A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Veículos a gás natural, a solução necessária e urgente 25/Junho/2014/Ordem dos Engenheiros Jorge Jacob, Presidente da APVGN Visite

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Veículos a gás natural, a solução necessária e urgente 25/Junho/2014/Ordem dos Engenheiros Jorge Jacob, Presidente da APVGN Visite"— Transcrição da apresentação:

1 1 Veículos a gás natural, a solução necessária e urgente 25/Junho/2014/Ordem dos Engenheiros Jorge Jacob, Presidente da APVGN Visite https://www.facebook.com/apvgn

2 2 Vivemos num planeta em que os recursos em petróleo são finitos – o Pico Petrolífero (Peak Oil) é uma realidade. Embora pouco se fale disso, a produção mundial de petróleo convencional está estagnada desde 2004.

3 3 Os transportes dependem fundamentalmente dos refinados de petróleo. Com a sua produção em declínio ele tende a encarecer. Então, QUAL A SOLUÇÃO? Resposta: Substituir os refinados de petróleo no sector dos transportes. O petróleo que resta no mundo deve ser aplicado a finalidades mais nobres. E QUAL É O ÚNICO COMBUSTÍVEL QUE PODE SUBSTITUIR OS REFINADOS DE PETRÓLEO NO SECTOR DOS TRANSPORTES NO IMEDIATO E MACIÇAMENTE? O METANO (CH 4 ), ou GÁS NATURAL (GN). O GN tanto pode ter uma origem fóssil como não fóssil (BIOMETANO). O GN nos transportes tanto pode ser usado em forma comprimida (GNC) como em forma liquefeita (GNL). Os recursos de GN convencional no planeta estão mais bem distribuídos do que os petrolíferos e são suficientes para mais de 500 anos. E ainda há os recursos em GN não convencional !

4 4 O GN será a solução geral do século XXI

5 5 Estamos numa etapa de transição. Neste momento o mundo inteiro desenvolve intensamente a alternativa dos veículos a gás natural (VGNs) Já há cerca de 20 milhões de VGNs a circularem no planeta (Abril/2014): 3,5 milhões no Irão 2,79 milhões no Paquistão 2,33 milhões na Argentina 1,76 milhões no Brasil 3 milhões na China 1,8 milhão na Índia 823 mil na Itália 464 mil na Colômbia 450 mil no Uzbequistão … E apenas pouco mais de 600 unidades em Portugal Fonte: Gas Vehicles Report, April/2014

6 6 Como funcionam os VGNs? bi-fuel (podem funcionar alternativamente com GN ou gasolina) dual-fuel (podem funcionar com uma mistura de GN e gasóleo, ou exclusivamente com gasoleo) dedicados (funcionam exclusivamente com GN) – x – Dentre as enormes vantagens dos VGNs destacam-se: São uma tecnologia totalmente dominada e já em fase de comercialização: hoje todos os grandes fabricantes de veículos do mundo (de pesados ou de ligeiros) dispõem de versões a gás natural. A transição do gasóleo ou da gasolina não exige um grande salto tecnológico como combustiveis experimentais, mais exóticos, que estão a ser ensaiados: qualquer mecânico sabe trabalhar com VGNs. O GN também faz mover tractores, empilhadores, motocicletas, navios, barcos pesqueiros, ferry-boats, rebocadores, cacilheiros, riquixós e até mesmo aviões.

7 7 A segurança dos VGNs Os VGNs podem funcionar com reservatórios de gás natural comprimido (GNC) ou de gás natural liquefeito (GNL). Em qualquer dos casos, trata-se de uma solução económica e segura. Os reservatórios de GNC são construídos para uma pressão muito superior àquela do seu funcionamento normal (200 bar). Bateria de cilindros GNC montados no tejadilho de um autocarro, instalada pela Caetano Bus em Vila Nova de Gaia. O gás natural, por ser mais leve do que o ar, é um combustível intrinsecamente mais seguro do que os demais. Em caso de fuga, o GN dissipa-se na atmosfera – não se acumula em poça. A legislação portuguesa permite que os VGNs estacionem em caves (Decreto-lei nº 298/2001, de 21/Novembro).

8 8 Mesmo na pior das hipóteses – um incêndio do veículo – não há perigo de explosão pois os reservatórios de GNC são dotados de válvulas de segurança que libertarão o gás aos poucos, sob condições controladas. Quanto aos reservatórios de GNL, a sua pressão de funcionamento é baixa. Trata-se de reservatórios criogénicos, em que o GN é mantido em estado liquefeito mais através da baixa temperatura (- 162º C) do que da pressão.

9 9 A União Europeia acaba de aprovar o projecto dos quatro CORREDORES AZUIS ligando a Europa no sentido Norte-Sul e Leste-Oeste. O projecto prevê a instalação de um total de 45 postos GNL. Muitos deles já estão em funcionamento. O primeiro posto de abastecimento de GNL em Portugal foi inaugurado em 2013, em Mirandela. Está em curso a instalação de novos postos GNL nos municípios do Carregado, Azambuja e Matosinhos.

10 10 Além de seguros, os VGNs são também: A solução mais amiga do ambiente. A sua generalização numa cidade ou região melhora drasticamente a qualidade do ar pois reduz a emissão de partículas sólidas (particulate matter, PM 10 e PM 2,5 ), NO x, SO 2 e muitos outros elementos danosos para a nossa saúde. A alternativa mais económica para qualquer operador de frota, seja ela camiões de recolha de RSU, de táxis, de veículos de distribuição urbana de mercadorias, camionagem de longo curso ou qualquer outra. A melhor alternativa para reduzir a gigantesca factura energética portuguesa em que o petróleo tem um peso desmesurado: 9,49 mil milhões de euros em A generalização dos VGNs em Portugal poderia dar uma contribuição poderosa para a melhoria da balança de pagamentos de Portugal. Recordar que entre 2000 e 2013 os preços do petróleo importado por Portugal aumentaram (em Euros) 249% ao passo que os do GN aumentaram apenas 126% – cerca da METADE !!!

11 11 Uma análise sumária dos VGNs

12 12 Adoptar VGNs - Os gestores de frotas – de pesados ou de ligeiros – que queiram estudar a sua conversão para o gás natural podem contar a experiência da APVGN. A nossa Associação actua também como consultora na especialidade e faz os estudos técnicos e económicos necessários. - Os estudos incluem tanto o dimensionamento do posto de abastecimento como a indicação de veículos com a tipologia pretendida. - A instalação de um posto de abastecimento de VGNs num município melhora a sua competitividade e melhora o ambiente. - Os projectos de VGNs têm pay-back ! - Nota: os postos de abastecimento devem preferencialmente ser instalados “em regime de serviço público”, para permitir o abastecimento de terceiros. Isso rentabiliza o investimento no posto.

13 13 O século XX foi do petróleo, o século XXI será o do gás natural. Este é a energia que vai predominar no nosso século, tanto na sua forma comprimida (GNC) como liquefeita (GNL). A Península Ibérica tem uma vantagem relativa sobre todas as outras regiões do mundo pois dispõe de sete portos metaneiros.

14 14 30 de Setembro próximo, no LNEC: Conferência O gás natural nos transportes Entrada livre, mediante inscrição prévia. Muito obrigado pela vossa atenção. Visite https://www.facebook.com/apvgn


Carregar ppt "1 Veículos a gás natural, a solução necessária e urgente 25/Junho/2014/Ordem dos Engenheiros Jorge Jacob, Presidente da APVGN Visite"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google