A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RAIZ FILOSÓFICA DA PSICOLOGIA (2) RAIZ FILOSÓFICA DA PSICOLOGIA (2) Associacionismo Materialismo Prof. Dr. André Luiz Moraes Ramos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RAIZ FILOSÓFICA DA PSICOLOGIA (2) RAIZ FILOSÓFICA DA PSICOLOGIA (2) Associacionismo Materialismo Prof. Dr. André Luiz Moraes Ramos."— Transcrição da apresentação:

1 RAIZ FILOSÓFICA DA PSICOLOGIA (2) RAIZ FILOSÓFICA DA PSICOLOGIA (2) Associacionismo Materialismo Prof. Dr. André Luiz Moraes Ramos

2 RAIZ FILOSÓFICA Empirismo crítico :Empirismo crítico : –Escola francesa –Escola britânica –Escola alemã AssociacionismoAssociacionismo (britânico) Materialismo científicoMaterialismo científico : –Escola francesa –Escola britânica –Escola alemã Tendências isoladas :Tendências isoladas : –Psicologia do ato –Psicologia fenomenológica –Escola romântica e naturalista

3 Associacionismo : Preocupações centrais: –Como as idéias se unem umas às outras? –Como as idéias se tornam estáveis e duradouras? –Princípio: Busca estabelecer as leis de associação de idéias entre os elemento da mente (sensações e percepções). Outras denominações: –Conexionismo (Thorndike) –Sugestão (Brown) –Reintegração (Hamilton)

4 Associacionismo : Ponto de partida: –Leis de associação de Aristóteles: –Contigüidade: Quando há proximidade ou vizinhança espacial (Potim– Aparecida) ou temporal (Natal–Ano Novo). –Semelhança: Quando há similaridade ou analogia de forma, cor, tamanho, etc. (Dayane dos Santos – Tartarugas Ninja + jogador Edílson) –Contraste: Quando há oposição ou antagonismo (bem-mal, quente-frio, o Gordo e o Magro, progresso-miséria, etc.)

5 Associacionismo: Exercício Exemplo: –laranja esfera bola futebol vôlei Bernardinho Hitler guerra sangue morte vida gravidez bebê fraldas descartáveis Johnson & Johnson São José dos Campos Jacareí jacaré Rio Paraíba Lavrinhas Lavras ouro pobreza fome intervalo de aula. Imagine uma idéia que pode se associar à seguinte idéia: –sucesso

6 Associacionistas David Hartley: –Leis gerais da associação: Idéias simples se reúnem em idéias mais complexas. A associação pode ser sucessiva (adoeceu e depois morreu) ou simultânea (aula, alunos, professor, matéria, chamada...) Lei da repetição: quanto mais freqüente for a associação, mais duradoura e estável. Thomas Brown: –mais fortes serão as associações quando tiverem (além da repetição) as seguintes características de sugestão: Vitalidade: quanto mais significas forem as idéias. Intensidade: quanto mais intensas forem as idéias. Recenticidade: quanto mais novas forem as idéias na mente.

7 Associacionistas: a família Mill e Bain James Mill: (pai) –Expressão máxima do associacionismo. –O todo mental é a soma das idéias ou elementos. John Stuart Mill: (filho) –As associação se dão através de uma química mental. –Psicologia: método científico experimental indutivo. Alexander Bain: –Paralelismo psicofísico para explicar o dualismo mente x corpo.

8 Associacionistas e evolucionismo Herbert Spencer: –Associacionismo evolucional: As associações que forem freqüentemente repetidas na vida do indivíduo, ou do grupo racial, serão transmitidas às gerações seguintes como instinto (inato). Charles Darwin: –Teoria das espécies: Na natureza, os mais aptos ou bem sucedidos sobrevivem (aqueles que melhor conseguem se ajustar ao ambiente) Segunda ferida narcísica da Humanidade: o homem deixou de ser uma criação especial e passou a ser fruto de uma evolução. Influências na Psicologia: –Enfoques genético (hereditariedade) e filogenético (natureza). –Lançou as bases do Funcionalismo e da Psicologia Evolucionária.

9 Materialismo científico : Princípio: –Eliminação total de mitos e princípios religiosos, do sobrenatural, do destino. –Descreve os organismos vivos e seus problemas como se descreve uma máquina. Relação com outros filósofos: –Semelhante a Tales, Anaxágoras e Demócrito, quando estes elementistas se resumem a um monismo materialista. E a Aristóteles, que tentou uma síntese mente x corpo. –Opõe-se a Platão (Idealismo e dualismo mente x corpo). Influenciou o Behaviorismo ( Comportamentalismo )

10 Materialismo: exemplo : Titãs O Pulso O pulso ainda pulsa Peste bubônica câncer pneumonia Raiva rubéola tuberculose anemia Rancor cisticercose caxumba difteria Encefalite faringite gripe leucemia O pulso ainda pulsa Hepatite escarlatina estupidez paralisia Toxoplasmose sarampo esquizofrenia Ulcera trombose coqueluche hipocondria Sífilis ciúmes asma cleptomania O corpo ainda é pouco Reumatismo raquitismo cistite disritmia Hérnia pediculose tétano hipocrisia Brucelose febre tifóide arteriosclerose miopia catapora culpa cárie cãibra lepra afasia O pulso ainda pulsa O corpo ainda é pouco (Toni Belotto, Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer )

11 Materialismo: Escola francesa Julien de La Mettrie: –Todas as ações humanas podem ser descritas mecanicamente. –Ao invés de espiritualizar o corpo devia-se materializar a alma. –Os fenômenos psíquicos são considerados como resultados de alterações orgânicas. Etienne de Condillac: –Era contra a Metafísica e o Idealismo. Pierre Jean Cabanis: –A consciência e a digestão estão no mesmo patamar. –O homem se reduz ao seu corpo.

12 Materialismo: Escolas britânica e alemã Harvey: –Eliminação do animismo ou referência aos espíritos. Hartley: –Reduz os processos mentais a processos naturais dentro do sistema nervoso. Hermann von Helmholtz : –Demonstrou a possibilidade de observar cientificamente a sensação e a percepção, através de estudos fisiológicos da visão e da audição.


Carregar ppt "RAIZ FILOSÓFICA DA PSICOLOGIA (2) RAIZ FILOSÓFICA DA PSICOLOGIA (2) Associacionismo Materialismo Prof. Dr. André Luiz Moraes Ramos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google