A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Variabilidade interanual de outono no clima presente e futuro da América do Sul em simulações do projeto CMIP5 Evelin de Lara Pallú - Bolsista Iniciação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Variabilidade interanual de outono no clima presente e futuro da América do Sul em simulações do projeto CMIP5 Evelin de Lara Pallú - Bolsista Iniciação."— Transcrição da apresentação:

1 Variabilidade interanual de outono no clima presente e futuro da América do Sul em simulações do projeto CMIP5 Evelin de Lara Pallú - Bolsista Iniciação Científica – PIBIC/CNPq Alice Marlene Grimm – Orientadora Departamento de Física – Laboratório de Meteorologia Figura 2. Diferença ente o número médio de eventos extremos para anos de EN e anos neutros para: (esquerda) dados observados, (meio) simulação do presente e (direita) projeção do futuro. As isolinhas representam as diferenças das médias de EN e neutros. A cor azul (vermelha) representa nível de confiança melhor que 90% para diferenças negativas (positivas). Figura 3. Composições de anomalias de precipitação na América do Sul durante eventos El Niño no outono utilizando dados observados (esquerda), simulações do clima presente (meio) e projeções do clima futuro (direita). INTRODUÇÃO El Niño-Oscilação Sul (ENOS) é uma oscilação oceano-atmosfera de escala interanual que afeta a precipitação na América do Sul (GRIMM, 2003; 2004) e interfere na dinâmica climática em escala global. Os episódios El Niño (EN) e La Niña (LN) são fases extremas opostas de ENOS. Devido ao aumento na concentração de gases de efeito estufa na atmosfera, os eventos ENOS podem ser alterados, assim como seus impactos na América do Sul. OBJETIVOS Determinar, para outono, o desempenho de modelos na simulação da variabilidade interanual da precipitação. Verificar as mudanças no impacto de eventos ENOS sobre a América do Sul, do clima presente para o clima futuro afetado por um cenário de emissão continuada de gases de efeito estufa. MATERIAIS E MÉTODOS Dados: Observados ( ); Simulados–Modelo MPI-ESM-LR (Projeto CMIP5): Presente ( ): Série histórica; Futuro ( ): Cenário RCP 4.5; Análises: Climatologia mensal e sazonal; Identificação de anos El Niño e La Niña; Análise de Componentes Principais (ACP) de precipitação e de temperatura da superfície do mar (TSM); Correlação entre modos de precipitação com séries de TSM e entre modos de TSM com dados de precipitação; Composições de anomalias; Eventos extremos de precipitação diária; RESULTADOS O primeiro modo rotacionado dos dados observados de TSM (fig. 1) possui as características típicas de episódios EN e LN, com maiores anomalias no Pacífico tropical leste. A correlação deste modo com séries de precipitação mostra um dipolo norte-sul de anomalias. Estas características são encontradas no primeiro modo rotacionado do modelo no clima presente e nas projeções do futuro (não mostrado). Figura 1. (esquerda) Primeiro modo rotacionado da ACP de TSM para dados observados, que explica 11,4% da variância total; (meio) Factor Score; (direita) correlação entre os FS deste modo com os dados de precipitação. No outono, a climatologia de TSM e de precipitação nas simulações do modelo (não mostrada) está coerente com o padrão observado (não mostrado). Nas projeções do futuro há aumento de TSM nos trópicos, o que pode estar causando o aumento da precipitação no noroeste da América do Sul. As anomalias de eventos extremos de precipitação do modelo tem características parecidas com as observadas, sendo maio (+), fig. 2, o mês mais representativo. Durante EN, as composições de anomalias de TSM do modelo no clima presente e projeções do futuro (não mostrado) representam bem as oscilações de TSM observada (não mostrado). As composições de anomalias de precipitação observada e do modelo estão representadas na figura 3. CONCLUSÕES I.O modelo MPI-ESM-LR representa bem as características dos eventos ENOS no outono; II.O número de anos EN e LN encontrados nas simulações do presente é bem menor do que o observado; III.Os resultados encontrados nas projeções do futuro estão mais coerentes com os observados do que as próprias simulações do presente; IV.As anomalias de precipitação durante eventos EN no outono tendem a aumentar no Sul do Brasil no futuro. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS GRIMM, A. M. The El Niño impact on the summer monsoon in Brazil: regional processes versus remote influences. Journal of Climate, v. 16, p , GRIMM, A. M. How do La Niña events disturb the summer monsoon system in Brazil? Climate Dynamics, 22, n. 2-3, p , 2004.


Carregar ppt "Variabilidade interanual de outono no clima presente e futuro da América do Sul em simulações do projeto CMIP5 Evelin de Lara Pallú - Bolsista Iniciação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google