A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COMPETE Apoios ao Empreendedorismo Franquelim Alves Gestor do COMPETE 14 de Maio de 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COMPETE Apoios ao Empreendedorismo Franquelim Alves Gestor do COMPETE 14 de Maio de 2012."— Transcrição da apresentação:

1 COMPETE Apoios ao Empreendedorismo Franquelim Alves Gestor do COMPETE 14 de Maio de 2012

2 Mecanismos de Engenharia Financeira Apoio através da prestação de garantias, business angels, fundos de capital de risco específicos e outros instrumentos financeiros a empresas novas e nascentes Sistemas de Incentivos ao Investimento das Empresas Apoio a projectos de empreendedorismo qualificado e a empresas novas e nascentes (até 3 anos de actividade) Acções Colectivas Apoio através de projectos colectivos de dinamização do espírito empresarial e do empreendedorismo Modernização Administrativa Apoio através de projectos de modernização da administração pública central com vista à simplificação do processo de criação de empresas Apoios ao Empreendedorismo

3 Sistemas de Incentivos às Empresas SI Qualificação PME Promover a competitividade das PME através de uma intervenção no domínio dos factores dinâmicos/imateriais de competitividade (aumento de: produtividade / flexibilidade / capacidade de resposta aos desafios do mercado global) SI I&DT Intensificar o esforço nacional de I&DT empresarial Criar novos conhecimentos que aumentem a competitividade das empresas Promover a cooperação e o desenvolvimento de projectos de I&DT entre empresas e entidades do SCT Estimular a demonstração, experimentação tecnológica, a disseminação e a transferência de tecnologia para o sector empresarial SI Inovação Promover a inovação no tecido empresarial, pela produção de novos bens, serviços e processos; Reforçar a orientação das empresas para os mercados internacionais; Estimular o empreendedorismo qualificado e o investimento estruturante em novas áreas com potencial crescimento.

4 Ciclo da Candidatura Avisos de Abertura de Concurso Os Avisos de Abertura de Concurso são definidos pelos Órgãos de Gestão competentes Candidaturas Entrada através do portal Sistemas de Incentivos do QREN Selecção das Candidaturas Hierarquização dos projectos com base no mérito dos projectos Selecção das candidaturas, de acordo com limite orçamental pré- definido. Decisão Prazo para comunicação da decisão ao: 60/70 dias após encerramento do concurso

5 5.662 projectos aprovados milhões de investimento elegível milhões de incentivo Sistemas de Incentivos às Empresas SI QREN PO Centro COMPETE PO Norte PO AlgarvePO LisboaPO Alentejo

6 Sistemas de Incentivos às Empresas Apoios a Empresas Novas e Nascentes (menos de 3 anos de actividade) SI QREN projectos aprovados milhões de investimento elegível 904 milhões de incentivo

7 Sistemas de Incentivos às Empresas Apoios a Empresas Novas e Nascentes (menos de 3 anos de actividade) SI QREN Incentivo aprovado por Região Incentivo aprovado por Sector de Actividade

8 Sistemas de Incentivos às Empresas Apoios a Empresas Novas e Nascentes (menos de 3 anos de actividade) SI QREN ; INE; MTSS; BP.

9 Sistemas de Incentivos às Empresas SI Inovação – Empreendedorismo Qualificado 10 Concursos Decididos: 248 projectos aprovados 167 milhões de euros de investimento elegível 115 milhões de euros de incentivo 1 Concurso Encerrado em fase de Análise: 199 candidaturas 20 milhões de euros de incentivo estimado a aprovar SI QREN Incentivo aprovado por tipo de Empreendedorimo

10 Objectivos Criação do Fundo de Apoio ao Financiamento à Inovação (FINOVA) Instrumento de natureza pública, que visa contribuir para que as empresas, em particular as mais novas e de menor dimensão, desenvolvam as suas estratégias de inovação, de crescimento e de internacionalização, num quadro em que a envolvente financeira potencie o desenvolvimento dessas mesmas estratégias. Colocar à disposição das PME novas e inovadoras formas de financiamento Mecanismos de Engenharia Financeira

11 Fundos de capital de risco, fundos especiais de investimento e outros instrumentos de financiamento a intermediários de capital de risco Financiamento a investidores para actividades na fase pré-semente ou semente Fundos de sindicação de capital de risco (FSCR); Fundos de participação em outros fundos de capital de risco (Fundos de Fundos) Instrumentos de Reforço do Capital Próprio Fundo de Contra-garantia Mútuo Constituição ou o reforço do capital social de sociedades de garantia mútua Fundo de Garantia para Titularização de Créditos Constituição ou reforço do capital de veículos de investimento imobiliário Constituição ou reforço de linhas de crédito especiais Mecanismos de garantias de financiamento Outros instrumentos convertíveis de capital e dívida Instrumentos de Reforço de Capitais Alheios Mecanismos de Engenharia Financeira

12 Business Angels Investidores informais de capital de risco, que actuam sobretudo em empresas jovens e nascentes, quer sob a forma de capital (capital-semente), quer pela partilha de know-how. Mecanismos de Engenharia Financeira 1 Linha de Financiamento a Business Angels (BA) 53 sociedades de BA Cerca de 200 BA envolvidos Investimento alvo em mais de 200 empresas 43 milhões de euros de investimento

13 20 Fundos de Capital de Risco 210 milhões de euros de investimento; 200 PME alvo Situação actual: 18 M de investimento apoiado em 48 PME; Resultado actual: Criação de 170 postos de trabalho 2 Linhas de Crédito para PME – PME Investe I e PME Investe II 154 milhões de euros de investimento; Financiamento de 1,3 mil milhões de euros; Mais de PME apoiadas Mecanismos de Engenharia Financeira INOVAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO: 10 FCR CORPORATE VENTURE: 2 FCR EARLY STAGE: 5 FCR PRÉ-SEED: 3 FCR CINEMA E AUDIOVISUAL: 1 FCR FCR

14 Iniciativas em parceria ou outras acções de carácter estratégico e estruturante, lideradas por instituições públicas ou por entidades privadas sem fins lucrativos, prosseguindo objectivos de natureza geral com vista a resolver falhas de mercado ou de sistema e a dinamizar a procura, através de um efeito demonstrador e de disseminação alargada, potenciando as políticas públicas de desenvolvimento económico. Acções Colectivas Estes projectos têm como principais actividades: campanhas de sensibilização para o empreendedorismo; concursos de ideias/atribuição de prémios; identificação e divulgação de redes de suporte ao empreendedorismo; elaboração de estudos; apoio à criação de novas empresas. 23 projectos aprovados de apoio ao empreendedorismo 16 milhões de euros de investimento elegível 11 milhões de euros de incentivo PRINCIPAIS PROJETOS I&ES - INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO SUSTENTADO * PORTUGAL EMPREENDEDOR * POLIEMPREENDE * PENSE INDÚSTRIA * EMPREENDERIBATEJO * JOVEM PRÓ-EMPREENDEDOR * GAPI 2.0 * PROGRAMA OUSAR CRIAR, COMPETIR E INOVAR * POTENCIAL C * PROJECTO EMPREENDE * INOVAR EM REDE * INSIDE CENTER

15 Um homem tem de ser realista para poder gerir uma fábrica de tachas e tem de ser romântico para gerir o mundo Fernando Pessoa – Herostrato

16 Obrigado pela atenção. Mais informações em: Franquelim Alves Gestor do COMPETE 14 de Maio de 2012


Carregar ppt "COMPETE Apoios ao Empreendedorismo Franquelim Alves Gestor do COMPETE 14 de Maio de 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google