A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO E DA DECLIVIDADE DO ACOSTAMENTO DAS RODOVIAS ESTADUAIS CONCEDIDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO – BRASIL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO E DA DECLIVIDADE DO ACOSTAMENTO DAS RODOVIAS ESTADUAIS CONCEDIDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO – BRASIL."— Transcrição da apresentação:

1 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO E DA DECLIVIDADE DO ACOSTAMENTO DAS RODOVIAS ESTADUAIS CONCEDIDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO – BRASIL. Octávio de Souza Campos Patricio Hurtado Díaz Paulo Ricardo Freitas Vicente João Gualberto F. Gurgel de Moraes Fábio Nanni

2 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO OBJETIVO: criar um banco de dados e de imagens visando identificar e avaliar o atendimento das condições apresentadas nos Editais de Concessão. DIFICULDADE PRINCIPAL: Inexistência de um padrão para levantamentos contínuos de tais parâmetros.

3 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO MALHA RODOVIÁRIA ANALISADA 12 Lotes de Concessão (existentes em 2007) Aproximadamente km distribuídos em 55 rodovias e suas marginais Avaliação em ambos os sentidos do tráfego das plataformas rodoviárias totalizando mais de km de seções analisadas

4 MALHA RODOVIÁRIA ANALISADA

5 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO Geometria das seções transversais encontradas podem ser quaisquer, ou seja: sem acostamento; acostamento em nível com a pista; degrau descendente para o acostamento; presença da “cunha” para eliminação do degrau porém mantendo o desnível médio entre a pista e o acostamento. Necessidade de um procedimento capaz de medir de forma contínua tais parâmetros e reconhecer essas diferentes situações

6 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO EQUIPAMENTO: Sistema dotado de um equipamento de medição direta a laser, capaz de reproduzir a seção transversal da plataforma formado pela pista e o acostamento com: largura de aproximadamente mm 350 leituras de nível captura seções transversais a cada 1 m de rodovia

7 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO EQUIPAMENTO: Simultaneamente, capaz de capturar imagens do entorno e do acostamento, sendo assim possível dirimir as dúvidas que apareçam nas análises dos levantamentos Sensor Laser Captação de Imagens

8 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO Cálculo do degrau: Referência de nível na faixa de bordo Média das leituras de nível sobre o final da seção transversal(550mm da faixa de bordo) descontada a inclinação do acostamento

9 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO Cálculo do degrau: Degrau pontual foi definido como a diferença entre essas duas cotas médias Degrau característico foi definido como a média entre as 50 medidas pontuais acrescidos de 1 vez o desvio padrão

10 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO Imagens captadas pelo sistema Informações de posicionamento Vista Superior Vista Panorâmica à Montante

11 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO Integração do Perfil Degrau com 56 mm

12 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO LIMITES PERSEGUIDOS NAS CONCESSÕES PAULISTAS: Limite exigido de altura do degrau - máximo de 40 mm (Editais de Concessão); Limite desejável de declividade transversal em 5% em tangente (Manuais de Geometria) Existência de acostamento pavimentado

13 RESUMO DE RESULTADOS DE DEGRAU Baixa média da cota excedente de 16 mm

14 RESUMO DE RESULTADOS DE DEGRAU

15 Média da Declividade Equivalente do acostamento (%)

16 Existência de Acostamento

17 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO Conclusões: Só 6,4% das pistas (456 km) apresentam degraus médio acima de 40 mm, com um excesso médio de 16 mm Nos levantamentos tradicionais realizados de forma descontínua, com uma amostra por quilômetro, a grande maioria desses pontos com excesso de degrau não era sequer cadastrado, impedindo que se realizasse a fiscalização

18 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO Conclusões: Algumas das concessionárias estão com declividades superiores que 5%, mesmo aquelas que apresentam valores baixos para degrau no acostamento (execução de “cunhas”) Existência de valores sem acostamentos (131 km) da malha, deve-se destacar que nestes trechos estão inclusos os antigos trechos em serra, ou com complicadores ambientais para sua implantação

19 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO Conclusões: Tem-se como produto final o cadastro físico e as informações visuais das condições dos acostamentos, ambos para o ano de Contribuição para a criação de uma referência no acompanhamento dos parâmetros ligados a segurança

20 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO BIBLIOGRAFIA: AMERICAN ASSOCIATION OF STATE HIGHWAY AND TRANSPORTATION OFFICIALS. Standard Practice for Quantifying Roughness of Pavements. AASHTO PP 37M-99. Estados Unidos, 2003b. AMERICAN ASSOCIATION OF STATE HIGHWAY AND TRANSPORTATION OFFICIALS. A police on geometric design of highways and streets. 4th ed. Washington, D.C., xlii, 905 p. DER/SP – DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM DO ESTADO DE SÃO PAULO. Instrução de Projeto Geométrico IP-DE-F00/001 – São Paulo fev/2005. DNER – DEPARTAMENTO NACIONAL DE ESTRADAS DE RODAGEM. Manual de Projeto Geométrico de Rodovias Rurais e – Rio de Janeiro, 1999 – 195p. OLIVEIRA, E. L. M. Considerações sobre o projeto de acostamentos para rodovias- São Paulo, 2007 – 135p..

21 LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO BIBLIOGRAFIA: GLENNON, J. C. Relationship between safety and key highway features: state of the art report 6: effect of pavement/shoulder dropp-offs on highway safety. Washington, D.C.: Transportation Research Board, p. GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO – SECRETARIA DOS TRANSPORTES. Editais de Licitação do Programa Estadual de Desestatização e Parcerias com a Iniciativa Privada, SAYERS, M. W.; KARAMIHAS, S. M. The Little Book of Profiling. University of Michigan TRANSPORTATION RESEARCH BOARD. National Cooperative Highway Research Program. NCHRP Synthesis 63: design and use of highway shoulders. Washington, D.C., p. (NCHRP Synthesis of Highway Practice). TRANSPORTATION RESEARCH BOARD. National Research Council. Design safer roads: practices for resurfacing, restoration and rehabilitation: special report 214. Washington, D.C., p.


Carregar ppt "LEVANTAMENTO DO DEGRAU ENTRE A PISTA E O ACOSTAMENTO E DA DECLIVIDADE DO ACOSTAMENTO DAS RODOVIAS ESTADUAIS CONCEDIDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO – BRASIL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google