A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sequências operacionais de preparação da terra para a sementeira do milho 25 de Março de 2011 António Melo, Paulo Monjardino IV Jornadas Agrícolas da Praia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sequências operacionais de preparação da terra para a sementeira do milho 25 de Março de 2011 António Melo, Paulo Monjardino IV Jornadas Agrícolas da Praia."— Transcrição da apresentação:

1 Sequências operacionais de preparação da terra para a sementeira do milho 25 de Março de 2011 António Melo, Paulo Monjardino IV Jornadas Agrícolas da Praia da Vitória Cabo da Praia, 25 a 27 de Março de 2011

2 Objectivos Comparar diferentes sequências operacionais de preparação da terra antes da sementeira do milho. Custo económico; Perdas de sementeira à emergência; Qualidade de controlo de infestantes.

3 Metodologia Acompanhamento das operações de mobilização do solo, aplicação de herbicida e sementeira do milho. Cálculo do custo das operações agrícolas e custo de oportunidade perdida. Cálculo da % plantas vingadas. Levantamento de espécies infestantes e grau de infestação.

4 Operações de mobilização do solo 7 explorações agrícolas da ilha Terceira12 sequências de operações Exploração Nº 1 1. Fresa Fresa Escarificador (x3) Fresa Sementeira Herbicida Grade de dentes 2. Grade de discos (x3) Escarificador (x3) Fresa Sementeira Herbicida Grade de dentes

5 Operações de mobilização do solo Exploração Nº 2 3. Fresa Charrua de discos Sessão Grade de dentes (x2) Herbicida Fresa Sementeira Exploração Nº 3 4. Fresa Charrua de discos Pá niveladora Sessão Fresa Sementeira Grade de dentes

6 Operações de mobilização do solo Exploração Nº 4 Exploração Nº 5 5. Fresa Charrua de discos Fresa Herbicida Fresa Sementeira 6. Charrua de discos Grade de discos Herbicida Fresa Sementeira 7. Charrua de discos Fresa Herbicida Fresa Sementeira 8. Charrua de aivecas Fresa Fresa Sessão Fresa Sementeira Grade de dentes

7 Operações de mobilização do solo Exploração Nº 6 Exploração Nº 7 9. Fresa Sessão Charrua de aivecas Fresa Sementeira Herbicida Grade de dentes 10. Chisel Grade de discos Grade de discos Sessão Herbicida Grade de discos Sementeira Grade de dentes 11. Fresa Sessão Chisel Chisel Fresa Fresa Herbicida Fresa Sementeira Grade de dentes 12. Fresa Escarificador Fresa Sessão Fresa Sementeira Grade de dentes

8 Custos das operações agrícolas Mão-de-obra Custo horário de qualquer operação mecanizada - Custo horário de 5.5 Custo horário de cada operação: = tractor + alfaia + mão-de-obra Taxa de juro de 6% Valor de retoma de todas as máquinas = 10% custo aquisição

9 Custos das operações agrícolas Equipamento Preço médio () + IVA 8% Vida útil (horas) Horas/ ano Deprecia- ção/ hora Seguro (%) Juros/ hora Manu- tenção (%) Combus- tível (L/h) Custo/ hora () Tractor CV ,31,1%2,075%916,7 Grade discos 1.86 m ,31,0%1,070%""""3,5 Grade discos 2.0 m ,71,0%1,270%""""4,4 Charrua 1F-16'' ,60,71,0%0,570%""""1,9 Charrua 2F-14'' ,61,71,0%1,170%""""4,3 Escarificador 7 dentes ,51,0%0,470%""""1,3 Chisel ,41,0%170%""""3,6 Charrua 2 discos ,61,71,0%1,170%""""4,3 Fresa 1.8 m ,41,0%0,970%""""5,4 Fresa 1.6 m ,81,0%0,770%""""4,1 Fresa 1.3 m ,81,0%0,370%""""1,7 Grade dentes ,51,0%0,470%""""1,3 Pulverizador 400 L ,91,0%0,780%""""4,3 Semeador 4 linhas ,31,0%2,770%""""19,7 Pá niveladora ,61,0%0,470%""""1,5

10 Custo de oportunidade perdida O custo de oportunidade perdida está relacionado com aquele período de tempo que o terreno não produz, em virtude das operações mecanizadas para a sementeira do milho. - Custo de produção de pastagem de erva castelhana (Lolium multiflorum) é de / Kg de M.S. - Produção diária no período de Abril / Maio é na ordem de 124.7Kg M.S / ha Fernandes RP, Melo JJ, Monjardino Pastagens e Forragens 26/27: /ha/dia

11 Avaliação da densidade de plantas vingadas e do nível de infestantes Plantas vingadas: - Levantamento em vários talhões (duas linhas com 5 m de comprimento) onde não haviam falhas fora do normal. Em alguns casos as perdas de plantas são preocupantes. Controlo de infestantes: - Levantamento das espécies de infestantes mais abundantes e do grau de infestação do terreno.

12 Resultados Agric. 1Agric. 2Agric. 4 1ª Seq.2ª Seq.3ª Seq5ª Seq.6ª Seq.7ª Seq. Custo mecanização/ ha () 599,90407,42161,69294,95196,80240,84 Custo oportunidade perdida/ha () 22,886,76121,364,912,843,95 Custo total /ha ()622,77414,17283,05299,86199,63244,79 Densidade sementeira (nº plantas/ha) Nº plantas estabelecidas/ha) Plantas vingadas (%)68,8871,9999,9172,1277,6683,57 InfestaçãoMédia ---AltaMédia 1ª Seq. F-F-Es-Es-Es-F-Sem-P-Gd 5ª Seq. F-ChD-F-P-F-Sem 2ª Seq. GD-GD-GD-Es-Es-Es-F-Sem-P-Gd 6ª Seq. ChD-GD-P-F-Sem 3ª Seq. F-ChD-sessão-Gd-Gd-P-F-Sem 7ª Seq. ChD-F-P-F-Sem

13 Resultados Agric. 3Agric. 5Agric. 6Agric. 7 4ª Seq.8ª Seq.9ª Seq.10ª Seq.11ª Seq.12ª Seq. Custo mecanização/ ha ()298,34370,63332,66185,18498,80399,44 Custo oportunidade perdida/ha () 68,24120,5755,8567,3978,3076,23 Custo total /ha ()366,58491,20388,52252,57577,10475,67 Densidade sementeira (nº plantas/ha) Densidade de plantas nascidas (nº plantas/ha) Plantas estabelecidas (%)73,8781,2382,0186,5697,1093,46 InfestaçãoMédia --- 4ª Seq. F-ChD-PN-sessão-F-Sem-Gd10ª Seq. Chi-GD-GD-sessão-P-GD-Sem-Gd 8ª Seq. ChA-F-F-sessão-F-Sem-Gd11ª Seq. F-sessão-Chi-Chi-F-F-P-F-Sem-Gd 9ª Seq. F-sessão-ChA-F-Sem-P-Gd12ª Seq. F-Es-F-sessão-F-Sem-Gd

14 Resultados - 6ª Sequência Charrua discos Grade discos PulverizadorFresaSemeador Velocidade (km/hora)6,57,56,04,58,0 Largura trabalho (m)1,421,866,001,802,80 CE (m 2 /hora)4.208, , , , ,00 Tempo de trabalho/alqueire (horas)0,230,130,070,160,08 Tempo trabalho/ha (horas)2,381,340,721,650,83 Custo/hora ()26,4725,6726,5327,5741,96 Custo de oportunidade perdida ()0,590,330,180,410,21 Custo/hora () + Custo de oportunidade perdida () 27,0626,0026,7127,9842,16 Custo/ha ()64,3034,9219,3146,2534,85 Custo/ha () total =

15 Resultados - 11ª Sequência FresaSessãoChisel Fresa Pulveri- zador FresaSemeador Grade dentes Largura trab. (m) 1,60 1,84 1,60 6,001,602,803,00 CE (m 2 /hora)2420, , , ,003337,939680, ,00 Tempo de trabalho/alq (horas) 0,40 0,13 0,29 0,080,290,100,08 Tempo/ha (horas) 4,13 1,34 3,00 0,833,001,030,83 Custo/hora ()26,28 25,79 26,28 26,5326,2841,9623,49 Custo de oportunidade perdida () 1,0365,820,33 0,75 0,210,750,260,21 Custo/hora () + Custo de oportunidade perdida () 27,3165,8226,13 27,03 26,7327,0342,2223,70 Custo/ha ()112,8765,8235,09 80,98 22,0980,9843,6119,58 Custo/ha () total =

16 Custos das operações agrícolas EquipamentoCusto/ hora ()Custo/ ha () Grade discos 1.86 m25,734,92 Grade discos 2.0 m26,622,12 – 39,88 Charrua 1F-16''24,1130,98 Charrua 2F-14''26,593,39 Escarificador 7 dentes23,527,09 – 49,73 Chisel25,835,09 Charrua 2 discos26,564,30 – 122,51 Fresa 1.8 m27,634,56 – 66,92 Fresa 1.6 m26,380,98 – 166,44 Fresa 1.3 m23,953,08 – 68,08 Grade dentes23,512,20 – 19,58 Pulverizador 400 L26,511,00 – 22,09 Semeador 4 linhas41,943,61 – 74,46 Pá niveladora23,719,8

17 Conclusões Número de operações por vezes elevado, o que torna cara a factura a pagar. Existem casos, como por exemplo a 1ª e 11ª sequências, em que esse custo elevado se deve à repetida utilização da fresa. As charruas são as alfaias que a seguir à fresa apresentam maiores custos operacionais, contudo isso deve-se mais a estarem subdimensionadas relativamente aos tractores que as operam, o que as faz ter baixo rendimento. Em relação ao controlo de infestantes, observa-se que, quando não se utiliza a fresa, este é menos eficaz, quer se recorra ou não à sessão. Nesse caso deve ponderar-se o recurso a herbicidas pós emergência. O recurso à fresa parece diminuir a incidência de infestantes, contudo não é claro se os custos acrescidos da sua utilização compensam os benefícios

18 Conclusões Com recurso à sessão alguns agricultores dizem ser mais fácil combater as infestantes, embora seja uma situação ainda não muito clara. O que se verifica é que nas sequências onde ela foi feita os custos disparam devido ao custo de oportunidade perdida, mas não houve grandes diferenças no controlo das infestantes.. Em relação à percentagem de plantas estabelecidas, ela é muito variável, mas há casos em que é preocupantemente baixa (<80%). Não se estabeleceu qualquer relação entre o sistema de mobilização e a % de plantas vingadas. O chisel e o escarificador podem substituir as charruas (poupando tempo e dinheiro), mas atenção que as despesas podem crescer se utilizar mais vezes a fresa.


Carregar ppt "Sequências operacionais de preparação da terra para a sementeira do milho 25 de Março de 2011 António Melo, Paulo Monjardino IV Jornadas Agrícolas da Praia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google