A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Negócios Internacionais Capítulo 3.3 Integração da Economia Regional e Acordos Cooperativos International Business 10e Daniels/Radebaugh/Sullivan 2004.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Negócios Internacionais Capítulo 3.3 Integração da Economia Regional e Acordos Cooperativos International Business 10e Daniels/Radebaugh/Sullivan 2004."— Transcrição da apresentação:

1 Negócios Internacionais Capítulo 3.3 Integração da Economia Regional e Acordos Cooperativos International Business 10e Daniels/Radebaugh/Sullivan 2004 Prentice Hall, Inc7-1

2 Objectivos do Capítulo Definir várias formas de integração económica e como estas afectam negócios internacionais Descrever os efeitos dinâmicos e estáticos e as dimensões comerciais de desvio e criação da integração comercial Grupos regionais comerciais actuais (EU, NAFTA, APEC) Descrever as razões e o sucesso de acordos por produtos de base Discutir os efeitos da integração económica no meio ambiente 7-2

3 Lógica da Integração Económica Regional Os produtos necessitam percorrer pequenas distâncias entre os países Os gostos dos consumidores geralmente são semelhantes Canais de distribuição podem ser estabelecidos em países adjacente Países vizinhos podem ter interesses e histórias em comuns 7-3

4 Tipos de Integração Económica Regional Básicos Zona de Comércio Livre: elimina tarifas União aduaneira: eliminar tarifas internas, mas estabelecer tarifas comuns em bens importados de países não-membros Mercado comum: tem os mesmos elementos que a união aduaneira e também permite a livre mobilidade de factores de produção tais como mão-de-obra e capital Integração económica: harmonização económica através de politicas económicas comuns –Moeda comum –Integração política 7-4

5 Efeitos da Integração Efeitos estáticos –À maneira que as barreiras comerciais desaparecem, os recursos são transferidos de empresas ineficientes para empresas eficientes Efeitos dinâmicos –Crescimento total do mercado –Produção alargada –Grandes economias de escala 7-5

6 Efeitos Estáticos Criação de comércio –A produção é transferida para produtores mais eficientes por razões de vantagem comparativa –Consumidores têm acesso a mais produtos a custos baixos –Produtores menos eficientes não sobrevivem Desvios de comércio –O comércio é transferido para países dentro do grupo ao custo do comercio com países fora do grupo 7-6

7 União Europeia O maior e mais abrangente grupo económico regional Começou como uma união aduaneira Formou o parlamento europeu Comissão Europeia –Inicía propostas para legislações –Protector de tratados –Gerência e execução de politicas da União e relações comerciais –Gere o orçamento anual da UE Estabelecimento de moeda única (euro) Desafios derivados ao alargamento 7-7

8 Integração Económica e Comercial Europeia Map

9 Assuntos da União Europeia Eliminar o direito de cada país da EU de gerir a sua própria politica externa Ter o direito de tributar directamente Controlar fronteiras comuns Integrar uma equipa de policia Europeia Influenciar mais significativamente os orçamentos de governos nacionais Criar um presidente Europeu para gerir o Conselho Ministerial 7-9

10 Acordo de Comércio Livre da América do Norte (NAFTA) Estabelecido em 1994 pelos: –Estados Unidos –Canada –México A população e o PIB total são mais do que o total dos 15 membros Europeus NAFTA abrange: –Acesso a mercados (barreiras tarifárias e não-tarifárias) –Regras comerciais (subsídios e antidumping) –Serviços –Investimento –Propriedade intelectual –Resolução de conflitos Bom exemplo de desvios comerciais 7-10

11 Provisões especiais do NAFTA Os aspectos únicos do NAFTA incluem: –Lobbys de trabalhadores nos Estados Unidos forçaram a inclusão de padrões de trabalho tais como o direito de formar sindicatos (para prevenir contra perca de trabalhos em massa no México) Melhoramento de condições de trabalho Nível de vida –Lobbys do ambiente defendem o melhoramento de padrões ambientais no México e o reforço da conformidade 7-11

12 MERCOSUL Estabelecido em 1991 –Brasil –Argentina –Paraguai –Uruguai Responsável por 80% do BIP da América do Sul Assinou acordos de comercio livre com a Bolívia e o Chile Negocia com a EU acordos de comercio livre 7-12

13 Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) Organizada em 1967 Países membros estão protegidos em termos de barreiras tarifárias e não tarifárias Tem potencial enorme de oportunidades de mercado com 500 milhões de consumidores 7-13

14 Integração da América Latina Map

15 Acordos por Produto Tentativas de neutralizar a instabilidade dos preços através: –Exercer o poder comercial através de acordos internacionais sobre produtos de base –Estabilidade de receitas através de instrumentos que gerem o risco, tais como o fundo de investimento em futuros –Estabilidade de receitas governamentais através de precautionary savings funds 7-15

16 Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEC) Cartel de produtores Grupo de países que produzem produtos básicos e que controlam a oferta e o preço OPEC controla os preços estabelecendo quotas de produção para os países membros Os países membros da OPEC produzem 41% do petróleo crude mundial e 155 do gás natural 7-16

17 Sumário do Capítulo Definir várias formas de integração económica e como estas afectam negócios internacionais Descrever os efeitos dinâmicos e estáticos e as dimensões comerciais de desvio e criação da integração comercial Grupos regionais comerciais actuais (EU, NAFTA, APEC) Descrever as razões e o sucesso de acordos por produtos de base Discutir os efeitos da integração económica no meio ambiente 7-17


Carregar ppt "Negócios Internacionais Capítulo 3.3 Integração da Economia Regional e Acordos Cooperativos International Business 10e Daniels/Radebaugh/Sullivan 2004."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google