450,000 anos Vostok Ice Core

6 ESCALA ORBITAL - MARGEM PORTUGUESA (Matrat et al., 2007; Rodrigues et al, in prep; Voelker et al., in prep)

7 ESCALA MILENAR Ciclos de DANSGAARD-OESCHGER Interestadiais Quentes e Estadiais Frios => Observado pela primeira vez nos cores de gelo da Groenlândia Alguns estadiais coincidem com eventos de Heinrich (He) frio quente

8 SST = 10ºC T ± 10 yr ESCALA MILENAR - MARGEM PORTUGUESA Ciclos de DANSGAARD-OESCHGERÁ LATITUDE DO PORTO Ciclos de DANSGAARD-OESCHGER Á LATITUDE DO PORTO Salgueiro et al., (subm.)

9 CORE D13902 ESCALA SECULAR - MARGEM PORTUGUESA Abrantes et al., 2004 A Pequena Idade do Gelo (LIA) e o Período Medieval Quente (MWP) são identificáveis por uma diferença em SST de 2ºC. Abrantes et al., 2005 MWPLIA

10 MWPLIA 2 °C MWP Max SST of the last 1100 yrs. Higher productivity generated by stronger / more frequent upwelling conditions. LIA min SST mark 15th & 17th century. Higher mean precipitation and river flow marks the LIA. NAO index can be the analogue: dominance of + index during MWP -index during LIA Secular & decadal-scale variability. Changes in the phytoplankton dominant group and planktonic foraminifera 18 O mark a major change in water column structure after 1750 AD. Decrease in summer upwelling since AD. Increase in abundance of the cold form N. pachyderma (s) for the last 50 yr points to enhanced winter upwelling, also suggested by several NAO reconstructions. Abrantes et al, in prep

11 CONCLUSÕES E PREOCUPAÇÕES A variação é normal e variações abruptas e inesperadas podem acontecer A variação é normal e variações abruptas e inesperadas podem acontecer! Nem o nível actual nem a taxa de aumento de CO 2 na atmosfera têm equivalente nos últimos 700 mil anos! Os valores limite que, se ultrapassados, desencadeiam mudanças bruscas no modo do clima, são desconhecidos! O degelo das calotes polares pode provocar alterações na circulação oceânica ! Os modelos que explicam as variações rápidas de clima do passado tendem a sub- estimar a magnitude e extensão dessas variações, pelo que podem tb sub-estimar os riscos futuros! A margem portuguesa regista as variações climáticas a todas as escalas, e as variações milenares de forma particular!

12 CONSEQUÊNCIAS? POTENCIALIDADES DA NOSSA MARGEM O conhecimento das POTENCIALIDADES DA NOSSA MARGEM está na mão de terceiros!!!! O OCEANO PORTUGUÊS: 18 x a àrea do Continente; 2ª maior ZEE da Europa.

13 Rudimmann, 2002 SISTEMA CLIMÁTICO Forçamento Externo, Interno e Respostas

14 After W. Broecker

15 (Ganopolski & Rahmstorf 2002) NADW em Áreas equivalentes ás actuais Estadiais, as áreas de formação de águas profundas são deslocadas para sul Eventos de Heinrich, a NADW não se forma ou é extremamente reduzida

16

17

18 Variação de parâmetros globais fundamentais do Clima VS Previsões IPCC 2001 (tracejados e áreas cinza) SST & Nível do mar relativos a 1990 ( ) ( Jan 2007) ( ) anual satélite Previsões do IPCC 2001podem estar subestimadas !!!!!

19 QUAL O PROCESSO RESPONSÁVEL PELA REDUÇÃO DE CO 2 NA ATMOSFERA DURANTE OS GLACIARES? from Sigman & Boyle, 2000 Biological Pump Soft-tissue pump Carbonate pump Solubility pump 66 ppm ???

20 Stern Review, 2006

21 Temperaturas Superficiais Globais Médias (estimadas e relativas a ) IPCC07 - SPM


Carregar ppt "Grupo de Paleoceanografia / Paleoclimatologia e Ambiente DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA MARINHA Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação - INETI."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google