A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Medidas Macroprudenciais e Política Monetária Eduardo Loyo Setembro 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Medidas Macroprudenciais e Política Monetária Eduardo Loyo Setembro 2011."— Transcrição da apresentação:

1 Medidas Macroprudenciais e Política Monetária Eduardo Loyo Setembro 2011

2 Em economias avançadas Juros adequados para gestão da demanda agregada são baixos demais para estabilidade financeira. MMs reforçariam a estabilidade financeira, permitindo praticar juros (baixos) adequados para gestão da demanda.

3 Em economias emergentes Juros adequados para gestão da demanda agregada são altos demais para estabilidade financeira. MMs reforçariam a gestão de demanda, permitindo praticar juros (baixos) adequados para estabilidade financeira.

4 Primeiras reações no Brasil Não funciona: fraco nos canais de câmbio e expectativas. Não sabemos quão bem funciona. Corolário: não saberemos medir a postura de política monetária.

5 Visão oficial no Brasil MMs potencializam o efeito do instrumento convencional de política monetária. Isso quer dizer: para um dado nível de juros, a política monetária estará mais apertada na presença de MMs do que estaria normalmente (na sua ausência).

6 Juros de mercado/empréstimo

7

8 Efeito das MMs

9 Taxas volumes

10 Questões Prazos? Composição (em pessoa física)? Pessoa jurídica?

11 Implicações MMs tiveram efeito sim, e bem forte. MMs não se somaram à medida padrão de política monetária (juros de 1 ano). MMs não dificultaram a aferição da postura de política monetária.

12 Descolamento: Explicação 1 Intervenção esterilizada leva a aumento do volume de títulos na carteira dos bancos. Para que demandem esse volume adicional, em detrimento da alternativa de conceder crédito, é preciso que a taxa de empréstimo caia em relação à taxa dos títulos.

13 Descolamento: Explicação 2 Facilidade de captação externa aumenta o apetite de bancos pela concessão de crédito e torna as condições no mercado de crédito mais competitivas. Para um dado custo de oportunidade doméstico, as taxas de empréstimo caem.

14 Descolamento Ambas as explicações associadas ao fluxo cambial, mas são diferentes. Explicação 1 funciona com qualquer influxo cambial absorvido pelo BC (inclusive comercial) Explicação 2 funciona com influxo de financiamento, absorvido pelo BC ou não.

15 E doravante?


Carregar ppt "Medidas Macroprudenciais e Política Monetária Eduardo Loyo Setembro 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google