A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

I Seminário Preparatório ao EREJA/CO/2011 Profª Dra. Terezinha Bazé de Lima Pró-reitora de Ensino e Extensão/UNIGRAN Dourados Professora formadora e pesquisadora.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "I Seminário Preparatório ao EREJA/CO/2011 Profª Dra. Terezinha Bazé de Lima Pró-reitora de Ensino e Extensão/UNIGRAN Dourados Professora formadora e pesquisadora."— Transcrição da apresentação:

1 I Seminário Preparatório ao EREJA/CO/2011 Profª Dra. Terezinha Bazé de Lima Pró-reitora de Ensino e Extensão/UNIGRAN Dourados Professora formadora e pesquisadora em EJA Ações das Universidades no campo da EJA

2 O processo de desenvolvimento social e econômico do país e a ampliação do acesso à escola fizeram crescer as exigências de qualificação docente, tanto para orientação da aprendizagem de crianças, adolescentes das classes populares, jovens e adultos que trazem, para dentro das escolas, visões de mundo diversas e perspectivas de cidadania muito variadas. Atenta às exigências desse momento histórico, várias universidades efetuaram mudanças em seus currículos, de modo a formar, especialmente no curso de Pedagogia, professores para atuarem na educação infantil e ensino fundamental, bem como na modalidade Jovens e Adultos, entre outras. O PAPEL DA UNIVERSIDADE FRENTE A EJA

3 Hoje, a educação de jovens e adultos se constitui como um eixo temático dos projetos pedagógicos dos curso de graduação em Pedagogia, desde o ano de 2005/2006. As Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia/2006 definiram princípios e procedimentos a serem observados na formação de profissionais para a docência. O PAPEL DA UNIVERSIDADE FRENTE A EJA

4 O Art. 2º prevê que o Curso de Pedagogia à formação inicial para o exercício da docência na Educação Infantil e nos anos inicias no Ensino Fundamental, nos cursos de ensino médio(modalidade normal), em cursos de educação profissional na área de serviços e apoio escolar, bem como em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos. Compreende-se a docência como uma ação educativa e um processo metodológico e intencional, construído em relações sociais, étnico-raciais e produtivas, que influenciam conceitos, princípios e objetivos, desenvolvendo-se na articulação entre conhecimentos científicos e culturais, valores étnicos e estéticos inerentes a processos de aprendizagem, de socialização e de construção de conhecimento, no âmbito do diálogo entre as diferentes visões de mundo.

5 Ao mesmo tempo em que se assiste ao aumento da demanda da EJA, há uma explosão de informações, cresce igualmente a disparidade entre quem tem acesso e os que não têm. É preciso diminuir essa polarização que reforça as desigualdades existentes. Criar estruturas de ensino para adultos e quadro de professores com educação permanente. Como se pode melhorar as condições de educação de adultos? Como superar as insuficiências dos serviços oferecidos nesta área? Que tipo de medidas são necessárias empreender para melhorar o acesso, a adequação e a qualidade, respeitando mais a diversidade e reconhecendo a aprendizagem anterior? Qual o papel das IES para contribuir com essas inquietações? O PAPEL DA UNIVERSIDADE FRENTE A EJA

6 O COMPROMISSO DAS IES Criar condições para que a EJA seja um processo de qualidade: a) a)adotando leis, medidas e metodologias para reconhecer a todos os adultos o direito de aprender; b) realizando estudos que reforcem a expressão das necessidades de educação dos adultos em sua própria cultura; c) contribuindo nos serviços de informação pública e de orientação à população idosa; d) elaborando estratégias para entender à educação de jovens e adultos, em relação às formas específicas de aprendizagem.

7 Acesso à EJA e qualidade: a) a)Adotando legislação, políticas e mecanismos de cooperação com os parceiros envolvidos, favorecendo e contribuindo para implantar programas específicos para a populações isoladas. b) Cobrando a qualidade da educação de adultos, de forma contínua e permanente.

8 Promover pesquisas e estudos sobre a educação de adultos a) Organizando pesquisas sistemáticas e estudos sobre a educação de adultos voltadas às políticas públicas. b) Favorecendo a realização de estudos nacionais e internacionais sobre os aprendizes, os professores, os programas, os métodos e os estabelecimentos de educação de adultos. c) Apoiando a avaliação das atividades educativas em questão e a participação nessas atividades. d) Ampliando a capacidade de pesquisa e de difusão de conhecimentos através de intercâmbios com os sistemas de ensino na Educação Básica pública e privada.

9 O papel do Estado e parceiros sociais Fazendo com que os parceiros reconheçam a responsabilidade de criar normas de apoio para: a) a)garantir a acessibilidade e eqüidade implementar mecanismos de supervisão e de coordenação; oferecer apoio profissional aos pesquisadores e aos educandos mediante redes de colaboradores e recursos; b) garantir apoio necessário nas áreas financeiras, administrativa e de gestão. c) apoiar a UNESCO e outros órgãos públicos para que continuem desenvolvendo políticas de estabelecimento de parcerias entre todos os atores da área da educação de adultos.

10 O que existe hoje nas IES de MS A reestruturação do currículo de Pedagogia para inserção de disciplinas obrigatórias e estágio supervisionado na modalidade para a EJA. Abertura de Concurso Público para professor de ensino superior na área de EJA. O oferecimento de Cursos de Pós-graduação lato sensu. A organização do grupo de estudo e o fortalecimento da linha de Pesquisa, promovendo o acesso aos Mestrados e Doutorados com projetos em EJA. A elevação da produção científica na área da EJA no estado de MS. Ampliação do acervo bibliográfico na área de EJA nas bibliotecas das IES.

11 O envolvimento dos acadêmicos com a pesquisa, com a produção científica e a participação em eventos científicos. Elaboração de um projeto de Curso de Especialização lato sensu na área da Formação de Professores para a EJA. Implantação de bolsas de iniciação científica e monitoria de ensino em EJA, no curso de Pedagogia – Faculdade de Educação. Realização de estudos de TCC, por parte dos acadêmicos envolvidos. Fortalecimento da temática EJA nas IES do estado de MS e a organização de um grupo de estudos com pesquisadores do MS, com apresentação de trabalhos em congressos estudais, nacionais e internacionais, e com isso, aumentando a produção científica.

12 Ações da Universidade/UFGD 1 -Implantação da Disciplina: EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS-72h Ementa: Educação popular: histórico e concepções. Analfabetismo: visão histórica e contemporânea. Alfabetização: intervenção didática, recursos de ensino e avaliação. 2 - Disciplina: FUNDAMENTOS E METODOLOGIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS – 72h Ementa: Educação continuada de jovens e adultos. Políticas públicas. Iniciativas da sociedade civil. Educação de jovens e adultos: intervenção didática, recursos de ensino e avaliação. 3 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA GESTÃO E NA DOCÊNCIA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 144h Ementa: Observação, participação e execução de ações pedagógicas em instituições escolares e não escolares dos anos iniciais do Ensino Fundamental.

13 4- ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA GESTÃO E NA DOCÊNCIA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 144h Ementa: Participação, execução de ações pedagógicas e produção de trabalho acadêmico reflexivo sobre as atividades realizadas em instituições do Ensino Fundamental. 5- Projetos de Ensino: A exemplo do Projeto elaborado e executado pela Profª. Maria Aparecida Rezende, destinado a servidores de serviços gerais (terceirizados) na própria UFGD, que não foram alfabetizados em idade própria.

14 Ações da Universidade/UNIGRAN Inclusão de Disciplina Obrigatória no Curso de Pedagogia: Abordagens Didáticas em Educação de Jovens e Adultos - 80h. PEJA – Programa de Educação de Jovens e Adultos. Projeto de Ensino e Extensão de Educação de Jovens e Adultos da Unigran - 200h. Projeto de Pesquisa Educação de Jovens e Adultos: Processo de Letramento e Formação Docente. Projeto de Capacitação de Monitores para EJA. Grupo de Estudos em EJA.

15 Investimento da UNIGRAN no PROJETO EJA: BOLSAS PARA OS MONITORES - CUSTO ANUAL: R$ ,00 – referentes a 15 bolsas / mês de estudos. MATERIAL DIDÁTICO (+Xerox): R$ ,00 RECURSOS HUMANOS: trabalho voluntário do corpo docente.

16 Seminário de Iniciação Científica sobre EJA

17 Apresentação de Trabalho de pesquisa em EJA no FEJA/MS

18

19 Grupo de Estudos – EJA / UNIGRAN

20 Banner da UNIGRAN – Educação de Jovens e Adultos

21

22 Trabalho de Consultoria na elaboração de referencial sobre a EJA

23 Reflexões finais As universidades ainda têm muito a contribuir, ou as ações que hoje se resumem, praticamente, ao campo da Pedagogia devem avançar para as outras áreas da educação, considerando que a Educação de Jovens e Adultos não é mais um projeto e sim uma política de Estado.

24 A EJA É COMO UMA PLANTA QUE PRECISA SER CULTIVADA COTIDIANAMENTE!


Carregar ppt "I Seminário Preparatório ao EREJA/CO/2011 Profª Dra. Terezinha Bazé de Lima Pró-reitora de Ensino e Extensão/UNIGRAN Dourados Professora formadora e pesquisadora."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google