A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Segurança Ocupacional Joel Baumgartner Manicure e Pedicure.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Segurança Ocupacional Joel Baumgartner Manicure e Pedicure."— Transcrição da apresentação:

1 Segurança Ocupacional Joel Baumgartner Manicure e Pedicure

2 Uma incógnita?

3 Motivação

4 Perigo ou Risco? Perigo Risco Estado ou situação que inspira cuidado Perigo ou possibilidade de perigo.

5 Bernardino Ramazzine Médico Italiano, Pai da medicina do trabalho De Morbis Artificum Diatriba (as doenças dos trabalhadores) Relacionava os riscos à saúde ocasionados por produtos químicos, poeira, metais e outros agentes encontrados por trabalhadores em 52 ocupações.

6 O Que São Riscos Ambientais? São agentes presentes nos ambientes de trabalho, capazes de afetar o trabalhador a curto, médio e longo prazo, provocando acidentes com lesões imediatas e/ou doenças chamadas profissionais ou do trabalho, que se equiparam a acidentes do trabalho.

7 TEMPO DE EXPOSIÇÃO SENSIBILIDADE INDIVIDUAL CONCENTRAÇÃO INTENSIDADE NATUREZA DO RISCO Fatores que influenciam

8 Riscos Químicos São agentes causadores em potencial de doenças profissionais devido a sua ação química sobre o organismo dos trabalhadores. Podem ser encontrados na forma sólida, líquida e gasosa.

9 Riscos Biológicos Vírus Bactérias/Bacilos Fungos Protozoários

10 Medidas de controle EPC EPI Técnica Médica Administrativa Educativa {

11 EPC EPI AMBIENTE HOMEM O RISCO A LESÃO elimina/neutraliza/sinaliza evita ou diminui Medidas técnicas

12 Equipamentos de Proteção Coletivas - EPC’s São os equipamentos que neutralizam o risco na fonte, dispensando, em determinados casos, o uso dos equipamentos de proteção individual. Quando instalamos, por exemplo, o protetor contra quebra de agulha, estamos atuando sobre o ambiente de trabalho, esta medida é chamada de proteção coletiva, pois protege o conjunto de trabalhadores.

13 NR 6 Equipamentos de Proteção Individual Estabelecer que Equipamento de Proteção Individual - EPI, é todo dispositivo de uso individual, de fabricação nacional ou estrangeira, destinado a proteger a saúde e a integridade física do trabalhador. Estabelece ainda, as Obrigações do Empregador e do Empregado, respectivamente, inclusive CA - Certificado de Aprovação.

14 Equipamentos de Proteção Individual - EPI’s É todo meio ou dispositivo de uso individual, destinado a proteger a saúde e a integridade física do trabalhador. Quando não for possível eliminar o risco, ou neutralizá-lo através de medidas de proteção coletiva, implanta-se o Equipamento de Proteção Individual - EPI. Como exemplo temos a proteção contra quebra de agulha, instalada nas máquinas, quando não for possível adotar tal medida, ou durante a fase de implantação, adota-se o uso de óculos de proteção.

15 Motivo adoção EPI  Finalidade  Medidas gerais insuficientes  Falta EPC adequado  Caráter emergêncial

16 Tipos de EPI’s

17  Empregados:  Usar adequadamente  Responsabilizar pela guarda e conservação  Comunicar qualquer alteração  Cumprir determinação empregador Responsabilidades

18 Biosegurança Surgiu na décida de 70, onde se iniciou a discussão sobre os impactos da engenharia genética na sociedade. A Organização Mundial da Saúde mostrava o foco de atenção para a saúde do trabalhador frente aos riscos biológicos.

19 Biosegurança Outra definição diz que a biossegurança é o conjunto de ações voltadas para a prevenção, minimização ou eliminação de riscos inerentes às atividades de pesquisa, produção, ensino, desenvolvimento tecnológico e prestação de serviços, visando à saúde do homem, dos animais, a preservação do meio ambiente e a qualidade dos resultados. Assim, normas de biossegurança englobam medidas que visam evitar riscos físicos, ergonômicos, químicos, biológicos e psicológicos.

20 Vestimenta - Jaleco Os vários tipos de jalecos são usados para fornecer uma barreira de proteção e reduzir a oportunidade de transmissão de microrganismos. Previnem a contaminação das roupas do profissional, protegendo a pele da exposição a sangue e fluidos corpóreos, bem como material químico. Devem ser de mangas longas, e quando forem descartáveis necessitam ser resistentes e impermeáveis. Seu uso se restringe somente ao local de trabalho e deve haver um cuidado com o local onde é guardado.

21 EPI - Luvas Evita contaminação das mãos ao manipular material contaminado ou perfurocortante. O uso de luvas não substitui a necessidade da lavagem das mãos porque elas podem ter pequenos orifícios inaparentes ou danificar-se durante o uso, podendo contaminar as mãos quando removidas. Sua utilização deve existir sempre que houver contato com sangue, fluídos do corpo e materiais que ofereçam risco. Jamais devem ser reutilizadas e precisam ser descartadas após o uso.

22 EPI - Respirador Máscaras A máscara representa uma importante forma de proteção das mucosas da boca e do nariz, contra a ingestão ou inalação de microorganismos. Ela também representa a mais importante medida de proteção das vias superiores, contra os microorganismos presentes durante a fala, tosse, espirro ou qualquer substância que possa ser aspirada. Antes de iniciar o procedimento, o profissional deve se certificar que a máscara está bem adaptada, protegendo toda região logo abaixo dos olhos, protegendo nariz e boca. Durante o atendimento deve-se evitar tocar na máscara. Devem ser sempre utilizadas no atendimento de todos os clientes e são obrigatoriamente descartáveis. Devem apresentar boa qualidade de filtração e ser seguras durante todo o período de procedimento.

23 Vestimenta - Touca O uso da touca, evita a queda dos cabelos (que representam uma importante fonte de infecção, já que podem conter inúmeros microrganismos), na área do procedimento. Além disso, ela oferece uma barreira mecânica para a possibilidade de contaminação dos cabelos, através de secreções que possam "espirrar", além de evitar que microorganismos possam colonizar os cabelos do profissional. É uma medida de segurança e de higiene, tanto para o profissional quanto para o cliente.

24 O profissional deve prender os cabelos, sem deixar mechas aparentes, de forma que a touca cubra todo o cabelo e orelhas. Ao retirar, deve ser descartada no lixo e trocada entre os atendimentos sempre que houver necessidade, devido ao suor e as sujidades. Toucas descartáveis não devem ser guardadas, pois representam um meio bastante propício à proliferação de bactérias.

25 EPI - Óculos Os óculos, assim com os respiradore, também representam uma barreira de proteção de transmissão de infecções, mais particularmente, uma proteção para os profissionais, diante do risco de fluídos contaminados e substâncias livres no ar, como quando as unhas são lixadas, atingirem os olhos. Os mais adequados devem possuir barreiras laterais, ser leves e confortáveis e de transparência o mais absoluta possível, sendo de material de fácil limpeza. Quando os óculos apresentarem sujidades, devem ser lavados com sabonetes líquidos germicidas ou soluções antissépticas, enxaguados e enxugados com toalha de papel.

26 Segurança Ocupacional Uma incógnita?

27


Carregar ppt "Segurança Ocupacional Joel Baumgartner Manicure e Pedicure."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google