A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso Básico de CFTV. O que é CFTV ?  A sigla CFTV significa Circuito Fechado de Televisão.  Este termo significa o processo de captura, gravação e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso Básico de CFTV. O que é CFTV ?  A sigla CFTV significa Circuito Fechado de Televisão.  Este termo significa o processo de captura, gravação e."— Transcrição da apresentação:

1 Curso Básico de CFTV

2 O que é CFTV ?  A sigla CFTV significa Circuito Fechado de Televisão.  Este termo significa o processo de captura, gravação e observação de imagens em ambientes onde se necessita de segurança e aplica-se nas mais diversas situações

3 Lente Meio de transmissão Monitor Sistema Básico de CFTV Câmera

4 CÂMERAS

5 A câmera de vídeo usa o mesmo princípio das câmeras fotográficas, a “câmara escura”. Em um ambiente (“câmara”) totalmente escuro com apenas um orifício, as imagens do exteriorsão projetadas na parede oposta ao furo, de cabeça para baixo. Princípio de Funcionamento CÂMERAS

6 O CCD funciona como o filme de uma máquina fotográfica, capturando a imagem, com a diferença que pode ser lido, apagado e usado novamente.Repetindo esse ciclo de leituras rápidas e repetidamente (60 vezes por segundo), o sistema atua como uma filmadora. Neste caso as câmeras de CFTV têm um um sensor, denominado CCD (Charge Coupled Device) que recebe a luz através da lente. CÂMERAS Princípio de Funcionamento

7  Indica o nível de detalhes que a câmera pode discernir.  Quanto maior o número de linhas maior a resolução, isto é, uma câmera de 420 linhas é melhor que uma de 380 linhas.  As câmeras monocromáticas(P&B) geralmente possuem uma resolução maior que as câmeras coloridas. Resolução CÂMERAS

8  As câmeras monocromáticas (P&B) são mais sensíveis do que as câmeras coloridas, isto é, precisam de menos luz.  A unidade usada no sistema internacional (SI) para medir níveis de iluminação é o Lux. CÂMERAS Sensibilidade

9 Exemplos de níveis de luz em Lux Sob a luz do sol Dia nublado Crepúsculo 1-10 Lua cheia 0,1-1 Ambientes externos Ambientes internos Bancos / Linhas de montagem Iluminação em lojas Armazéns/depósitos CÂMERAS

10  Serve para reduzir a intensidade de luz recebida, em ambientes muito claros, diminuindo o tempo de aquisição de imagens do CCD. Serve também para melhorar a qualidade de imagens em movimento, gerando uma imagem mais nítida e com mais detalhes. CÂMERAS Obturador Eletrônico

11 SISTEMAS

12  Condição que normalmente acontece Só se vê a silhueta da pessoa! Quando há mais luz do lado externo! Cenas Difíceis - BLC SISTEMAS

13  Recurso BLC ativado Cenas Difíceis - BLC SISTEMAS Não conseguimos ver os detalhes externos ! Porém conseguimos ver a pessoa desejada !

14  Tamanho do CCD Sensores de câmera (CCD´s) podem ter vários tamanhos: Formatos de sensores CCD (área ativa em mm) ¼” ½” 1/3” 2/3” 3,2 2,44,0 4,8 3,6 6,0 6,4 8,04,8 8,8 11,0 6,6 Fonte: EdmundScientific CÂMERAS Tamanho do CCD

15  Durante o projeto verificar: o CCD dever ser igual ou menor do que a lente CÂMERAS Tamanho do CCD

16  Câmeras com sensor de imagem tipo CMOS  As câmeras que utilizam este tipo de tecnologia são mais baratas, pois este chip exige menos periféricos de controle, logo menos espaço e menos material. Porém apresenta baixa resolução e sensibilidade. CÂMERAS Outras Tecnologias

17 LENTES

18  A lente tem como função básica captar a luz transmitida por um objeto e convergê-la, para o CCD. LENTES Conceitos Básicos

19  Quem determina o campo de visão é a distância focal sendo que quanto menor o “valor da lente”, maior o ângulo de visão (campo de visão).  O distância focal da lente é medida em mm e está relacionada diretamente com o ângulo de visão que vai ser alcançado.  Uma lente de 4mm proporciona um ângulo de visão maior que uma de 8mm. Campo de Visão LENTES

20 Campo de Visão - Exemplo

21 LENTES Lentes X Ângulos

22 LENTES

23

24  Direcionar a luz refletida pela cena ao CCD  Fornecer um campo de visão adequado  Focalizar corretamente a luz refletida sobre o CCD Funções das Lentes  Controlar a quantidade de luz que incide sobre o CCD LENTES

25  Íris tipo fixa Pré ajustada de fábrica, não pode ser alterada. Indicada para uso em áreas internas ou com pouca variação.  Íris manual Pode ser ajustada manualmente através de um anel externo. Indicada para uso em áreas internas com requisitos de iluminação especiais.  Auto íris Possui um mecanismo eletrônico que se auto ajusta conforme a quantidade de luz que passa através da lente e a sensibilidade da câmera. Indicada para uso em áreas externas ou locais com muita variação de iluminação. Tipos de Lentes LENTES

26  ÍRIS (Automática, Manual ou Fixa)  FOCO (Fixo, Varifocal, Zoom)  FORMATO (1/2” ; 1/3” ; 1/4”)  ABERTURA (f 1.2 ; f 1.4 ; f 2.0)  DISTÂNCIA FOCAL (2,8mm ; 4mm ; 12mm)  MONTANTE (C OU CS) LENTES Parâmetros das Lentes

27 LENTES Calculando a Lente Tabela da Área X CCD Fórmula para Cálculo

28 LENTES Exemplo Tabela da Área X CCD

29 MONITORES

30 Diferenças entre Monitor e TV  Os monitores para uso em segurança são projetados especialmente para uso em CFTV, assegurando qualidade em uso contínuo.  Possuem conectores de entrada e saída de vídeo do tipo BNC, sendo este o padrão usado em CFTV  Como é projetado para uso em sistemas de segurança, não permitir ao usuário “assistir” os canais de Tv convencionais MONITORES

31 Durabilidade e Confiabilidade  Como os monitores de CFTV são usados 24H/dia e 365 dias/ano seu projeto deve contemplar um tubo de alta qualidade, para que as imagens estáticas não venham a “queimar” o tubo rapidamente. MONITORES

32 Resolução  A resolução é um número que expressa a capacidade do aparelho em discernir detalhes. Este número é fornecidos nos catálogos em “números de linha de resolução horizontal”  Quanto maior o números de linhas, melhor a qualidade do monitor MONITORES

33 MEIOS DE TRANSMISSÃO

34  São responsáveis por transmitir as imagens obtidas pelas câmeras até os DVR’s ou monitores. MEIOS DE TRANSMISSÃO  Existem vários tipos de meios de transmissão que são definidos com base em fatores como distância, disponibilidade, conveniência e outros.  Os principais meios de transmissão são:  Cabos coaxiais  Par trançado UTP  Fibras óticas  Transmissão por rádio

35  O cabo coaxial é composto de um condutor interno circundado por um material isolante (dielétrico) e este por uma malha de blindagem. CABOS COAXIAIS  O tipo mais recomendado é o RG59U que possui uma impedância de 75 ohms.  Conforme a necessidade usa-se também os tipos RG6U e RG11U

36  Os cabos possuem limitações de acordo com seu modelo CABOS COAXIAIS Limitações

37  Emenda fêmea com rosca tipo “F”  Conector BNC  Conector macho com ilhós Conectores e Adaptadores CABOS COAXIAIS  Emenda fêmea com rosca tipo “T”  Conector macho com rosca tipo “F”

38  Adaptador BNC para F Conectores e Adaptadores CABOS COAXIAIS  Adaptador BNC para RCA  Adaptador F para RCA1  Adaptador F para RCA  Adaptador RCA para F

39 DÚVIDAS?CURIOSIDADES? Intelbras S/A Muito Obrigado


Carregar ppt "Curso Básico de CFTV. O que é CFTV ?  A sigla CFTV significa Circuito Fechado de Televisão.  Este termo significa o processo de captura, gravação e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google