A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA Planejamento e Rotina.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA Planejamento e Rotina."— Transcrição da apresentação:

1 PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA Planejamento e Rotina

2 Concepções e reflexões – Unidades I e II Planejamento: Segundo Libâneo (1994), o planejamento é um processo de racionalização, organização e coordenação da ação docente (...). (Un.2, ano 3, p.6) A importância do planejamento para o ensino dos eixos do componente curricular Língua Portuguesa está inserida na perspectiva de que esta é uma atividade que antecede a um ato intencional. (Leal, 2010). (Un.2, ano 3, p.7)

3 Concepções e reflexões – Unidades I e II Rotina: (...) as rotinas escolares asseguram que alguns procedimentos básicos sejam acordados entre professor e alunos e que os mesmos já se disponibilizem dentro do espaço temporal e espacial para as tarefas pedagógicas. As crianças aprendem, através dessas rotinas, a prever o que fará na escola e a organizar-se. Por outro lado, a existência dessas rotinas possibilita ao professor distribuir com maior facilidade as atividades que ele considera importantes para a construção dos conhecimentos em determinado período, facilitando o planejamento diário das atividade didáticas. (Leal, 2004, p.02). (Un. 2, ano 1, p.19-20)

4 Concepções e reflexões – Unidades I e II Planejar e organizar uma rotina voltada para reflexões constantes sobre a prática social, considerando uma boa formação dos conhecimentos específicos, sistematizados, selecionados das bases das ciências é o que propõem os novos estudos sobre ensinar e aprender. (Un. 2, ano 1, p.20)

5 Concepções e reflexões – Unidades I e II Diferentes modos de organização do trabalho pedagógico: Atividades permanentes – atividades que se repetem durante um tempo (Ex: Hora da Biblioteca). Sequências didáticas – atividades que dependem uma das outras. (Atividade de análise, leitura e produção de cartazes). Projetos didáticos – intervenção didática que se firma na resolução de um problema através do desenvolvimento de várias atividades; todo projeto possui culminância. (Un. 2, ano 1, p.27), (Un. 2, ano 2, p.21-25) e (Un. 2, ano 3, p.12-14)

6 PLANO DE AULA

7

8

9 Concepções e reflexões – Unidades I e II O planejamento das atividades depende da atuação do professor (...) afirmam que o papel do educador no processo curricular é assim fundamental. Ele é um dos grandes artífices, queira ou não, da construção dos currículos que se materializam nas escolas e sala de aula. (Moreira; Candau, 2007, p.19). (Un. 1, ano 2, p.07) (...) a tarefa de trabalhar a favor da inclusão de todos no processo de ensino-aprendizagem requer do professor uma ação cuidadosamente planejada e que precisa ser constantemente retro- informada, ou seja, necessita de avaliação frequente para que seja possível re-encaminhamentos que propiciem a inclusão juntamente à garantia do ensino da leitura e da escrita. (Un. 1, ano 3, p.08)

10 Concepções e reflexões – Unidades I e II O planejamento das atividades depende da atuação do professor Ensinar é uma provocação e só ensina quem aprende, sem esta conscientização, não atingiremos o objetivo desejado: as aprendizagens dos estudantes, em todas as áreas do conhecimento. (Un. 1, ano 3, p.09) (...) quanto mais consciência o professor tiver acerca dos princípios que regem sua prática, maior autonomia terá no processo de planejamento e realização da ação didática. (Un. 2, ano 3, p.07)

11 Concepções e reflexões – Unidades I e II Planejando com ludicidade Alfabetizar crianças, jovens ou adultos é uma tarefa complexa, mas pode, e esperamos que seja, prazerosa.É possível, sim, aprender a escrever e ler por meio de brincadeiras, por meio de reflexão, por meio de um trabalho solidário. Há que se perceber, no entanto, que isso não significa dizer que as aprendizagens são simples ou que são fáceis, ou que não exigem esforço do aprendiz. (Un. 1, ano 3, p.13) Todo processo pode ser desenvolvido de forma lúdica, por meio de jogos e atividades que promovam a reflexão sobre o funcionamento das palavras escritas (ordem, estabilidade e repetição das letras, quantidade de partes faladas e escritas, semelhanças sonoras). (Un. 2, ano 2, p.09)

12 Referências Bibliográficas BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Currículo na Alfabetização: concepções e princípios. Brasília: MEC/SEB, p. BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Currículo no Ciclo de Alfabetização: consolidação e monitoramento do processo de ensino e aprendizagem. Brasília: MEC/SEB, p. BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Currículo Inclusivo: o direito de ser alfabetizado. Brasília: MEC/SEB, p. BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Planejamento Escolar: alfabetização e ensino da língua portuguesa. Brasília: MEC/SEB, p. BRASIL. Secretaria de Educação Básica. A Organização do Planejamento e da Rotina do Ciclo de Alfabetização na Perspectiva do Letramento. Brasília: MEC/SEB, p. BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Planejamento e Organização da Rotina na Alfabetização. Brasília: MEC/SEB, p.


Carregar ppt "PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA Planejamento e Rotina."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google