A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Denise Maria Comerlato (DEE/FACED/UFRGS) Dóris Maria Luzzardi Fiss (DEC/FACED/UFRGS) Josiane Andrades e Ismael Gomes- Bolsistas PAINEL: Pesquisa em Formação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Denise Maria Comerlato (DEE/FACED/UFRGS) Dóris Maria Luzzardi Fiss (DEC/FACED/UFRGS) Josiane Andrades e Ismael Gomes- Bolsistas PAINEL: Pesquisa em Formação."— Transcrição da apresentação:

1 Denise Maria Comerlato (DEE/FACED/UFRGS) Dóris Maria Luzzardi Fiss (DEC/FACED/UFRGS) Josiane Andrades e Ismael Gomes- Bolsistas PAINEL: Pesquisa em Formação de Educadores de EJA

2 Definição do corpus Estabelecimento de tema e objetivos do estudo Análise documental e teórico- bibliográfica (FERREIRA, 2002) Evidenciação de idéias, concepções, princípios e tendências teóricas

3

4 278 produções acadêmicas registradas no Sistema de Bibliotecas da UFRGS 1990 a relatórios de Estágio 2006 a 2009 Implantação do Novo Currículo do Curso de Pedagogia

5 Relatórios de Estágio TCC de Graduação e Especialização Dissertações e Teses Livro e capítulo de livro Artigo EJA Quilombola EJA Campo Relações de classe Relações de gênero Relações etárias EJA Indígena Anos Iniciais Trabalho em Evento

6 Estado da Arte da Educação de Jovens e Adultos na UFRGS OBSERVATÓRIO DA EJA NA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE-RS Quais as temáticas que vêm sendo pesquisadas no âmbito da EJA? Quais Faculdades ou Institutos da UFRGS apresentam trabalhos nesta área? Que fatores influenciam e provocam determinadas produções acadêmicas? Quais as temáticas que vêm sendo pesquisadas no âmbito da EJA? Quais Faculdades ou Institutos da UFRGS apresentam trabalhos nesta área? Que fatores influenciam e provocam determinadas produções acadêmicas? QUESTÕES DE PESQUISA OBJETIVOS

7

8 CATEGORIAS PRINCIPAIS Concepções e Práticas Pedagógicas Processos Escolares Trabalho e Educação Temáticas Específicas: Educação para a diversidade: raça/etnia Educação para a diversidade: gênero e educação afetivo-sexual Educação e envelhecimento Educação inclusiva Educação de surdos Educação para o trânsito Educação Ambiental Mídias e Tecnologias Juventude e sujeitos da EJA Formação de Professores Políticas Públicas

9

10

11 ALGUNS ASPECTOS DA ANÁLISE As Produções abordam: a formação de professores de EJA, inicial e continuada; perspectivas de educação profissional, educação popular e políticas públicas de formação de professores; Todos os trabalhos foram produzidos na Faculdade de Educação.

12 Quatro (04) envolvem a singularidade da formação para o trabalho docente em EJA. PERFIL PARCIAL DOS TRABALHOS Dois (02) trabalhos são relatos de experiências de formação. Três (03) produções refletem sobre a formação na EJA em Cursos de Licenciatura e Especialização Seis (06) discutem a necessidade da formação docente específica para trabalhar com o EM articulado à formação profissional. Cinco(05) tratam da educação continuada e/ou formação em serviço.

13 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES Curso de Especialização do PROEJA: desafio em promover a educação articulada entre os conhecimentos do EM e formação profissional. Financiado com recursos federais. Produções de Os municípios aparecem como o locus privilegiado de reflexão sobre a formação continuada a partir de 1998.

14 55,6% 44,4%

15 Jacques Derrida, Gilles Deleuze, Félix Guattari, Michel Foucault, Stuart Hall, Jacques Lacan, Jorge Larrosa, Humberto Maturana, Edgar Morin e comentadores

16 Geografia História Língua Portuguesa Artes Visuais

17 Comunhão entre as experiências. Comunhão entre conhecimentos científicos e vivenciais. Produção de ações e formas sociais de resistência Ampliação da capacidade de iniciativa transformadora das comunidades. Estudo da realidade vivida pelo grupo e de sua percepção dessa realidade. Empoderamento individual e social. Ampliação da consciência. Relações entre autoria, autonomia, interpretação, cultura e diálogo.

18 SENTIDOS RECORRENTES NA EXPERIÊNCIA COM A EJA Reflexões sobre elementos constitutivos do ser educador de jovens e adultos que referem relações etárias, étnico-raciais e de gênero, relações com o trabalho, tempos próprios de aprendizagem dos sujeitos entre outros elementos Concepções relacionadas à importância de o educando e o educador assumirem posições de autoria nas relações com a cultura e com o conhecimento e compromissos concretos com a intervenção em situações-limite que agridem o processo de genteficação dos sujeitos. Necessidade de articulação entre leitura da palavra e leitura do mundo. Identificação principal com referenciais freireanos e tendências críticas. Identificação significativa com tendências pós-críticas. Compromisso com a constituição de comunidades capazes de criar condições para a (re)construção crítica das práticas sociais.

19 SER DOCENTE Humildade, flexibilidade, escuta, consideração do coletivo, respeito, diálogo. Artistagem: (re)planejamento, pesquisa, bom humor, criatividade, conhecimento. Resgate e troca de saberes, afeto, desejo de mudar, criticidade, Reflexão sobre a ação, inquietude, relação de responsabilidade e autonomia, exercício de conscientização

20 Como romper com valores arraigados? Com ideias de moral, ética e conhecimento cristalizadas? O que movimenta meu aluno? Que rede de significados irá mexer mais com ele/ela? Que movimentos produzir a fim de diminuir a distância que separa o que os alunos esperam e o que a escola oferece? Esta é uma tarefa apenas da escola? ALGUMAS INQUIETAÇÕES De que maneira contribuir para o processo de qualificação e ressocialização dos adolescentes que cumprem medidas sócio- educativas? O que considerar na avaliação? Como o sujeito pensa e aprende? Suas dificuldades? Como lida com o conhecimento? Sua relação com as coisas da vida?

21 CATÁLOGO DAS PRODUÇÕES ACADÊMICAS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA UFRGS e-eja/

22 Referências citadas e/ou consultadas FERREIRA, Norma Sandra De Almeida. As Pesquisas denominadas Estado da Arte. In: Educação e Sociedade. Ano XXIII, nº 79, Agosto de HADDAD, Sergio. Educação de jovens e adultos no Brasil ( ). Brasília, DF: Numero 8. MEC/Inep/Comped. Serie estado do conhecimento, Numero 8, LEITÃO, Cleide Figueiredo. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Reflexões sobre educação. Secretaria de Educação Fundamental. Ministério da Educação. BAM. Banco de ajuda mútua SOARES, Magda Becker. A alfabetização no Brasil o estado do conhecimento. Brasília: Reduc/INEP/UFMG acesso dia 13/10/ último acesso em 15/07/2009.


Carregar ppt "Denise Maria Comerlato (DEE/FACED/UFRGS) Dóris Maria Luzzardi Fiss (DEC/FACED/UFRGS) Josiane Andrades e Ismael Gomes- Bolsistas PAINEL: Pesquisa em Formação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google