A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Modulo 4 Maputo, Moçambique 2010 Base de dados & Sistema de Informação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Modulo 4 Maputo, Moçambique 2010 Base de dados & Sistema de Informação."— Transcrição da apresentação:

1 Modulo 4 Maputo, Moçambique 2010 Base de dados & Sistema de Informação

2 Tópicos do Modulo: 1. Base de dados 2. Inserção de informação obtida aos vários níveis 3. SIRNM, filosofia e objectivos. Formulários do SIRNM e o fluxo da informação, inserção de dados no SIRNM. 4. Análises de resultados Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

3 Conceito base de dados Importância de uma base de dados Fluxo de dados Conteúdo: Tópico1: Base de dados Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

4 Conteúdo: Conceito de base de dados Este exercício tem como objectivo construir, de forma participativa, o conceito “base de dados”. Exercício 1: Em grupo, durante 10 minutos, trocar ideias, sobre o que é um base de dados, apoiando-se no seguinte: a)Como se estrutura um banco de dados e para que serve?; b)Como se apresenta um banco de dados? (em papel ou na forma electrónica)? c)Exemplos de base de dados conhecidas. Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

5 Conteúdo: Conceito de base de dados Base de dados (ou banco de dados): é um conjunto de registos dispostos em estrutura regular que possibilita a reorganização dos mesmos e produção de informação. Uma base de dados normalmente agrupa registos utilizáveis para um mesmo fim. Um base de dados pode ser em papel ou electrónico Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

6 Exemplo: Base de dados em papel Conteúdo: Conceito de base de dados Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

7 Exemplo: Base de dados em electrónico Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

8 Exemplo de tabela de dados sumarizados extraidos de uma Base electrónico Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

9 Conteúdo : Consolidação da Aprendizagem do Conceito de base de dados Este exercício objectiva colocar a consideração dos participantes, possíveis exemplos de base de dados. Exercício 2: Cada grupo, de dois participantes cada, vai receber três figuras diferentes, (que estão igualmente retratadas nos três slides seguintes). Cada grupo deverá, em 10 minutos, analisar se cada uma das gravuras, pode ser considerada como parte de um banco de dados justificando a sua opinião. Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

10 Isto é parte de uma Base de Dados?

11

12

13 Conteúdo: Importância de um base de dados De forma participativa, construir consensos sobre a importância de uma base de dados. Exercício 3: Durante 20 minutos, trocar ideias, em plenario, sobre a importância de um base de dados, apoiando-se no seguinte: Qual é a importância de um BD para Monitoria e Avaliação? Quais as outras áreas para as quais um BD é importante e porquê? Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

14 Conteúdo: Fluxo de dados e as relações entre as etapas De forma participativa, procurar consensos sobre o fluxo de dados e as relações entre as etapas Exercício 4: Cada participante deve organizar as setas da gravura do slide abaixo descrevendo a ordem correcta do fluxo dos dados. Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

15 2 5 1 Conteúdo: Fluxo de dados e as relações entre as diferentes etapas Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

16  Preenchimento /Fornecimento dos dados nos formulários / fichas  Verificação da qualidade de dados nos formulários  inserção na base de dado  Verificação da qualidade de dados nos formulários  inserção na base de dado  Elaboração de:  Relatório  Tabelas,  mapas,  gráficos etc  Elaboração de:  Relatório  Tabelas,  mapas,  gráficos etc  Dessiminação e uso de dados Organziações Parceiras, Madrinha e NPCS Digitadores de dados Gestores da base de dados Org./Madrinha/NPCS Equipe Técnica de M&A Directores Conteúdo: Fluxo de dados e as relações entre as diferentes etapas Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Tópico1: Base de dados

17 Tópico 2: Inserção de informação obtida aos vários níveis  Qualidade de dados / dimensões. Importância (assegurar a qualidades de dados)  Colecta do indicador. Como monitorar as actividades desenvolvidas na comunidade, e formulários / fichas  Erros mais comuns na inserção de dados na ficha Conteúdo: Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

18 Conteúdo: Qualidade de dados /dimensões - (assegurar a qualidades de dados) Como é obvio, a qualidade dos dados, é um elemento de extrema importância. Por conseguinte, iremos, de forma participativa, nos debrussar em torno da qualidade dos dados Exercício 5: Organizados em grupos, e usando papel flip shart, em 15 minutos trocar ideias sobre como assegurar a qualidade dos dados. identificando a importância da qualidade de dados para avaliação do desempenho de um programa e para a tomada de decisões? Tópico 2: Inserção de informação obtida aos vários níveis Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

19 Conteúdo: Dimensões da qualidade dos dados Exactidão Fiabilidade Pontualidade Totalidade Precisão Confidencialidade Integridade Tópico 2: Inserção de informação obtida aos vários níveis Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

20 Conteúdo: Qualidade de dados – Importância Possibilita saber se os recursos estão a ser utilizados da forma mais eficaz e eficiente possível, isto é, a qualidade dos dados é necessária a todos os níveis para as decisões de gestão; O financiamento está ligado ao desempenho. A responsabilidade pelo financiamento e os resultados reportados são cada vez mais importantes Os gestores precisam confiar nos seus dados para poderem usá-los na tomada de decisões Os gestores querem compreender e melhorar os resultados Para informar os resultados a Governos e doadores que colaboram na luta contra o HIV/SIDA, TB e Malária. Os programas devem estar prontos para auditorias Tópico 2: Inserção de informação obtida aos vários níveis Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

21 Exercício 6: curso do rio Adapte o curso do rio (nascente, desenvolvimento, afluentes, corredeiras, cascatas grandes e pequenas, etc…) a realidade que se encontram as organizações em relação a colecta do indicador e retorno dos resultados aos beneficiários Os grupos apresentam ao plenário para se discutir as diversas ideias e se chegar ao consenso. (20 minutos) Conteúdo: Colecta do indicador Este exercício objectiva levar os participantes a perceberem a sua realidade em relação à colecta do indicador e retorno dos resultados aos beneficiários Tópico 2: Inserção de informação obtida aos vários níveis Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

22 Exercício7: árvore de vulnerabilidade na análise de informações Em grupo durante 30min discutir estratégia de como conseguir monitorar as actividades desenvolvidas na comunidade. Utilizando a filosofia da árvore de vulnerabilidade desenhem uma árvore onde: As raízes são as causas que nos levam ao objectivo (divulgação da informação sobre HIV/SIDA na seu posto administrativo); O tronco é o objectivo; Os ramos são as propostas para se alcançarem os objectivos (resultados intermediários); As folhas são as actividades necessárias para se alcançar o objectivo e; O fruto é o que pretendemos como resultado. Conteúdo: Como monitorar as actividades desenvolvidas na comunidade Tópico 2: Inserção de informação obtida aos vários níveis Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

23 Exercício 8: Em grupos Indetificar os erros nas fichas distribuidas para cada grupo (5min) Conteúdo: Erros mais comuns na Inserção de dados no formulário/ ficha Tópico 2: Inserção de informação obtida aos vários níveis Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

24 Conteúdo: SIRNM Filosofia e objectivos Fluxo da informação Formulários do SIRNM Inserção de dados do SIRNM Erros mais comuns na inserção de dados na ficha e no SIRNM Como interpretar gráficos e mapas Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

25  O que é? SIRNM - Sistema de Informação da Resposta Nacional em Moçambique  Função e importância Monitorar a implementação e actividades de implementação, controle e prevenção do HIV/SIDA e avaliar o impacto das várias actividades. O SIRNM é também o canal de informação dos indicadores nucleares que devem ser reportados ao CNCS Conteúdo: SIRNM Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

26 Este sistema se adoptado por doadores, parceiros de implementação e sociedade civil como um guia da M&E dos programas de HIV em Moçambique, Uma resposta nacional integrada Como sistema está em constante mudança  lições aprendidas Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Conteúdo: SIRNM

27 SIRNM tem como objectivo: colecta entrada no sistema produção de analises disseminação e utilização da informação sobre HIV/SIDA Fornecer informações de HIV dos diferentes sectores (publico, privado e sociedade civil) espelhadas a nível de posto administrativo, favorecendo a tomada de decisão; Todas as informações obtidas no SIRNM estão desagregadas por grupos etários e por sexo. Conteúdo: Filosofia e objectivos Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

28 v v Monitoria Conteúdo : Fluxo da informação Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

29 Conteúdo : Fluxo da informação Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

30 NPCS REALIZA ENCONTROS PARA DIVULGAR INFORMAÇÕES Fluxograma a nível do NPCS (recebimento informações) NPCS ENVIA BD CNCS NPCS RECEBE INFORMAÇÕES DO CNCS CNCS analisa BD Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

31 Apresentação dos diferentes formulários do SIRNM Conteúdo: Formulários do SIRNM Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Formulários do SIRNM

32 Demonstraçao pratica do funcionamento da base de dados (SIRNM) e inserção de dados Conteúdo: Como inserir dados no SIRNM Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Base de dados - SIRNM

33

34

35

36 Sempre que entrar dados ou Conteudo: Como inserir dados no SIRNM Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

37 Conteúdo: Como inserir dados no SIRNM Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

38 Conteúdo: Como inserir dados no SIRNM Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

39 Conteúdo: Como inserir dados no SIRNM Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

40 Execício 9: Em grupo: Fazer a entrada de dados no SIRNM Extrair um relatório sumarizado Visualizar os dados Conteúdo: Como inserir dados no SIRNM Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

41 Erros mais comuns na entrada de dados no SIRNM: Erros ortográficos Organizações do mesmo nome escritas de forma diferente. Duplicação na entrada de dados (entrar dados da mesma ficha mais de uma vez no sistema) Escrever o distrito em vez da Organização Codificar as organizações em Redes erradas Organizações sem nenhuma Rede codificada Espaços em branco sem o nome da respectiva organização Conteúdo: Erros mais comuns na inserção de dados no SIRNM Tópico 3 - SIRNM, filosofia e objectivos. Fluxo da informação. Formulários do SIRNM e Inserção de dados no SIRNM Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

42 Conteúdo: Como interpretar os gráficos e mapas Exercício 10: Em plenario interpretar os graficos e os mapas apresentados. Tópico 4 - Análise de Resultados Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

43 Tópico 4 - Análise de Resultados Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Conteúdo: Como interpretar os gráficos e mapas

44 Tópico 4 - Análise de Resultados Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

45 Conteúdo: Como interpretar os mapas Tópico 4 - Análise de Resultados Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

46 Tópico 4 - Análise de Resultados Modulo 4: Base de dados e sistema de informação

47 Elementos que ajudam na interpretação de gráficos e os mapas:  Título;  Legenda;  Cores;  Dados visualizados;  N=  Coordenadas  Pontos cardiais Tópico 4 - Análise de Resultados Modulo 4: Base de dados e sistema de informação Conteúdo: Como interpretar os mapas

48 Obrigado!

49 Apoio:


Carregar ppt "Modulo 4 Maputo, Moçambique 2010 Base de dados & Sistema de Informação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google