A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Mesa Temática 6 O papel da capacitação profissional no desenvolvimento dos APLs: A contribuição.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Mesa Temática 6 O papel da capacitação profissional no desenvolvimento dos APLs: A contribuição."— Transcrição da apresentação:

1 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Mesa Temática 6 O papel da capacitação profissional no desenvolvimento dos APLs: A contribuição dos Institutos Federais Tadeu Pissinati SantAnna Pró-Reitor de Extensão e Produção Instituto Federal do Espírito Santo Brasília, 09 de novembro de 2011

2 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Sumário Institutos Federais: Educação Profissional, Científica e Tecnológica (EPCT) como Política Pública Expansão e interiorização da Rede Federal de EPCT e das Universidades Federais Expansão e interiorização da Educação a Distância Sintonia entre a oferta e a demanda Escolarização e capacitação profissional Enfoque sistêmico para a EPCT no Brasil Políticas públicas para incrementar a capacitação profissional nos APLs Instrumentos para incrementar a capacitação profissional nos APLs

3 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Institutos Federais: Evolução histórica Busca dinâmica de convergência com as tendências de desenvolvimento

4 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Institutos Federais: EPCT como Política Pública Lei /2008 Art. 6º Os Institutos Federais têm por finalidades e características : I - ofertar educação profissional e tecnológica, (...), com ênfase no desenvolvimento socioeconômico local, regional e nacional; (...) IV - orientar sua oferta formativa em benefício da consolidação e fortalecimento dos arranjos produtivos, sociais e culturais locais, (...);

5 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Expansão e interiorização da Rede Federal de EPCT campi 420 mil matrículas campi 600 mil matrículas Rede Federal 42 Instituições: Há real sintonia entre a oferta dos campi e as necessidades dos APLs?

6 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Expansão e interiorização das Universidades Federais ,8 mil matrículas campi 230 municípios universidades 321 campi 275 municípios Rede Federal 250 mil vagas anuais 1,2 milhão de matrículas Qual o compromisso dessa expansão com os APLs?

7 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Expansão e interiorização Educação a Distância Escola Técnica Aberta do Brasil (e-Tec Brasil) 2007 Meta: 200 mil matrículas até polos de ead 48 cursos técnicos 29 mil matrículas Pronatec Rede e-Tec Brasil Instituições federais Instituições estaduais Instituições do Sistema S Qual a articulação da oferta de cursos nos polos de ead com os APLs? 2007 Meta: 200 mil matrículas até polos de ead 48 cursos técnicos 29 mil matrículas Pronatec Rede e-Tec Brasil Instituições federais Instituições estaduais Instituições do Sistema S Qual a articulação da oferta de cursos nos polos de ead com os APLs?

8 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Expansão e interiorização Educação a Distância Universidade Aberta do Brasil (UAB) polos de ead 924 cursos polos de ead 92 IES públicas polos de ead 800 mil matrículas Fonte: GeoCapes, 2010 Pouca oferta de cursos tecnológicos

9 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Expansão e interiorização Educação a Distância Pronatec Ampliação da rede física (Redes federal, estaduais e do Sistema S) Público alvo: estudantes do ensino médio da rede pública, beneficiários do programa Bolsa-Família, agricultores, povos indígenas e trabalhadores em geral Instituição da Rede e-Tec Brasil Novo Financiamento Estudantil (FIES e FIES-Empresa) Meta: 8 milhões de pessoas até 2014 Qual a articulação dessa oferta com os APLs?

10 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Expansão e interiorização Esforços paralelos – MCTI/SECIS Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) Permitem sintonizar a oferta de capacitação profissional com as demandas regionais e com os APLs Em que medida convergem com as demandas de APLs?

11 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Escolarização e capacitação profissional (1) Quantidade x Qualidade Adultos com 25 anos ou mais têm 7,2 anos de escolarização, em média Grande defasagem entre nível de escolaridade e desempenho funcional Crescente vínculo entre acesso à educação formal e desenvolvimento de competências profissionais e tecnológicas Capacitação profissional aligeirada supre as demandas dos APLs?

12 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Escolarização e capacitação profissional (2) Capacitação x Qualificação x Formação Que educação básica? Que educação de jovens e adultos? Qual o papel do ensino médio? E do superior? Mesmo crescente, ainda é pouca a integração/ articulação entre educação básica e educação profissional, entre educação e trabalho Pouca relação entre educação formal e pedagogia empreendedora na formação dos cidadãos (empresários e trabalhadores) A educação contribui com os APLs para incrementar sua: Produtividade? Inovação? Competitividade?

13 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Enfoque sistêmico EPCT para desenvolver APLs Sustentabilidade (1) Dimensão Econômica: otimizar e integrar investimentos públicos e privados em capacitação profissional Dimensão Social: promover a inclusão social produtiva Dimensão Ambiental: promover a transversalidade das questões ambientais na capacitação profissional de empreendedores e trabalhadores

14 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Enfoque sistêmico EPCT para desenvolver APLs Sustentabilidade (2) Dimensão Territorial: promover a diversificação e a intercomplementaridade de ofertas educacionais Dimensão Cultural: promover cultura empreendedora, inovativa, produtiva, cooperativa e competitiva Dimensão Político-Institucional: promover maior participação do setor educacional na governança dos APLs

15 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Políticas públicas para incrementar a capacitação profissional nos APLs Propostas (1) Programas públicos voltados à capacitação profissional coordenados horizontal e verticalmente entre níveis de governo Coordenação público-privado dos programas voltados à capacitação profissional nos territórios Diversificação e equalização das ofertas educacionais nos APLs e nos territórios (reduzir desigualdades)

16 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Políticas públicas para incrementar a capacitação profissional nos APLs Propostas (2) Intercomplementaridade das ofertas educacionais Maior duração, qualidade e integração dos cursos profissionalizantes com a educação formal Fomento à pedagogia empreendedora na educação básica e na educação profissional e tecnológica

17 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Instrumentos para incrementar a capacitação profissional nos APLs Propostas (1) Comitês de coordenação horizontal e vertical de programas públicos (interministeriais e inter- secretarias de estados e municípios) Comitês de coordenação de programas públicos e privados nos territórios e APLs Instrumento chave: PACTUAÇÃO

18 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Instrumentos para incrementar a capacitação profissional nos APLs Propostas (2) Observatórios Regionais da Educação e do Trabalho (Estudos de demandas setoriais e de APLs) Incubadoras de empresas e centros de inovação Olimpíadas laborais e prêmios empresariais que permitam análises de benchmark periódicas e identificação de falhas e carências Instrumento chave: Organizações de apoio

19 5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Muito Obrigado Contatos: +55 (27)


Carregar ppt "5ª CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Mesa Temática 6 O papel da capacitação profissional no desenvolvimento dos APLs: A contribuição."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google